PUBLICIDADE

Excesso de peso pode ser fator de risco para degaste da coluna lombar

Degeneração do disco intervertebral aumenta as dores constantes nas costas

O excesso de gordura acumulada na barriga pode ser um problema e tanto para as costas, por forçar a coluna e provocar dores. Um estudo publicado no periódico Arthritis & Rheumatism ajuda a comprovar essa relação: adultos que estão acima do peso ou com obesidade são significantemente mais propensos a sofrerem com degeneração do disco intervertebral da coluna lombar do que aqueles com peso normal.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para chegar à conclusão, pesquisadores da University of Hong Kong, na China, recrutaram 2.599 participantes, 1.040 homens e 1.559 mulheres com média de idade de 42 anos, e os observaram entre 2001 e 2009. O recrutamento aconteceu independente de o voluntário ter ou não dores nas costas. Todos passaram por avaliações radiográficas e clínicas, além de serem submetidos a ressonâncias magnéticas da espinha lombar.

Ao encerrar o período de estudo, 73% dos participantes apresentaram degeneração discal, sendo que os homens, com 76%, mostraram sofrer mais desse mal do que as mulheres, com 71%. A idade também foi um fator de risco - quanto mais velho, maiores as chances de ter essa degeneração. Em relação à massa corpórea dos participantes, 7% estavam abaixo do peso, 48% na faixa de peso normal, 36% com sobrepeso e 9% com obesidade.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A severidade do desgaste pela degeneração discal foi mais acentuada em quem estava acima do peso ou com obesidade. Para os autores, isso acontece porqueo ganho de peso aumenta a carga física sobre o disco intravertebral e a inflamação crônica das células de gordura, que podem desempenhar importante papel nesse tipo de degeneração. Os pesquisadores lembram que a degeneração discal é um processo complexo, que envolve mudanças estruturais e químicas do disco intravertebral.

Mais estudos serão necessários para definir exatamente qual é o impacto do excesso de peso para a saúde da coluna. Pesquisas anteriores já indicavam que o peso exercia importante papel nas dores nas costas. Este estudo permite concluir que uma das possíveis causas para tal dor seja a degeneração do disco intervertebral da coluna lombar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sete dicas que ajudam a acabar com a dor nas costas

A seguir, confira algumas dicas do fisioterapeuta Claudio Rubens, que ensina a proteger a coluna lombar no dia a dia para aumentar a sensação de bem-estar.

1) Mantenha a boa postura da coluna

A coluna lombar possui uma curvatura natural que chamamos de lordose, que se caracteriza por ser uma leve concavidade nas nossas costas. Manter a "posição neutra" nada mais é que manter essa curvatura na realização de nossas atividades diárias. Nessa posição há uma maior estabilidade da coluna, os músculos estão numa posição em que uma contração leve pode manter a posição adequada de suas vértebras, os ligamentos estão protegidos pois não estão excessivamente esticados e o disco intervertebral (estrutura que se localiza entre as vértebras, funcionando como um absorvedor de impacto) fica protegido de uma possível herniação, como a temida e dolorosa hérnia de disco.

2) Carregue objetos próximos ao corpo

Ao carregarmos objetos, especialmente objetos pesados, quanto mais próximos os mantivermos de nosso corpo, menor será a força que teremos de fazer, e menor será a carga que será imposta nossa coluna lombar. Como exemplo, pegue uma mochila e segure-a com o braço esticado, e então dobre o braço e veja como fica mais fácil, tanto para o braço quanto para as costas.

3) Sente-se de maneira correta

Nada de sentar-se com os quadris e joelhos dobrados a 90º. Nessa posição, perdemos a curvatura natural da coluna lombar, a lordose que falamos no item um. Para mantermos essa saudável curva da coluna é necessário que o ângulo entre nossas coxas e nosso tronco seja um pouco maior que 90º. E como conseguir isso? Colocando um apoio embaixo do bumbum, de forma que a altura de seu quadril esteja levemente acima da altura de seu joelho. Um travesseiro dobrado é a melhor aposta. Isso ajuda a manter a posição neutra da coluna lombar e assim ela estará mais protegida e você, mais confortável.

4) Quando trabalhar sentado execute intervalos

Levantar-se de tempos em tempos ao se trabalhar sentado é essencial para diminuir a sobrecarga na coluna. Após ficar alguns segundos em pé, alongue-se, esticando o corpo para cima e para trás, respire fundo. Procure evitar a inclinar o tronco à frente (isso sobrecarrega a coluna de forma semelhante a se você estivesse sentado). Você pode até associar o levantar com atividades próprias do trabalho ou do dia-a-dia, tais como atender ao telefone.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

5) Mantenha o condicionamento físico

Mantenha o bom condicionamento de sua musculatura das costas e do abdômen, mas não negligencie o resto do corpo. Com os glúteos, coxas, pernas e braços fortalecidos sua coluna estará ainda mais protegida de possíveis problemas. Outra importante dica é tentar manter uma boa flexibilidade do corpo.

6) Evite dobrar a coluna logo após acordar

O nosso disco intervertebral, quando ficamos deitados ou muito tempo sem nos movimentar, tende a acumular líquido em seu núcleo. Se dobrarmos nossa coluna a frente quando muito líquido está no disco, a pressão contra o disco será grande, e assim correremos o risco do líquido romper o disco, causando uma hérnia. Se pretendermos realizar tais exercícios, devemos aguardar cerca de uma hora após termos levantado.

7) Em caso de dor, procure um profissional

Caso você esteja sentindo alguma dor em sua coluna lombar, procure um especialista. As dores lombares podem ter diversas origens. Identificar o que realmente está acontecendo é fundamental para o tratamento adequado.