PUBLICIDADE

Tamanho do pênis: tire as suas dúvidas

Puberdade, uso indevido de cuecas e fator genético podem influenciar no desenvolvimento

Ultimamente o tamanho do pênis tem sido motivo de grande interesse, com um crescente número de homens buscando ajuda profissional para tratar um "membro muito pequeno". Do ponto de vista médico, a definição de "pênis pequeno" geralmente é considerada uma distorção da autoimagem masculina, denominada dismorfofobia. Ou seja, o homem tem o membro de tamanho normal, mas o considera pequeno.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os parâmetros utilizados na medicina e que definem os limites de normalidade consideram "micropênis" como o membro flácido com comprimento inferior a 4 cm ou ereto com menos de 7 centímetros, o que é bastante raro no dia a dia.

Vale destacar que a satisfação sexual depende de muitos outros aspectos, não só a estética genital, como costuma ser muito mais valorizada pelos próprios homens do que para as mulheres. Para elas, a química na relação e o clima do casal costumam ser os pontos de destaque. Portanto, cuidado para não perder o foco.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para esclarecer algumas dúvidas, vou responder as perguntas de consultório mais comuns relacionadas ao tema:

É verdade que o uso de cueca apertada pode influenciar no tamanho do pênis?

Utilizar cuecas muito justas pode ser prejudicial ao funcionamento dos testículos que são responsáveis pela produção de 90% do hormônio masculino, a testosterona. Assim, não é bom arriscar. Deixe a bolsa escrotal com espaço suficiente para se afastar e se aproximar do corpo conforme a temperatura externa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Existe alguma relação entre o tamanho do pênis e a altura do homem?

Alguns trabalhos publicados na literatura sugerem que exista uma relação positiva entre tamanho do pênis e altura, ou seja, quanto mais alto um homem, maior o comprimento do pênis. Todavia o coeficiente da associação, ou seja, o número que pondera a intensidade desta relação, varia bastante conforme o local, a região onde o estudo foi realizado.

O tamanho e espessura do pênis são determinados apenas por uma questão genética?

O tamanho do pênis sofre influência genética como várias outras características físicas do homem, todavia existem outros fatores, além da herança genética, que determinam as características do pênis.

O tamanho e espessura do pênis são determinados apenas por uma questão genética?

O tamanho do pênis sofre influência genética como várias outras características físicas do homem, todavia existem outros fatores, além da herança genética, que determinam as características do pênis.

A maior parte do desenvolvimento do pênis ocorre durante a fase chamada puberdade. Coincide com o aumento do tamanho dos testículos e a consequente elevação dos níveis do hormônio masculino, a testosterona.

Doenças endocrinológicas, falta de nutrientes, estresse severo e outras condições que interfiram na elevação deste hormônio são exemplos de problemas que podem determinar uma redução do tamanho final do membro. Por outro lado, quando existe uma produção excessiva e precoce da testosterona, meninos de baixa idade podem desenvolver pênis com características de adulto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Que problemas durante a puberdade podem afetar o crescimento e desenvolvimento do pênis?

O principal estímulo para o desenvolvimento do pênis é a elevação das taxas de testosterona no sangue. Esse que é o principal hormônio do homem é uma proteína produzida basicamente pelos testículos. Qualquer problema que afete os testículos na fase da puberdade, ou antes, dela, pode determinar uma deficiência na produção hormonal.

Várias doenças que atingem testículos ou produzem substâncias que interferem na ação da testosterona podem afetar a puberdade. Como exemplo, as torções de testículo que ocorrem nos jovens, podem determinar a isquemia e necrose do testículo. Doenças infeciosas como a caxumba, podem evoluir com uma inflamação do testículo (orquite) pós-viral que determina, em alguns casos, atrofia dos testículos. A desnutrição e a obesidade também podem afetar a puberdade. A primeira pela falta de nutrientes suficientes para que as células respondam ao estímulo da testosterona. E a segunda, pelo fato de que a obesidade interfere negativamente na ação da testosterona.

O tamanho do pênis só será influenciado durante a puberdade?

Pode haver interferência no tamanho do pênis por ações adotadas antes ou durante a puberdade. Após a conclusão da puberdade, o tamanho do pênis estaria estabelecido definitivamente.

Em outras palavras: quando existem problemas no desenvolvimento do órgão masculino, tratamentos com medicamentos devem ser utilizados antes da puberdade, pois ainda existe como estimular o crescimento. Depois, apenas procedimentos cirúrgicos podem ser empregados e mesmo assim com uma eficácia limitada.

Que fatores após a puberdade podem influenciar no tamanho do pênis?

Após a puberdade apenas situações que causam fibrose nos cilindros que compõem o membro podem encurta-lo. Ao final da puberdade, o estímulo para crescimento do pênis cessa e ele adquire seu tamanho máximo. A doença de Peyronie é exemplo de patologia que cursa com fibrose, formação de uma placa na camada de revestimento dos corpos cavernosos, determinando tortuosidade e encurtamento do pênis.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outras situações onde o homem pode perceber certa atrofia ou encurtamento são aquelas relacionadas à fibrose, como a provocada pela injeção de medicamentos diretamente no membro e à cirurgias que envolvem a uretra ou a próstata.

A falta de ereções por tempo prolongado pode provocar atrofia e encurtamento do pênis. Lembre-se: o pênis é um órgão muscular e precisa de exercício, de atividade.

No tratamento cirúrgico do câncer da próstata, os nervos que comunicam o cérebro com o pênis podem ser danificados e surgir dificuldade de ereção. A falta de ereções por tempo prolongado pode provocar atrofia e encurtamento do pênis. Lembre-se: o pênis é um órgão muscular e precisa de exercício, de atividade.

O estresse emocional e a ansiedade podem determinar um tônus adrenérgico mais intenso o que causa um encurtamento do membro quando flácido e pode afetar a autoestima de homens mais jovens.

É verdade que o uso de anabolizantes pode reduzir o tamanho do pênis?

Sim. O uso de hormônios exógenos que inibam a produção interna de testosterona pode afetar negativamente o desenvolvimento do pênis principalmente quando isso ocorre perto da puberdade. Para o adequado desenvolvimento do pênis é necessário um pico de produção altas concentrações de testosterona dentro dos testículos e no tecido peniano. A interferência de hormônios artificiais pode comprometer este equilíbrio delicado e interferir no adequado crescimento do órgão.

A obesidade pode influenciar no tamanho do pênis?

O acúmulo de gordura pode interferir na efetividade da ação da testosterona e seus metabólitos. Na gordura visceral aquela que se acumula na barriga, ocorre à produção de uma enzima chamada aromatase que transforma a testosterona em estrogênio. Isso mesmo, em hormônio feminino. Quando a gordura não é excessiva, a maior parte da testosterona sofre ação de outra enzima e se transforma em um subproduto muito mais potente, a di-hidrotestosterona.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Portanto, a obesidade atrapalha o ambiente para desenvolvimento peniano quando ela ocorre na época da puberdade.

Outra razão para evitarmos o acúmulo de gordura é que na região pubiana, o aumento do tecido adiposo no subcutâneo vai determinar que um maior trecho do pênis fique embutido, oculto. Por isso, uma das primeiras medidas sugeridas pelos médicos para os adultos com queixa de pênis pequeno é relacionada com mudança de hábitos de vida, estimulando atividade física e alimentação balanceada. Quando necessário, pode-se remover a gordura pré-pubiana através da lipoaspiração do local expondo um maior segmento peniano.

O tamanho do pênis pode reduzir com a idade?

Pode haver a impressão de atrofia quando o membro não fica ereto e não recebe estímulos por muitos anos. Sabemos hoje que para a manutenção da saúde e composição do tecido erétil no interior do pênis é importante que ele varie de estado: flácido e ereto. As chamadas ereções fisiológicas, aquelas que ocorre quando o homem está dormindo ou quando a bexiga está cheia pela manhã cumprem um papel importante para varias a tensão de oxigênio e manter o pênis saudável.

Com o envelhecimento, a queda fisiológica dos níveis de testosterona e a falta de atividade sexual, seja a masturbação ou a relação com a parceira, o pênis pode perder a elasticidade e dar a impressão de encurtamento para o homem.

Mantendo a atividade sexual, com adoção de hábitos de vida saudável que incluam atividade física regular, alimentação balanceada e controle do peso e das chamadas doenças crônicas como hipertensão e diabetes, o homem pode manter-se sexualmente ativo a vida toda.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)