PUBLICIDADE

8 fatos que vão te convencer a doar sangue regularmente

A doação de sangue salva vidas, não prejudica seu organismo e ainda traz benefícios psicológicos para o doador

Doar sangue é doar vida, esperança e futuro para quem realmente precisa. E melhor do que doar uma vez é tornar-se um doador frequente. Isso porque os estoques dos bancos de sangue precisam estar constantemente abastecidos para atender tanto quem estiver em situação de emergência (após um acidente, por exemplo) quanto quem tiver necessidade de bolsas de sangue de tempos em tempos (devido a tratamentos e internações de longo período). A falta de bolsas de sangue pode levar ao cancelamento de cirurgias e de procedimentos fundamentais como a quimioterapia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Atualmente, 1,8% da população brasileira doa sangue regularmente; por ano, são coletadas 3,7 milhões de bolsas. Embora estes números estejam dentro do parâmetro definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que prevê de 1% a 3% de população doadora, ainda tem muito espaço para melhorar.

Quem pode e quem não pode doar sangue

Pode doar sangue quem tiver entre 16 e 69 anos (menores de 18 anos precisam do consentimento formal de seu responsável, e entre os mais velhos a primeira doação deve ter sido feita até os 60 anos), pesar no mínimo 50 kg, estiver alimentado (não tendo consumido alimentos gordurosos nas três horas anteriores à doação e tendo almoçado duas horas antes) e descansado (que tenha dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Algumas condições são impeditivos temporários para a doação: gripes e resfriados, gravidez, amamentação, ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação, tatuagem ou piercing feitos nos últimos doze meses, exames ou procedimentos com endoscópio realizados no último semestre e comportamento de risco para infecção por doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) nos últimos 12 meses.

Já alguns critérios impedem definitivamente a doação. São os casos de ter tido hepatite viral depois dos 11 anos de idade, de evidência clínica ou laboratorial de doenças transmissíveis pelo sangue (hepatites B e C, AIDS - vírus HIV -, doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas), do uso de drogas ilícitas injetáveis e de já ter tido malária (infecção por Plasmodium malariae, a febre quartã).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Razões para doar sangue com frequência

A doação de sangue é 100% voluntária e não causa prejuízos ao seu organismo. Que tal saber mais sobre o assunto e se tornar um doador frequente hoje mesmo?

1 - Uma doação de sangue pode salvar até 4 vidas

Após a coleta, o conteúdo da bolsa é fracionado em componentes sanguíneos (concentrado de hemácias, de plaquetas e plasma) que são examinados para que haja a certeza de que não existe a presença de nenhuma doença neles. Se há reação sorológica, a unidade é descartada. Caso contrário, os componentes são liberados e podem ser usados em até quatro pessoas, ou seja, podem salvar até quatro vidas.

2 - Não existe substituto para o sangue

O sangue não pode ser produzido artificialmente - logo, quem precisa de sangue em emergências ou tratamentos depende exclusivamente da doação. Existem alguns produtos sintéticos que permitem retardar uma transfusão, mas este é um método paliativo e temporário, que não substitui o sangue humano.

3 - Não há risco de contrair doenças na doação de sangue

Todo o material utilizado durante a doação de sangue é esterilizado e descartável. Assim, não há nenhum risco de contrair uma doença durante o processo.

4 - Seu organismo repõe rapidamente o sangue doado

Uma pessoa adulta, seja do sexo masculino ou feminino, possui em média cinco litros de sangue, e em uma doação são coletados no máximo 450 ml - ou seja, menos de 10% de todo o sangue. Este volume é reposto em 24 horas pelo organismo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

5 - A doação não altera a densidade do seu sangue

Existe a crença popular de que quem doa sangue fica com o sangue "mais fino" ou "mais grosso". Puro mito. As células do corpo humano duram cerca de 120 dias; passada esta fase, são repostas por outras novas. Dessa forma, o corpo entende a doação apenas como um estímulo à formação de novas células sanguíneas, sem engrossar nem afinar o sangue.

6 - A doação de sangue não faz ninguém engordar ou emagrecer

Isso também é puro mito. A doação de sangue não tem influência nenhuma no peso do doador.

7 - Você não é exposto caso haja doenças em seu sangue

Quem deseja doar sangue passa por uma avaliação prévia para detectar se há condições ou doenças que possam ser impeditivas para a doação. Essa entrevista e esses exames são particulares e os dados e resultados são mantidos sob total sigilo.

8 - Ajudar outras pessoas faz bem para você também

Tanto quem recebe quanto quem doa sangue é beneficiado. A solidariedade é uma troca: psicologicamente, a sensação de fazer o bem aos outros afeta positivamente o autor da ação.

Fontes e referências:

1 - http://portalarquivos.saude.gov.br/campanhas/doesangue/por-que-doar.html

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

2 - http://www.minhavida.com.br/saude/tudo-sobre/18656-doacao-de-sangue-entenda-os-requisitos-e-como-e-o-processo

3 - http://www.minhavida.com.br/saude/materias/11475-uma-unica-doacao-de-sangue-pode-salvar-ate-quatro-vidas

4 - http://portalarquivos.saude.gov.br/campanhas/doesangue/quem-pode-doar.html

5 - http://portalarquivos.saude.gov.br/campanhas/doesangue/perguntas-frequentes.html

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

6 - http://www.minhavida.com.br/saude/testes/14301-entenda-como-seu-corpo-reage-apos-doar-sangue/resultado

7 - http://www.minhavida.com.br/bem-estar/videos/15108-solidariedade-descubra-formas-de-ajudar-o-proximo-e-aproveite-os-beneficios