PUBLICIDADE

Mamografia reduz a morte por câncer de mama em até 30%

Estudo mostrou que, em 29 anos de análise, cerca de 520 mulheres foram salvas pelo exame

Em 30/6/2011
Redação
Escrito por Redação
Redação Minha Vida

Estudo publicado no periódico Radiology constata que a mamografia, de fato, reduz significantemente a mortalidade por câncer de mama. Chamado Swedish Two-County Trial of mammographic screening, ele foi o primeiro teste que utiliza apenas a mamografia para rastrear diminuições nas mortes por câncer de mama.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No acompanhamento, 133.065 mulheres foram divididas aleatoriamente em dois grupos - um que apenas fez o exame e outro que recebeu os cuidados médicos usuais. Ao final do estudo, houve 30% a menos de mortes causadas por esse tipo de câncer entre as mulheres que passaram pela mamografia. Mulheres entre as idades de 40 e 49 foram examinadas, em média, a cada 24 meses, e mulheres de 50 a 74 anos foram testadas, em média, a cada 33 meses. Essa fase de testes durou, aproximadamente, sete anos.

Para o estudo atual, quase três décadas após o início dos primeiros testes, os pesquisadores analisaram os dados originais e os dados de acompanhamento para estimar o efeito a longo prazo da mamografia na mortalidade por câncer de mama.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A análise dos casos de morte no acompanhamento mostrou uma redução na mortalidade por câncer de mama similar aos primeiros estudos. Os benefícios absolutos relacionados às vidas salvas cresceram com o tempo: nos 29 anos de estudo, o número estimado de mulheres que passaram pelo exame a cada dois ou três anos, em um período de sete anos, e que tiveram suas mortes evitadas graças a ele foi de 414 a 519.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com os pesquisadores, a avaliação do real impacto da mamografia requer acompanhamento de 15 a 20 anos, porque o número de mortes por câncer de mama prevenidas aumenta com o passar do tempo. Eles afirmam, ainda, que a maior parte das mortes evitadas acontecem em mais de dez anos após o início da realização de exames, o que indica que os benefícios de longo prazo são mais que o dobro dos observados em curto prazo. A cada 1000 a 1500 mamografias, uma morte causada por câncer de mama é prevenida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Previna-se

A segunda maior causa de mortalidade entre as mulheres, o câncer de mama, pode ser diagnosticado e tratado precocemente, o que aumenta em muito as chances de sobrevivência das pacientes. As mulheres podem e devem ter participação ativa nesta detecção ao realizarem avaliações regulares com mamografias e exames clínicos da mama e até mesmo pelo auto-exame diário e/ou mensal.

Deve-se lembrar que um auto-exame mensal não substitui a mamografia de triagem ou os exames clínicos de mama realizados por um profissional da saúde em mulheres acima de quarenta anos.

Uma mamografia de triagem é a melhor ferramenta disponível para detectar precocemente o câncer de mama, antes mesmo do surgimento de sintomas. Estudos demonstram que a realização de mamografia de triagem diminui o risco de morte pelo câncer de mama.