PUBLICIDADE

Micropênis pode proporcionar mais prazer do que um pênis de tamanho regular, diz terapeuta

Homens com essa condição podem investir na estimulação clitoriana. Entenda

O tamanho do pênis é uma questão que mexe muito com a autoestima masculina. Isso porque o comprimento e espessura do membro são constantemente à habilidade de proporcionar prazer durante a relação sexual. No entanto, um terapueta sexual chamado Stephen Snyder, da Universidade de Nova Iorque acredita que o micropênis pode proporcionar tanto prazer na relação quanto um pênis de tamanho regular. A informação é do Portal Dayli Mail

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com Snyder, mais importante do que o tamanho pênis é a performance. Ele acredita que numa relação heterossexual o homem pode proporcionar prazer à mulher por meio da estimulação clitoriana.

Snyder disse que já atendeu homens com micropênis em seu consultório e lhes aconselhou a dedicarem-se mais à estimulação clitoriana para proporcionar prazer às suas parceiras.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O orgasmo feminino é o prazer sexual intenso alcançado pelas mulheres através da relação sexual, masturbação ou outros meios. Ele pode ocorrer de forma única ou múltipla e ainda hoje é um tema cercado de mitos, crenças e falta de informação.

Do ponto de vista fisiológico, a mulher possui inúmeras zonas sensíveis e o orgasmo feminino pode mesmo ter diferentes origens: clitoridiano e vaginal. Porém ele não se limita aos órgãos genitais. É uma sensação que toma o corpo todo e começa no cérebro através do desejo, que é estimulado pelos órgãos dos sentidos e pela imaginação. É no cérebro que a pessoa se libera para o ato sexual.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A fala de Snyder vai de encontro a uma pesquisa realizada pela Escola de Saúde Pública da Universidade de Indiana, na qual descobriu-se que 75% das mulheres entrevistadas necessitam de estimulação clitoriana para chegar ao orgasmo enquanto 18% alegaram chegar ao clímax por meio da penetração.

E você concorda com a teoria do terapeuta sexual Stephen Snyder?