PUBLICIDADE

Enxaqueca com Aura: sintomas, tratamentos e causas

O que é Enxaqueca com Aura?

A enxaqueca com aura é uma doença neurológica que se manifesta por crises de enxaqueca precedidas de sintomas visuais ou sensitivos. Cerca de 20% das pessoas com enxaqueca apresentam aura. O nome aura refere-se justamente às sensações que você observa um pouco antes da dor de cabeça começar. Esses sintomas iniciais são também chamados de um pródromo. A aura pode durar poucos minutos ou até uma hora, seguidos da dor de cabeça muito forte.

PUBLICIDADE

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Enxaqueca com aura

Causas

Os cientistas não têm certeza do que causa a enxaqueca com aura. Sabe-se que frente a determinadas situações o cérebro para de funcionar em um ponto e em outros, diminuição da atividade elétrica. Esse fenômeno é chamado de depressão alastrante cortical, e acontece quando os neurônios iniciam uma atividade disparada, gastando muita energia e demandando muito fluxo sanguíneo. No momento seguinte, quando a atividade cerebral para, os neurônios precisam de sangue. Essa sequência de intenso funcionamento de alguns pontos do córtex cerebral, seguido de baixa atividade, podem causar a aura em si, já que o alto e baixo fluxo sanguíneo cerebral pode causar como efeito colateral os sintomas físicos e sensitivos comuns na exaqueca com aura. A dor de cabeça sentida pelos pacientes também não possui uma explicação certa, mas acredita-se que pelo menos duas substâncias químicas do cérebro - a serotonina e a dopamina - desempenhem um papel determinante no aparecimento da enxaqueca com aura e da cefaleia como um todo. Outra teoria envolve os vasos sanguíneos do cérebro, que contraírem em demasia ocasionam a enxaqueca. No geral, a enxaqueca com aura acontece por predisposição genética, mas existem vários fatores desencadeantes:

1. Alimentos e bebidas

2. Hábitos alimentares e sono

3. Variações bruscas de temperatura e umidade do ar

4. Fatores hormonais, emocionais e estresse

No entanto, algumas pessoas não possuem qualquer desencadeante específico para a enxaqueca com aura. Mas seja qual for a causa, a boa notícia é que a enxaqueca com aura não é fatal.

Sintomas de Enxaqueca com Aura

A manifestação mais comum da enxaqueca com aura é a chamada aura visual, que pode se apresentar como flashes de luz, manchas escuras em forma de mosaico ou imagens brilhantes em ziguezague - como quando estamos andando em uma estrada e vemos aquele ziguezague de calor que emana do chão. Em outros casos, a enxaqueca com aura pode se manifestar como dormências ou formigamentos em apenas um lado do corpo - dependendo da gravidade da enxaqueca com aura, a pessoa pode começar com um formigamento em uma das mãos e ele se espalhar por todo o lado do corpo, chegando a adormecer apenas metade da língua. No entanto, essas manifestações sensitivas da enxaqueca com aura são mais raras. Geralmente, a aura começa cerca de 30 minutos antes da enxaqueca, podendo persistir ou não depois que a dor começa.

A dor de cabeça é considerada o sintoma comum a todos os tipos de enxaqueca - embora algumas crianças experimentem a aura sem dor de cabeça. A dor da enxaqueca com aura ocorre geralmente na parte frontal da cabeça, de um ou ambos os lados das têmporas. Ela pode ser estável ou pulsátil. A dor de cabeça da enxaqueca com aura pode durar de quatro a 72 horas.

Outros sintomas da enxaqueca com aura incluem:

Pacientes que tem enxaqueca com aura podem sentir alguns sintomas mesmo depois de cessada a dor de cabeça. Eles podem incluir:

Diagnóstico de Enxaqueca com Aura

O diagnóstico de enxaqueca com aura é basicamente clínico. O médico neurologista fará perguntas como:

Seu médico pode querer ter certeza de que não existem outras causas para sua enxaqueca com aura. Assim, é provável que ele faça exames físicos e neurológicos. Além disso, o médico irá perguntar sobre seu histórico familiar, incluindo questões como:

Seu médico também pode solicitar os seguintes exames:

Tratamento de Enxaqueca com Aura

Antes de iniciar o tratamento para enxaqueca com aura, é necessário saber se o diagnóstico está correto e qual o fator desencadeante da enxaqueca com aura. No geral, o melhor é evitar esses desencadeantes e tomar o medicamento indicado pelo médico quando uma crise aparecer. Os medicamentos para enxaqueca com aura incluem neuromoduladores, betabloqueadores, antidepressivos, derivados da ergotamina, anti-histamínicos e anticonvulsivantes. A indicação, no entanto, dependerá de cada caso.

Complicações possíveis

Enxaqueca com aura é uma doença muito benigna, quando feito o diagnóstico correto. A complicação maior da enxaqueca com aura e da enxaqueca comum é que ela aumenta o risco de infarto. A enxaqueca com aura também pode se tornar mais frequente com o tempo, se tornando quase diária.

Mulheres abaixo dos 35 anos que usam anticoncepcionais e possuem enxaqueca com aura não devem fumar, ou então cessar o uso do anticoncepcional. Isso porque essa combinação pode fazer com que a enxaqueca com aura se torne crônica.

Convivendo/ Prognóstico

Durante uma crise de enxaqueca com aura, siga essas recomendações:

Prevenção

Além dos medicamentos para enxaqueca com aura e cuidados no momento da crise, você pode adotar alguns hábitos que ajudam a prevenir a enxaqueca com aura: