Gases

Visão Geral

O que é Gases?

Sinônimos: flatulência (flato)

Chamamos de gases (ou flatos) o ar que se acumula no sistema digestivo e que pode ser liberado através do ânus. Normalmente os gases não representam nenhuma preocupação para a saúde, mas por vezes eles podem causar desconforto ou dores fortes ou no abdômen e tórax.

Estima-se que um homem libere entre 14 e 25 gases por dia, enquanto uma mulher de 7 a 12 no mesmo período. Se a pessoa libera mais gases do que essa média durante o dia, ela pode ter uma flatulência excessiva, que pode ser ocasionada por vários fatores.

Causas

São diversas as causas da flatulência, ou gases, em excesso. Entre elas:

Você sofre com gases? - SAIBA MAIS
8 de 15
  • Fazer uso de gomas de mascar
  • Fumar
  • Falar muito durante as refeições
  • Ter a mania de morder objetos, como a tampa da caneta, ou mantê-los na boca
  • Tomar bebidas gaseificadas
  • Comer muito rapidamente.

Alimentos chamados fermentativos como o feijão, repolho, brócolis, couve-flor, uvas passas, ameixas secas, lentilhas, cebola e maçãs podem levar mais tempo para serem digeridos, aumentando a quantidade de gases que a pessoa libera durante a digestão. Por causa deste longo tempo, os gases também podem ter um cheiro desagradável.

Alimentos que não são absorvidos, ou seja, que passam do intestino ao cólon sem serem digeridos, também podem ocasionar gases. Isso porque no cólon há uma série de bactérias que fermentam esses alimentos não digeridos e liberam gases enquanto fazem isso.

Se a dieta é equilibrada e não contém grande quantidade de carboidratos ou açúcares, e a pessoa ainda apresenta flatulência excessiva, o sintoma pode estar ligado a outras condições médicas, tais como:

Fatores de risco

Está mais propenso a desenvolver problema de gases quem:

  • Toma bebidas gaseificadas regularmente
  • É intolerante à lactose ou glúten
  • Tem uma dieta rica em frutas, legumes, vegetais e grãos
  • Tem problemas intestinais crônicos.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Se a pessoa está eliminando gases mais vezes do que o normal, ou apresenta dores frequentes devidas ao sintoma, ela deve procurar ajuda médica.

Outros fatores que, combinados com a presença dos gases, requerem contatar o médico são:

  • Dor abdominal prolongada
  • Sangue nas fezes
  • Mudanças na cor, textura ou na frequência em que se evacua
  • Dores no peito
  • Perda de peso não intencional
  • Náusea ou vômitos recorrentes.

Caso os gases sejam tão frequentes que interfiram na qualidade de vida do paciente, é importante falar sobre o sintoma com o médico clínico geral, pois existem tratamentos que podem minimizar o problema.

Na consulta médica

Na consulta médica pode ser interessante o paciente levar um diário alimentar dos últimos dez ou 15 dias, incluindo horários e quantidade dos alimentos que ingeriu, além dos horários em que teve sintomas. Isso pode ajudar o médico a determinar se o excesso de gases está ligado à alimentação do paciente ou não.

Se for constatado problemas na alimentação, pode ser recomendado que ele marque uma consulta com um nutricionista para receber as orientações mais indicadas para a sua alimentação. Essas orientações devem levar em conta os gostos e estilo de vida do paciente.

Caso haja a suspeita de algum problema digestivo, o clínico geral pode passar o caso para um gastroenterologista para melhor investigação.

Tratamento e Cuidados

Medicamentos para Gases

Os gases podem ter diversas causas, de modo que o tratamento varia de acordo com o diagnóstico estabelecido pelo médico. Por isso, somente um especialista capacitado pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Os medicamentos mais comuns no tratamento de gases são:

Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Prevenção

Prevenção

Não há uma forma efetiva para prevenir todos os tipos de gases, até porque é uma condição normal que faz parte da digestão. Contudo, ter uma dieta equilibrada, realizar exercícios físicos regulares, tratar da constipação, não ingerir bebidas gaseificadas e não utilizar gomas de mascar pode ajudar.

Fontes e referências

  • Revisado por: Maira Marzinotto, gastroenterologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo (CRM-SP 124994)
  • Clínica Mayo
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não