Aneurisma da aorta torácica

Visão Geral

O que é Aneurisma da aorta torácica?

Um aneurisma da aorta torácica é uma área dilatada na parte superior da aorta, a maior artéria do corpo humano, que é responsável por transportar o sangue rico em oxigênio para as demais partes do organismo.

Causas

As causas exatas do aneurisma da aorta torácica são desconhecidas, mas fatores que podem contribuir para o desenvolvimento de um aneurisma incluem:

Aterosclerose

Quando as paredes das artérias ficam repletas de placas de gordura, elas se tornam menos flexíveis e mais estreitas. Este processo, chamado de aterosclerose, é facilitado quando a pessoa tem o colesterol alto e a pressão arterial elevada.

Doenças do tecido conjuntivo

As pessoas que nascem com síndrome de Marfan, uma doença genética que afeta o tecido conjuntivo no corpo, estão sob um risco maior de desenvolver um aneurisma da aorta torácica. Além desta, outras doenças do tecido conjuntivo, como as síndromes de Ehlers-Danlos e Loeys-Dietz, podem contribuir para a ocorrência de um aneurisma da aorta torácica.

Outras condições médicas

Condições inflamatórias, como a arterite de células gigantes e arterite de Takayasu, também pode causar aneurismas da aorta torácica.

Problemas com válvulas do coração

Pessoas com problemas na válvula aórtica, que transporta o sangue para fora do coração, têm um risco aumentado de desenvolver aneurisma da aorta torácica.

Infecções não tratadas

Apesar de não ser uma das causas mais comuns de aneurisma da aorta torácica, uma pessoa está mais propensa a desenvolver esta condição se teve uma infecção não tratada, como sífilis ou salmonela.

Lesão traumática

Algumas pessoas que sofrem graves ferimentos em quedas ou em acidentes de carro, por exemplo, podem desenvolver aneurismas da aorta torácica com mais facilidade.

Fatores de risco

Os principais fatores de risco para um aneurisma da aorta torácica incluem:

  • Idade: aneurismas da aorta torácica ocorrem mais frequentemente em pessoas acima dos 65 anos
  • Tabagismo: o uso do tabaco é um forte fator de risco para o desenvolvimento de um aneurisma da aorta torácica. Quanto maior o tempo de fumo, maior é o risco de desenvolver a doença
  • Hipertensão: aumento da pressão arterial causa danos aos vasos sanguíneos do corpo, aumentando as chances de uma pessoa desenvolver um aneurisma da aorta torácica
  • Aterosclerose: o acúmulo de gordura e outras substâncias que podem danificar o revestimento de um vaso sanguíneo aumenta o risco de um aneurisma da aorta torácica
  • Histórico familiar: pessoas que têm histórico na família de aneurisma da aorta torácica têm um maior risco de vir a desenvolver a doença.

Sintomas

Sintomas de Aneurisma da aorta torácica

Aneurismas da aorta torácica geralmente crescem lentamente e não manifestam sintomas, tornando-os muito difíceis de detectar. No entanto, o desenvolvimento de um aneurisma é muito difícil de prever. Alguns aneurismas começam pequenos e permanecem pequenos, outros se expandem ao longo do tempo. Há aqueles, inclusive, que nunca se romperão. A questão é que quando um aneurisma da aorta torácica cresce, os sintomas aparecem. Veja alguns:

  • Sensibilidade ou dor no peito
  • Dor nas costas
  • Rouquidão
  • Tosse
  • Falta de ar

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

A maioria das pessoas com aneurismas da aorta não têm sintomas, a menos que seja um caso de dissecção ou de ruptura do aneurisma. Em ambos os casos, procure atendimento de emergência. Saiba reconhecer os sinais da ruptura do aneurisma:

  • Dor aguda e repentina na parte superior das costas que irradia para baixo
  • Dor no peito, queixo, pescoço ou nos braços
  • Dificuldade para respirar

Se você tiver histórico familiar de aneurisma da aorta torácica, de síndrome de Marfan ou de outra doença do tecido conjuntivo, o médico pode recomendar exames de ultrassom regulares para triagem de aneurisma.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar um aneurisma da aorta torácica são:

  • Clínico geral
  • Angiologista
  • Cirurgião vascular

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando os sintomas começaram?
  • Qual a intensidade dos sintomas?
  • Você sente dores?
  • Sua família tem histórico de aneurisma da aorta? Qual? Torácica ou abdominal?
  • Os sintomas são frequentes ou ocasionais?
  • Você já foi diagnosticado com alguma outra condição de saúde? Qual?

Diagnóstico de Aneurisma da aorta torácica

Aneurismas da aorta torácica são frequentemente encontrados durante exames médicos de rotina, como uma radiografia de tórax ou ultrassom do coração ou no abdômen. Muitas vezes os pacientes vão fazer esses exames por outros motivos, sem nem desconfiar de que estão com aneurisma.

No entanto, se o médico suspeitar que você tem um aneurisma da aorta torácica, testes especializados podem ajudar a diagnosticá-lo. Estes exames podem incluir:

  • Radiografia do tórax
  • Ecocardiograma
  • Tomografia computadorizada
  • Exame de ressonância magnética

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Aneurisma da aorta torácica

O objetivo do tratamento é impedir que o aneurisma se rompa. Geralmente, as opções de tratamento são acompanhamento médico ou cirurgia. A decisão quanto à melhor opção de tratamento depende do tamanho do aneurisma da aorta e o quão rápido ele está crescendo.

Se o aneurisma da aorta torácica é pequeno, o médico pode recomendar o acompanhamento clínico, que inclui consultas regulares para garantir que o aneurisma não está crescendo e a gestão de outras condições médicas que podem piorar o aneurisma.

Nestes casos, é bastante provável que o médico peça exames de imagem regulares para verificar o tamanho do aneurisma.

Agora, se você tem pressão arterial elevada ou bloqueios em suas artérias, é provável que o médico prescreva medicamentos para baixar a pressão arterial e reduzir os níveis de colesterol, a fim de reduzir o risco de complicações decorrentes do aneurisma. Estes medicamentos podem incluir:

  • Betabloqueadores
  • Medicamentos para controlar a pressão arterial
  • Fixadores endovasculares, também conhecidos como “stents”.

Se você tem um aneurisma da aorta torácica, a cirurgia também pode ser uma opção, principalmente para casos em que o aneurisma for maior do que o considerado seguro. Dependendo do tamanho e da localização do aneurisma ao longo da aorta torácica, o médico poderá recomendar uma entre as três opções cirúrgicas que existem. Veja:

  • Cirurgia aberta, em que são feitos cortes ou na região do tórax ou no abdômen, para retirar a parte danificada da aorta e substituila por um tubo sintético
  • Cirurgia endovascular, em que o médico faz uma incisão na perna e insere um cateter que vai até a região danificada da aorta
  • Cirurgia cardíaca, para casos em que o aneurisma esteja relacionado a outra condição de saúde, em que o médico substitui as válvulas do coração danificadas para impedir o crescimento do aneurisma.

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

Se você foi diagnosticado com um aneurisma da aorta torácica, o médico provavelmente irá aconselhá-lo a evitar o trabalho pesado e a atividade física, a fim de controlar a pressão arterial – que também pode ser comprometida pelo estresse. A recomendação médica é que o paciente evite ao máximo situações estressantes.

Não existem medicamentos capazes de evitar um aneurisma da aorta torácica. O que existem são medicamentos usados para controlar o nível de pressão arterial e também o colesterol, de forma a reduzir as chances de complicações decorrentes do aneurisma.

A melhor abordagem para evitar um rompimento do aneurisma da aorta torácica e mantê-lo livre de outras complicações é manter os vasos sanguíneos saudáveis. Para isso, considere tomar as seguintes medidas:

  • Não fume
  • Mantenha sua pressão arterial sob controle
  • Faça exercício físico regular
  • Reduza o colesterol e a gordura de sua dieta.

Complicações possíveis

Dissecção e ruptura do aneurisma da aorta torácica são as principais complicações possíveis deste problema. Um aneurisma da aorta rompido pode levar à hemorragia interna, colocando a vida do paciente em risco. Em geral, quanto maior o aneurisma, maior o risco de ruptura.

Expectativas

O prognóstico no longo prazo para pacientes com aneurisma da aorta torácica é determinado por outros problemas médicos, tais como doença cardíaca e diabetes, que podem ter causado ou contribuído para esse quadro.

Prevenção

Prevenção

Não há formas de prevenção do aneurisma da aorta torácica, a não ser por meio de um estilo de vida saudável, com uma dieta balanceada e livre de gorduras, sem cigarro e com exercícios físicos regulares inseridos na rotina.

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não