Hipocalemia: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Hipocalemia?

Sinônimos: baixo potássio no sangue, potássio baixo

Hipocalemia é o nome que se dá à quantidade baixa de potássio presente na corrente sanguínea. O potássio é um eletrólito fundamental para o funcionamento adequado das células nervosas e dos músculos, especialmente as células do músculo cardíaco.

PUBLICIDADE

Normalmente, o nível de potássio no sangue é de 3,6 a 5,2 mmol/L. Abaixo de 3,5 mmol/L o diagnóstico é positivo para Hipocalemia. No entanto, quando o nível de potássio está muito baixo, inferior a 2,5 mmol/L, a pessoa requer atendimento médico urgente, pois sua vida pode estar em risco.

Causas

A hipocalemia pode ter várias causas. A causa mais comum é a perda excessiva de potássio na urina, causada pelo uso de medicamentos diuréticos. Vômitos e diarreia também podem levar à baixa quantidade de potássio no sangue a partir do trato digestivo. Hipocalemia dificilmente é resultado de uma dieta pobre em potássio, mas pode acontecer.

Entre as possíveis causas da perda de potássio que levam a um quadro de hipocalemia estão:

Sintomas de Hipocalemia

Geralmente, uma pequena queda na quantidade de potássio na corrente sanguínea não apresenta sintomas. Entretanto, quando essa baixa é muito grande, pode até colocar a vida da pessoa em risco.

Os principais sintomas de hipocalemia incluem:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Os sintomas de hipocalemia são muito parecidos com os sintomas de muitas outras doenças, principalmente porque incluem vômito e diarreia. Por isso, se você apresentar perda de líquido em geral procure um médico.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar hipocalemia são:

  • Clínico geral
  • Gastroenterologista
  • Proctologista
  • Urologista
  • Cardiologista
  • Reumatologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quais são seus sintomas?
  • Quando seus sintomas surgiram pela primeira vez?
  • Qual a intensidade de seus sintomas?
  • Qual a frequência de seus sintomas?
  • Você teve vômito ou diarreia em excesso recentemente?
  • Você perdeu peso recentemente?
  • Como é sua dieta?
  • Você costuma comer alimentos ricos em potássio?
  • Você tem algum problema cardíaco ou pulmonar?
  • Você já foi diagnosticado com alguma outra condição de saúde recentemente? Qual? Está fazendo tratamento?

Diagnóstico de Hipocalemia

Primeiramente, o médico solicitará um exame de sangue para analisar a quantidade de potássio presente na corrente sanguínea. Às vezes, só este exame basta para confirmar o diagnóstico de hipocalemia. No entanto, a hipocalemia pode ser um sintoma de algum problema mais grave, por isso outros exames podem ser necessários, como:

  • Gasometria arterial
  • Painel metabólico básico ou abrangente
  • Eletrocardiograma (ECG)
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Hipocalemia

Um caso simples de hipocalemia pode ser tratado por suplementos de potássio, administrados oralmente. Casos mais graves podem necessitar que o potássio seja ministrado diretamente na veia.

Em outros casos, cortar o uso de diurético ou alterar a medicação pode resolver o problema. Somente o médico pode interromper o uso de um medicamento.

Se a baixa quantidade de potássio for resultado de outro problema, o tratamento também dependerá da causa subjacente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

Casos graves podem evoluir para uma paralisia, colocando o paciente em risco de vida. A hipocalemia também pode causar batimento cardíaco irregular, colocando a vida do paciente em perigo. No decorrer do tempo, a falta de potássio no organismo pode causar diversos danos aos rins (nefropatia hipocalêmica).

Expectativas

Em geral, o tratamento de hipocalemia via ingestão de suplementos de potássio costuma resolver o problema. Em casos mais graves, sem o tratamento adequado, uma queda drástica nos níveis de potássio pode causar problemas cardíacos graves, que podem ser fatais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Prevenção

Prevenção

O uso cuidadoso de diuréticos pode ajudar a prevenir hipocalemia. Se este for um problema decorrente de outro, a prevenção também depende da causa subjacente à baixa quantidade de potássio na corrente sanguínea.

Uma alimentação rica em potássio também é uma boa alternativa para ajudar a prevenir hipocalemia. Veja o que você pode incluir em sua dieta:

  • Abacate
  • Banana
  • Cereais
  • Cenoura
  • Figo seco
  • Kiwi
  • Leite
  • Laranja
  • Manteiga de amendoim
  • Ervilhas e feijões
  • Algas marinhas
  • Espinafre
  • Tomates
  • Germe de trigo
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular