Cristina perguntou:

Gostaria de saber a diferença entre um paciente borderline e o bipolar. O que pode desencadear uma crise no paciente bipolar?

  • Respondido em 18/12/2015
    Dirk Belau Psicologia e Psicanálise - CRP 06/117170/SP
    Olá,

    a diferença é que a expressão "borderline" é usada para caraterizar uma pessoa que tem variações fortes nas suas emoções e pouca estabilidade na autoestima. Ela costuma atrapalhar bastante as outras pessoas com quem vive pois se acha atacada por qualquer coisa e se defende de maneira bastante insensível, sem tomar em conta as emoções das outras pessoas. Em outras palavras, ela é extremamente ansiosa o que lhe permite cuidar de si mesma, mas bastante mal, e pouco cuidar dos outros.

    A bipolaridade é semelhante no sentido que a pessoa tem baixa autoestima e na sua defesa pode não levar em conta os sentimentos dos outros. Em fases, ela consegue compensar a tristeza por euforia euforia aparentemente sem razão assim que a tristeza fica escondida inclusive para ela mesma. Estes são os dois polos. A palavra bipolaridade significa só que a pessoa passa pelos dois, as vezes rapidamente, em outros casos com bastante intervalo. A palavra não faz referência ao grau de gravidade, enquanto o borderline sempre é grave no sentido de atrapalhar bastante.

    Uma crise na pessoa bipolar pode ser desencadeada por qualquer coisa que só ela sabe. Quem convive com pessoas bipolares aprende com o tempo, se tem boa vontade, o que incomoda a pessoa. Provavelmente sejam situações que inconscientemente a lembram de cenas de humilhação vividas na infância, que ela pode ter recalcadas mas cuja memória lhe faz bastante mal. Ai, ela parte ou para a depressão ou para a compensação dela, voa alto.