Doença periodontal e síndrome coronariana aguda

Presença de bactérias específicas podem explicar essa relação

A presença de bactérias específicas e combinações de bactérias nos espaços entre os dentes e gengivas podem explicar a aparente relação entre doença periodontal e síndrome coronariana aguda (SCA), segundo um estudo publicado recentemente no Journal of Periodontology.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pesquisadores da Suécia, Suíça e dos Estados Unidos avaliaram 161 sujeitos diagnosticados com SCA e um grupo controle de 161 sujeitos que não tinham SCA. Eles estudaram a contagem de células sangüíneas brancas do soro desses sujeitos, os níveis de lipoproteínas de alta e de baixa densidade, os níveis de proteína C reativa de alta sensibilidade e a saúde clínica periodontal. Examinaram também os patógenos subgengivais (que ficam abaixo da linha da gengiva) desses sujeitos.

Continue lendo no site de Colgate.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)