Dor de ouvido

Visão Geral

O que é Dor de ouvido?

Dor de ouvido é mais comum em crianças do que em adultos. A dor de ouvido pode ser constante ou pode ir e vir. Ele pode surgir como uma sensação de queimação, uma dor afiada ou maçante. A dor de ouvido pode afetar ambas as orelhas de uma vez ou apenas um ouvido.

Você sabe cuidar da saúde do seu ouvido?

Causas

Assim como a manifestação da dor de dor de ouvido afeta as pessoas de maneiras diferentes, há uma variedade de causas para o sintoma. Alguns deles afetam a própria orelha, outros são de condições que afetam áreas próximas aos ouvidos.

As razões mais comuns para a dor de ouvido incluem:

  • Algum fluído que se instalou dentro do canal auditivo, como água ou cosméticos
  • Infecção do canal auditivo fora do tímpano (otite externa)
  • Um furúnculo ou folículo piloso infectado no canal auditivo
  • Artrite da mandíbula
  • Barotrauma, causada por variações de pressão
  • Eczema no canal do ouvido (dermatite seborreica)
  • Lesão no canal auditivo a partir de objetos, como cotonetes ou objetos pontiagudos
  • Bloqueios na orelha causado por placas de cera ou objetos empurrados pelo canal auditivo
  • Infecções de garganta (incluindo amigdalite) e resfriados
  • Alergias no trato respiratório, ou infecções como rinossinusite
  • Dor ocasionada por problemas na mandíbula como a disfunção da articulação temporomandibular
  • Abscesso dental na boca ou outras causas de dor de dente, tais como nascimento dos dentes do siso (terceiro molar)
  • A neuralgia do trigêmeo (dor decorrente de alterações no nervo trigêmeo)
  • Dor por problemas como inflamação do nervo facial.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Procure um médico urgente se o seu filho desenvolve uma rigidez do pescoço, parece muito cansado ou irritado. Outros sinais de alerta incluem:

  • Vertigem
  • Dor de cabeça muito forte
  • Inchaço ao redor do ouvido
  • Fraqueza nos músculos faciais
  • Dor muito forte que para de repente pode ser um sinal de tímpano rompido.

Além da dor, outras pistas podem indicar que uma criança ou bebê está com dor de ouvido:

  • Bebês que aparentam mais irritados que o normal
  • Crianças que puxam ou esfregam o ouvido
  • Febre
  • Perda de apetite
  • Problemas para iniciar o sono ou dormir a noite inteira
  • Tosse e nariz entupido
  • Audição prejudicada
  • Problemas de equilíbrio.

Se os sintomas (dor, febre ou irritabilidade) piorarem ou não apresentarem melhoras em um período de 24 a 48 horas, procure um médico.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar uma dor de ouvido são:

  • Clínico geral
  • Otorrinolaringologista
  • Pediatra.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quais são os sinais ou sintomas que você tem observado?
  • Quando os sintomas começam?
  • Existe dor de ouvido? Como você descreveria a dor: leve, moderada ou grave?
  • Você já observou possíveis sinais de dor em seu bebê ou criança pequena, como puxões de orelha, dificuldade em dormir ou irritabilidade incomum?
  • O seu filho teve febre?
  • Houve algum corrimento na orelha? É o corrimento claro, turvo ou com sangue?
  • Você já observou alguma deficiência auditiva? O seu filho responde aos sons? Ele pergunta "O quê?" com frequência?
  • O seu filho recentemente teve um resfriado, gripe ou outros sintomas respiratórios?
  • O seu filho tem alergias sazonais?
  • O seu filho teve uma infecção no ouvido no passado? Quando?
  • É o seu filho alérgico a algum medicamento, como a penicilina?

Diagnóstico de Dor de ouvido

O médico vai analisar o ouvido usando um instrumento chamado otoscópio. Um tímpano saudável é de coloração perolácea (cor de pérola). Se uma infecção no ouvido está presente o tímpano pode estar inflamado, inchado ou vermelho.

Se houver qualquer dúvida sobre o diagnóstico, podem ser necessários mais testes, dependendo do que o médico vê:

  • Timpanometria
  • Reflectometria de pulso acústico
  • Timpanocentese.

Se há sinal de infecções de ouvido persistentes ou acúmulo de líquido persistente no ouvido médio, o médico pode encaminhá-lo para um especialista em audição (fonoaudiólogo) ou terapeuta de desenvolvimento para testes de audição, habilidades de fala, compreensão da linguagem ou habilidades de desenvolvimento.

Fontes e referências

  • Revisado por: Bruno Loredo, otorrinolaringologia e cirurgião craniomaxilofacial do Hospital Santa Luzia, em Brasília - CRM DF 19501
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não

Mais Sobre

carregando...

Mais sobre

  • já ajudou pessoas