Ginecomastia

Visão Geral

O que é Ginecomastia?

Ginecomastia é o crescimento de mamas de tamanho fora do normal em homens. Ao contrário do que muitos podem pensar, este problema deve-se ao excesso de tecido mamário e não ao excesso de gordura.

Causas

A ginecomastia pode ocorrer em pessoas de todas as idades. Em recém-nascidos, a causa mais comum costuma ser uma reação ao contato com o estrogênio da mãe durante a gestação. Nesses casos, a ginecomastia costuma se resolver rapidamente.

Em adolescentes, o problema costuma acontecer por volta dos 14 anos de idade e pode afetar tanto apenas uma quanto as duas mamas. Nesses casos, a ginecomastia se deve a um aumento tardio na quantidade de testosterona nos meninos em relação à quantidade de estrogênio que é bastante comum durante a puberdade.

Quando o problema afeta adultos mais velhos, ele pode estar diretamente relacionado à queda nos níveis de testosterona no organismo.

O índice de testosterona também pode cair como resultado de outras condições de saúde e situações, como:

  • Quimioterapia, muito comum para tratar câncer
  • Doença hepática crônica
  • Exposição a hormônios esteroides anabolizantes
  • Exposição ao estrogênio
  • Insuficiência renal
  • Falta de testosterona no organismo
  • Tratamento hormonal para câncer de próstata
  • Tratamento com radiação nos testículos
  • Efeitos colaterais de algumas medicações
  • Defeitos congênitos
  • Hipertireoidismo
  • Tumores
  • Câncer de mama, apesar de a doença ser extremamente rara em homens.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Ginecomastia

O aumento das mamas em homens pode ser extremamente constrangedor, especialmente para adolescentes. A boa notícia é que existe tratamento para o problema. Ele pode ser feito tanto por terapia hormonal, que bloqueia o efeito do estrogênio, como por meio de uma intervenção cirúrgica que reduz o tamanho da mama.

Se a ginecomastia for causada por uma condição subjacente, esta deverá ser tratada.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Consulte um médico se você ou seu filho estiver com as mamas maiores do que o normal, principalmente se este aumento vier acompanhado de dor ou inchaço ou qualquer outro sintoma.

Especialistas que podem diagnosticar uma ginecomastia são:

  • Clínico geral
  • Mastologista
  • Pediatra
  • Hebiatra
  • Urologista
  • Dermatologista
  • Endocrinologista
  • Psiquiatra
  • Psicólogo.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar uma ginecomastia são:

  • Clínico geral
  • Mastologista
  • Pediatra
  • Hebiatra
  • Urologista
  • Dermatologista
  • Endocrinologista
  • Psiquiatra
  • Psicólogo.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando você notou o crescimento das mamas?
  • O aumento das mamas é progressivo?
  • O problema envolve as duas mamas?
  • Você já foi diagnosticado com alguma outra condição médica? Qual?
  • Você faz uso de algum medicamento? Qual?
  • Você notou o surgimento de outros sintomas? Quais?
  • Qual a intensidade dos seus sintomas?

O aumento das mamas em homens pode ser extremamente constrangedor, especialmente para adolescentes. A boa notícia é que existe tratamento para o problema. Ele pode ser feito tanto por terapia hormonal, que bloqueia o efeito do estrogênio, como por meio de uma intervenção cirúrgica que reduz o tamanho da mama.

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
  • Mayo Clinic
  • American Society of Plastic Surgeons
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não