Câncer de esôfago

Visão Geral

O que é Câncer de esôfago?

O câncer esofágico é um tumor maligno do esôfago, o tubo muscular que movimenta o alimento da boca para o estômago.

ADAM
O câncer esofágico é um tumor maligno do esôfago.

Consulte também: Esôfago de Barrett

Sinônimos

Câncer esofágico

Causas

O câncer esofágico não é muito comum nos Estados Unidos. Ocorre com maior frequência em pessoas com mais de 50 anos.

Existem dois tipos principais de câncer esofágico: carcinoma de células escamosas e adenocarcinoma. Esses dois tipos são diferentes quando observados no microscópio.

O câncer esofágico de células escamosas está associado ao fumo e ao consumo de álcool.

O Esôfago de Barrett, uma complicação da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), aumenta o risco de adenocarcinoma do esôfago. Esse é o tipo mais comum de câncer esofágico. Outros fatores de risco do adenocarcinoma do esôfago incluem:

  • Sexo masculino
  • Obesidade
  • Fumo

Exames

Os exames usados para ajudar a diagnosticar o câncer esofágico podem incluir:

  • Enema de bário
  • Ressonância magnética do peito ou tomografia computadorizada torácica (geralmente usada para ajudar a determinar o estágio da doença)
  • Ultrassom endoscópico (também pode ser usado para determinar o estágio da doença)
  • Esofagogastroduodenoscopia (EGD) e biópsia
  • Varredura por PET (às vezes útil para determinar o estágio da doença e se a cirurgia é possível)

O exame de fezes pode mostrar pequenas quantidades de sangue nas fezes.

Sintomas

Sintomas de Câncer de esôfago

  • Movimento no sentido inverso do alimento através do esôfago e possivelmente da boca (regurgitação)
  • Dor no peito não relacionada ao ato de comer
  • Dificuldade para deglutir sólidos ou líquidos
  • Azia
  • Vômito com sangue
  • Perda de peso

Buscando ajuda médica

Ligue para o seu médico se tiver, sem nenhuma causa conhecida, dificuldade para deglutir, se essa condição não melhorar ou se você apresentar outros sintomas de câncer esofágico.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Câncer de esôfago

Quando o câncer esofágico ocorre apenas no esôfago e não se espalha, a cirurgia é o tratamento recomendado. O objetivo da cirurgia é remover o câncer.

Consulte:

  • Esofagectomia
  • Esofagectomia - minimamente invasiva

Algumas vezes a quimioterapia, a radiação ou uma combinação das duas pode ser usada em vez da cirurgia, ou para facilitar a realização da cirurgia.

Se o paciente estiver muito doente para fazer uma cirurgia grande ou se o câncer tiver se espalhado para outros órgãos, poderá ser usada a quimio ou a radioterapia para ajudar a reduzir os sintomas. Isso é chamado de tratamento paliativo. Nesses casos, a doença geralmente não é curável.

Outros testes que podem ser feitos para ajudar o paciente a engolir incluem:

  • Dilatação endoscópica do esôfago (às vezes com a colocação de um stent para manter o esôfago dilatado).
  • Terapia fotodinâmica, na qual uma droga especial é injetada no tumor e exposta à luz. A luz ativa o medicamento que ataca o tumor.

Convivendo (prognóstico)

Expectativas

Geralmente, o câncer esofágico não é curável. Se o câncer não tiver se disseminado para fora do esôfago, a cirurgia pode aumentar as chances de sobrevivência.

A radioterapia é usada no lugar da cirurgia em alguns casos em que o câncer não tenha se espalhado para outros órgãos.

Para pacientes com câncer disseminado, a cura geralmente não é possível. O objetivo do tratamento é aliviar os sintomas.

Complicações possíveis

  • Dificuldade para deglutir
  • Pneumonia
  • Perda de peso grave resultante de alimentação insuficiente
  • Disseminação do tumor para outras áreas do corpo

Prevenção

Prevenção

As orientações a seguir podem ajudar a reduzir o risco de câncer esofágico de células escamosas:

  • Evite fumar
  • Diminua ou elimine bebidas alcoólicas

Pessoas com sintomas de refluxo gastroesofágico grave devem procurar assistência médica.

O exame com EGD e a biópsia em pessoas com esôfago de Barrett pode levar à descoberta precoce e à maior chance de sobrevivência. Indivíduos diagnosticados com esôfago de Barrett devem considerar a possibilidade de ser examinados regularmente para verificar se há câncer esofágico.

Fontes e referências

  • Das A. Tumors of the esophagus. In: Feldman M, Friedman LS, Brandt LJ, eds. Sleisenger and Fordtran's Gastrointestinal and Liver Disease. 9th ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier;2010:chap 46.
  • National Cancer Institute. Esophageal Cancer Treatment PDQ. Atualizado em 20 de julho de 2010.
  • National Comprehensive Cancer Network, Inc. NCCN Clinical Practice Guidelines in Oncology. Esophageal Cancer. V2. 2010. Acessado em 22 de janeiro de 2011.
ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não