publicidade

O que é Coceira vaginal?

Sinônimos: Prurido vulvar; coceira - região vaginal; coceira vulvar

Prurido vaginal ou coceira vaginal é uma irritação incômoda da pele da vagina e da área ao redor (vulva). O prurido pode provocar vontade de coçar a área afetada.

Causas

As causas comuns de coceira vaginal são:

  • Substâncias químicas que causam irritação como sabão em pó, amaciantes, sprays femininos, pomadas, cremes, duchas e espuma ou gel contraceptivos.
  • Menopausa - a queda de estrogênio provoca o afinamento da parede vaginal e diminui a lubrificação.
  • Estresse - pode aumentar o prurido vaginal e tornar você mais suscetível a infecções.
  • Candidíase - frequentemente produz um corrimento branco e semelhante à coalhada. A candidíase vaginal pode ser provocada por antibióticos, pílulas anticoncepcionais, gravidez, menstruação, uso de preservativos, relações sexuais, diabetes e um sistema imunológico debilitado.
  • Vaginite - inflamação, coceira, corrimento e odor provocados por outras infecções (inclusive doenças sexualmente transmissíveis). A vaginite é comum em meninas que ainda não chegaram à puberdade. Entretanto, se uma menina tiver uma infecção vaginal sexualmente transmissível, o abuso sexual deve ser considerado, tomando-se as medidas necessárias.
Adam Uma das doenças que causam coceira vaginal é candidíase

Outras causas possíveis, mas menos comuns, de coceira vaginal ou vulvar incluem:

  • Determinadas doenças dermatológicas que afetam a pele da vulva, das quais algumas podem ser consideradas précancerosas
  • Oxiúros (uma parasitose que afeta principalmente as crianças)

Mais sobre Coceira vaginal

Ligue para o médico imediatamente se você estiver com coceira vaginal e:

  • Você tiver aumento na sede ou no apetite, perda de peso inexplicável, frequência urinária aumentada ou fadiga podem ser sinais de diabetes.
  • Sentir dor pélvica ou na parte inferior do abdome, ou febre.

Ligue para o médico se:

  • Tiver bolhas ou úlceras na vagina ou na vulva.
  • Tiver ardor ao urinar ou outros sintomas urinários - você pode ter uma infecção do trato urinário.
  • Tiver sangramento, inchaço ou corrimento vaginais incomuns.
  • Seu parceiro também apresentar sintomas ou se você achar que pode ter uma doença sexualmente transmissível.
  • Seus sintomas piorarem, durarem mais de uma semana ou reaparecerem, apesar dos cuidados em casa.

Na consulta médica

Seu médico examinará você, fará um exame pélvico e fará perguntas para ajudar a diagnosticar a causa de sua coceira vaginal. Essas perguntas podem incluir:

  • Quando a coceira vaginal começou?
  • Você já teve isso antes?
  • O prurido é grave?
  • Ele limita as suas atividades?
  • Onde exatamente é a coceira vaginal? No interior da vagina ou na parte externa (vulva) também?
  • Com que frequência você toma banho?
  • Você usa sabonete perfumado, papel higiênico colorido ou perfumado ou espuma de banho?
  • Você nada ou participa de esportes aquáticos frequentemente? Você troca de roupa rapidamente depois dessas atividades?
  • Você utiliza roupas íntimas de algodão ou sintéticas?
  • Você usa calças ou meias-calças apertadas?
  • Você usa duchas vaginais ou spray de higiene feminina?
  • Você é sexualmente ativa? Você usa métodos contraceptivos? De que tipo?
  • Alguma coisa faz você se sentir melhor?
  • Alguma coisa faz você se sentir pior?
  • Você experimentou pomadas de venda livre? Quais?
  • Você tem outros sintomas como sangramento vaginal, inchaço, erupção ou dor ao urinar?
  • Você tem um histórico pessoal ou familiar de diabetes?
  • Que medicamentos você toma?
  • Qual é seu histórico menstrual? Quantos anos você tinha quando teve a primeira menstruação? Com que frequência você menstrua normalmente? Quanto dura a sua menstruação?
  • Você tem alguma alergia?

Os exames de diagnóstico que podem ser realizados para coceira vaginal incluem:

  • Cultura e exame microscópico de corrimento vaginal
  • Papanicolau
  • Biópsia de pele da área da vulva
  • Exames de urina e sangue (inclusive níveis hormonais)

Seu médico pode receitar medicamentos como:

  • Antibióticos para infecções vaginais bacterianas, incluindo doenças sexualmente transmissíveis
  • Medicamentos antifúngicos para candidíase
  • Benzodiazepinas ou anti-histamínicos para alívio noturno
  • Pomadas contendo hormônios
  • Cremes ou loções com esteroides para reduzir a inflamação

Cuidados

Para prevenir e tratar a coceira vaginal:

  • Evite usar papel higiênico colorido ou perfumado e espumas de banho.
  • Evite sprays ou duchas de higiene feminina.
  • Troque a roupa molhada o mais rápido possível, principalmente as roupas de banho ou para exercícios.
  • Limpe a área com papel higiênico ou lavando da frente para trás (da vagina para o ânus) depois de urinar ou evacuar.
  • Ingira iogurte que possua culturas vivas ou use tabletes de Lactobacillus acidophilus quando estiver usando antibióticos. Consulte o seu médico.
  • Mantenha sua área genital limpa e seca. Use sabonete neutro e sem perfume.
  • Se tiver diabetes, mantenha sua glicemia controlada.
  • Se você estiver acima do peso, procure emagrecer.
  • Use roupas íntimas de algodão ou meias-calças com forro de algodão. Evite roupa íntima feita de materiais sintéticos. Para bebês e crianças pequenas, troque as fraldas frequentemente.

Também é útil:

  • Evitar calor, esforço e sudorese excessivos.
  • Evite se coçar, pois isso somente agravará o problema.
  • Suspenda a atividade sexual até que os sintomas melhorem ou utilize um lubrificante durante as relações.
  • Use preservativos para evitar contrair ou disseminar doenças sexualmente transmissíveis.

Se você sabe que tem candidíase porque os sintomas são exatamente os mesmos que você já teve anteriormente, experimente pomadas ou supositórios vaginais de venda livre.

A candidíase não é considerada sexualmente transmissível. Entretanto, às vezes os homens também desenvolvem prurido e vermelhidão após o contato sexual. Se esse for o caso, ou se você tiver infecções recorrentes de causa indeterminada, tanto você quanto seu parceiro poderão precisar de tratamento. Converse com seu médico.

Para coceira vaginal relacionada à menopausa, o médico pode considerar o uso de pomadas de estrogênio ou comprimidos vaginais.

Ensine as crianças a resistir e relatar qualquer tentativa de contato sexual por parte de outra pessoa. Não tente remover nenhum objeto estranho da vagina de uma criança. Leve a criança imediatamente ao médico para removê-lo.

PUBLICIDADE

Fontes e referências:

  • Clark LR, Atendido M. Group B streptococcal vaginitis in postpubertal adolescent girls. J Adolesc Health. 2005;36(5):437-440.

  • Edwards L. The diagnosis and treatment of infectious vaginitis. Dermatol Ther. 2004;17(1):102-110.

  • Reid G, Bruce AW. Urogenital infections in women: can probiotics help? Postgrad Med J. 2003;79:428-432.

  • Katz VL, Lentz GM, Lobo RA, Gershenson DM. Comprehensive Gynecology. 5th ed. Philadelphia, PA: Mosby Elsevier; 2007.

ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

  • Encontre um médicoindicado por outras pessoas

    em

  • Indique um médicoe ajude outras pessoas

    Estado
    Qual o nome do seu médico?

Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Encontre médicos de confiança indicados por outras pessoas

buscar médicos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pergunte ao Especialista sobre
coceira vaginal

Sua dúvida respondida por Especialistas Minha Vida perguntar
OFERECIMENTO
+ perguntas

PUBLICIDADE

Descubra o seu Peso ideal Saiba se seu peso atual e sua meta de
peso
são saudáveis.
ex: 75,5kg / 1,70m
 

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X