Dor no pênis

Visão Geral

O que é Dor no pênis?

Dor no pênis é qualquer desconforto, incômodo, sensação de queimação e afins que acometem o órgão genital masculino.

Causas

Podemos classificar as condições capazes de afetar o pênis em quatro grandes grupos. Veja:

Problemas de ereção ou ejaculação

Problemas desta natureza incluem a incapacidade de o homem obter ou manter uma ereção firme tempo suficiente para uma relação sexual considerada “satisfatória”. Mais raramente, podem incluir, também, uma ereção persistente e geralmente dolorosa que não é causada por estimulação sexual ou excitação. Dificuldade ou impossibilidade de ejacular, ejacular antes do tempo ou até mesmo demorar muito tempo para atingir o orgasmo também são alguns exemplos de problemas que homens podem enfrentar e que geralmente causam dor no pênis.

Doenças sexualmente transmissíveis (DSTs)

Várias infecções sexualmente transmissíveis podem afetar o pênis, geralmente em decorrência da relação sexual desprotegida. Sinais e sintomas comuns destes problemas podem incluir dor ao urinar, corrimento e feridas ou bolhas no pênis ou na área genital.

Problemas com o prepúcio

O prepúcio é a pele que cobre a glande do pênis. Problemas no prepúcio podem levar a algumas condições específicas no pênis, causando a sensação de dor também. Tanto o excesso quanto a ausência de prepúcio podem ameaçar a saúde do pênis, a depender sempre dos hábitos de higiene do homem.

  • Fimose
  • Parafimose
  • Balanopostite

Outras doenças e condições

Infecções causadas por fungos e bactérias, inflamações e até mesmo o câncer podem estar entre as muitas doenças e condições diferentes das supracitadas capazes de provocar dores na região do pênis.

Fatores de risco

Vários fatores de risco podem afetar a saúde do pênis e levar a um quadro de dor no órgão genital. Confira:

Sexo desprotegido

Relações sexuais desprotegidas, ou seja, sem o uso de preservativos podem levar ao surgimento de doenças sexualmente transmissíveis (DST) e, consequentemente, à dor na região do pênis.

Doenças cardíacas e diabetes

A diminuição do fluxo sanguíneo causado por diabetes e aterosclerose está diretamente relacionada à disfunção erétil.

Medicamentos e terapias

Certos medicamentos e tratamentos podem afetar a sua saúde do pênis também. A remoção cirúrgica da glândula da próstata (prostatectomia radical) e do tecido circundante como tratamento para o câncer de próstata podem provocar incontinência urinária e disfunção erétil.

Cigarro

Fumar duplica o risco de disfunção erétil.

Hormônios

Desequilíbrios hormonais, tais como deficiência de testosterona ou abundância do hormônio prolactina, têm sido associados à disfunção erétil.

Problemas psicológicos

A depressão pode causar perda de libido. Da mesma forma, quando um homem tem um problema de ereção, ele pode ficar preocupado que isso ocorra novamente, o que lhe causa sentimentos de ansiedade e nervosismo. Isso pode agravar o problema e levar à impotência sexual. Trauma, tais como o abuso de crianças, também pode levar à dor associada ao sexo.

Condições neurológicas

Derrame (AVC), lesões da medula espinhal e das costas, esclerose múltipla e demência podem afetar a transferência de impulsos nervosos do cérebro para o pênis, causando disfunção erétil.

Envelhecimento

Os níveis de testosterona normalmente caem com a idade. Isso pode levar a uma diminuição do interesse sexual, à necessidade de mais estímulo para alcançar e manter uma ereção, ejaculação menos vigorosa e a necessidade de mais tempo para poder atingir a ereção.

Piercings

A perfuração do pênis pode causar infecções de pele e, posteriormente, a dor no pênis.

Envergadura

Dependendo da envergadura do pênis, principalmente se ele for torto, as chances de fratura peniana aumentam – embora, ainda assim, isso seja muito raro.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Procure ajuda médica se observar algum dos seguintes sintomas:

  • Ereção que não cede (priapismo) é sinal de emergência médica e precisa de atendimento especializado imediato
  • Dor no pênis que dura mais de quatro horas
  • Dor no pênis com outros sintomas inexplicáveis.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar uma dor no pênis são:

  • Clínico geral
  • Urologista
  • Psiquiatra
  • Psicólogo
  • Neurologista
  • Cardiologista
  • Infectologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando a dor no pênis começou?
  • Qual a frequência da dor? Ela é ocasional?
  • Você costuma ter uma ereção dolorosa?
  • Você sente dor quando o pênis não está ereto?
  • A dor é em todo o pênis ou somente em uma parte?
  • Você teve alguma ferida aberta recentemente?
  • Você sofreu alguma lesão na área recentemente?
  • Você corre o risco de ter alguma doença sexualmente transmissível?
  • Você foi exposto a alguma doença sexualmente transmissível recentemente?
  • Que outros sintomas você tem?

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Sociedade Brasileira de Urologia
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não