Eritema infeccioso: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Eritema infeccioso?

Sinônimos: parvovirose

Eritema infeccioso é uma doença causada pelo vírus parvovirus B19. Também chamada de parvovirose, ela afeta principalmente crianças e o principal sintoma são erupções vermelhas nos braços, pernas e rosto. Essa doença pode ser grave em casos de gravidez ou pessoas com um sistema imunológico comprometido.

PUBLICIDADE

Causas

O parvovírus B19 humano provoca eritema infeccioso. A doença já é contagiosa uma semana antes das erupções aparecerem. No entanto, uma vez que a doença se manifesta, a doença deixa de ser contagiosa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Sintomas

Sintomas de Eritema infeccioso

A maioria das pessoas com eritema infeccioso não têm sintomas. Entretanto, os primeiros sinais de eritema infeccioso em crianças podem incluir:

  • Garganta inflamada
  • Febre baixa
  • Dor de estômago
  • Dor de cabeça
  • Fadiga
  • Coceira

Vários dias após o aparecimento dos primeiros sintomas, pode aparecer uma mancha avermelhada em ambas as faces da criança. Eventualmente, ela pode se estender para os braços, tronco, coxas e nádegas. A coloração das manchas é rosada ou avermelhada e com um ligeiro relevo.

A erupção pode ir e vir por até três semanas, tornando-se mais visível quando uma criança é exposta a temperaturas extremas ou passa o tempo no sol. Perto do final da doença também pode haver coceira.

Eritema infeccioso em adultos

Adultos não costumam desenvolver as erupções e manchas no rosto. Em vez disso, o sintoma mais importante do eritema infeccioso em adultos é a dor nas articulações, que pode durar dias ou semanas. As articulações mais comumente afetadas são as mãos, pulsos, joelhos e tornozelos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Na maioria dos casos não é necessário procurar um médico para diagnosticar e tratar eritema infeccioso. Mas se você ou o seu filho tem uma condição subjacente que pode aumentar o risco de complicações, é importante marcar uma consulta. Essas condições incluem:

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar eritema infecioso são:

  • Clínico geral
  • Pediatra
  • Dermatologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando os sintomas começaram?
  • Você ou seu filho entraram em contato com uma pessoa que estava com eritema infecioso?
  • Alguma coisa parece piorar os sintomas?
  • Alguma coisa parece melhorar os sintomas?
  • Você ou seu filho tem alguma outra condição de saúde? Quais medicamentos são ministrados regularmente?
  • Você pode estar grávida?

Não hesite em fazer perguntas, caso elas ocorram no momento da consulta.

Diagnóstico de Eritema infeccioso

Muitas vezes, o eritema infecioso pode ser diagnosticado só com a análise da erupção cutânea. Se você ou seu filho possuem condições que aumentam a gravidade da doença, podem ser feitos outros testes para avaliar os riscos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Eritema infeccioso

Na maioria dos casos não é necessário qualquer tratamento para eritema infecioso. Se há dor nas articulações ou dor de cabeça, por exemplo, podem ser usados analgésicos conforme os sintomas aparecerem. Caso contrário, é necessário apenas esperar o corpo combater o vírus, o que normalmente leva de uma a três semanas.

Repouso e ingestão de líquidos são ações que facilitam o processo de cura. As crianças muitas vezes podem voltar para a escola quando as erupções cutâneas acontecem, pois já não são mais contagiosas nesse ponto.

Após contrair o parvovírus uma vez, a pessoa se torna imune à doença.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

O eritema infeccioso não causa grandes complicações em pessoas saudáveis. No entanto, pessoas com anemia estão em maior risco, uma vez que o eritema infecioso reduz a produção de glóbulos vermelhos. Dessa forma, pessoas com anemia, principalmente a falciforme, devem buscar ajuda médica assim que percebem os primeiros sintomas ou são expostas a doença.

O eritema infeccioso também pode prejudicar bebês em gestação, causando anemia no feto e aumentando o risco de morte. Por isso é perigoso contrair a doença durante a gravidez. Se necessário, o médico pode oferecer uma transfusão de sangue para ajudar a proteger o bebê.

Expectativas

Para os pacientes mais saudáveis, o eritema infecioso não tem consequências a longo prazo. No entanto, se o sistema imunológico está enfraquecido, é provável que sejam necessários cuidados médicos para evitar complicações.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Prevenção

Prevenção

Não há vacina para eritema infeccioso. Como é uma doença transmitida pelo ar e através de fluidos corporais, é Importante lavar suas mãos e as da criança com frequência pode ajudar a diminuir as chances de infecção. Além disso, é importante evitar o contato com crianças e adultos infectados pelo menos até que ocorram as erupções cutâneas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Fontes e referências

  • USA National Center for Immunization and Respiratory Diseases
  • Centers for Disease Control and Prevention
  • Clínica Mayo