Aracnodactilia: tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Aracnodactilia?

Sinônimos: dolicostenomelia, dedos de aranha, acromacria

A aracnodactilia é do que uma condição física em que a pessoa apresenta dedos anormalmente longos. Constantemente confundida com a síndrome de Marfan, a aracnodactilia é um sintoma da doença, mas não é sinônimo desta.

Sinônimos

Dolicostenomelia; Dedos de aranha; Acromacria.

Causas

A aracnodactilia é uma condição extremamente rara e que não costuma ter muitas causas distintas. A principal delas é a síndrome de Marfan. Outra possível razão pela qual uma pessoa pode apresentar este sintoma é a homocistinúria, uma doença caracterizada pela deficiência de uma enzima que atua no metabolismo de metionina, um aminoácido que compõe proteínas essenciais para os seres vivos.

Outros distúrbios genéticos também podem, eventualmente, levar a casos de aracnodactilia.

Em geral, as pessoas já nascem com os dedos anormalmente longos. No entanto, a aracnodactilia pode se desenvolver ao longo dos anos.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Ter dedos maiores, curvados ou delgados nem sempre é um sintoma de algum problema grave de saúde. Apresentar uma aparência anormal nos dedos, às vezes pode ser apenas um problema estético.

No entanto, se você tiver dedos anormalmente longos, o ideal é sempre consultar um médico para saber se realmente há uma causa subjacente ou se é, apenas, um peculiaridade específica aos seus dedos.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar aracnodactilia são:

  • Clínico geral
  • Reumatologista
  • Geneticista
  • Ortopedista.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Você sempre teve dedos maiores do que o normal?
  • Você tem outros sintomas? Quais?
  • Você já foi diagnosticado com alguma condição de saúde que explique a anomalia nos dedos?
  • Você tem parentes próximos que apresentam esse mesmo problema?
  • Este problema lhe incomoda?
  • Você nasceu com esse sintoma ou ele foi se desenvolvendo ao longo dos anos?
  • Você sente dor, sensibilidade ou qualquer tipo de desconforto nas mãos ou nos dedos?

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Clínica Mayo