publicidade

O que é Angioedema?

Sinônimos: Edema angioneurótico, Edema de Quincke, urticária gigante, vergão

O angioedema é um inchaço, similar à urticária, mas que ocorre sob a pele e não na superfície. A urticária é geralmente chamada de vergão. Ela é um inchaço na superfície da pele. Também é possível apresentar angioedema sem ter urticária.

Consulte também: Angioedema hereditário

Causas

O angioedema pode ser causado por uma reação alérgica. Durante a reação, a histamina e outras substâncias químicas são liberadas na corrente sanguínea. O corpo libera histamina quando o sistema imunológico detecta uma substância estranha chamada de alérgeno.

Muitas vezes, a causa do angioedema nunca é descoberta.

Possíveis causadores de um angioedema:

  • Caspa de animais (escamas de pele que se soltam)
  • Exposição à água, luz do sol, frio ou calor
  • Alimentos (como frutas vermelhas, moluscos, peixe, frutas secas, ovos, leite e outros)
  • Picadas de insetos
  • Medicamentos (alergia a medicamentos), como antibióticos (penicilina e sulfa), drogas anti-inflamatórias não esteroides (AINEs) e medicamentos para pressão arterial (inibidores da ECA, enzima conversora da angiotensina)
  • Pólen

A urticária e o angioedema também podem ocorrer após infecções ou outras doenças (incluindo doenças autoimunes como lúpus, leucemia e linfoma).

Existe uma forma de angioedema genético que apresenta diferentes desencadeadores, complicações e tratamentos. Ele é chamado de angioedema hereditário e não será discutido neste artigo.

Exames

O médico examinará sua pele e perguntará se você foi exposto a alguma substância irritante. Um exame físico pode revelar sons anormais (estridentes) quando você respira se a garganta tiver sido afetada.

Raramente o médico realiza exames de sangue ou testes de alergia.

Sintomas de Angioedema

O principal sintoma é um inchaço repentino sob a pele. Também é possível desenvolver vergões ou inchaços na superfície da pele.

O inchaço geralmente ocorre ao redor dos olhos e dos lábios. Ele também pode se manifestar nas mãos, pés e garganta. O inchaço pode formar uma linha ou ser mais distribuído.

Os vergões são dolorosos e podem causar coceira. Eles ficam pálidos e incham se estiverem irritados. O inchaço mais profundo de um angioedema também pode ser doloroso.

Outros sintomas podem incluir:

  • Cólica abdominal
  • Dificuldade para respirar
  • Olhos e boca inchados
  • Inchaço na conjuntiva ocular (quemose)

Buscando ajuda médica

Ligue para seu médico se:

  • O angioedema não responder ao tratamento
  • Ele for grave
  • Você nunca tiver apresentado um angioedema antes

Vá para o pronto-socorro ou ligue para o número de emergência local (como o 192) se você:

  • Apresentar sons respiratórios anormais (estridentes)
  • Tiver dificuldade para respirar
  • Desmaiar
  • Apresentar respiração dificultosa ou ruidosa

PUBLICIDADE

Tratamento de Angioedema

Sintomas leves podem não precisar de tratamento. Sintomas de moderados a graves podem precisar de tratamento. A dificuldade para respirar é uma situação de emergência.

Compressas geladas ou úmidas podem ajudar a aliviar a dor.

Medicamentos usados para tratar do angioedema incluem:

  • Antihistamínicos
  • Remédios anti-inflamatórios (corticosteroides)
  • Epinefrina
  • Ranitidina (Zantac)
  • Terbutalina (um broncodilatador)

Se a pessoa apresentar problemas para respirar, procure ajuda médica imediatamente.

Consulte: Dificuldades respiratórias - primeiros socorros

No hospital, talvez seja necessário inserir um tubo na garganta para manter as vias respiratórias abertas.

PUBLICIDADE

Expectativas

O angioedema que não afeta a respiração pode ser desconfortável, mas geralmente é inofensivo e desaparece em alguns dias.

Complicações possíveis

  • Reação anafilática
  • Bloqueio das vias respiratórias com risco de morte (se o inchaço ocorrer na garganta)

Prevenção

Para evitar que o angioedema retorne:

  • Evite irritar a área afetada.
  • Fique longe de alérgenos conhecidos.

Nunca tome medicamentos que não foram receitados para você.

Fontes e referências:

  • Dreskin SC. Urticaria and angioedema. In: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier;2007:chap 273.

  • Temiño VM, Peebles RS Jr. The spectrum and treatment of angioedema. Am J Med. 2008;121:282-286.

  • Wasserman SI. Approach to the person with allergic or immunologic disease. In: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier;2007:chap 270.

ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

  • Encontre um médicoindicado por outras pessoas

    em

  • Indique um médicoe ajude outras pessoas

    Estado
    Qual o nome do seu médico?

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Encontre médicos de confiança indicados por outras pessoas

buscar médicos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pergunte ao Especialista sobre
angioedema

Sua dúvida respondida por Especialistas Minha Vida perguntar
OFERECIMENTO
+ perguntas

PUBLICIDADE

Descubra o seu Peso ideal Saiba se seu peso atual e sua meta de
peso
são saudáveis.
ex: 75,5kg / 1,70m
 

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X