Pele com cor azulada

Visão Geral

O que é Pele com cor azulada?

A pele com cor azulada, ou cianose, é um sinal ou um sintoma que pode ser notado pela coloração azul-arroxeada da pele, embaixo das unhas ou nas mucosas. A cianose ocorre devido à má oxigenação do sangue arterial. É um sintoma de insuficiência circulatória, doença pulmonar ou intoxicação por gases tóxicos, sendo comum ocorrer em regiões de grandes altitudes e em temperaturas muito frias.

O que caracteriza a pele com cor azulada é a deficiência de oxigenação da célula sanguínea. O sangue que circula no nosso corpo está sob duas formas: o venoso e o arterial. O primeiro tem uma cor mais escura, é o que corre pelas veias até o pulmão. No pulmão, a hemoglobina do sangue perde o gás carbônico e recebe oxigênio. Com essa troca, ele se transforma de sangue venoso em sangue arterial, que é um sangue de cor mais viva, bem vermelho, e que tem a função de levar oxigênio dos pulmões para todo o corpo. Quando essa oxigenação está insuficiente, aparece a cianose.

Além da pele com cor azulada, às vezes, a pessoa pode sentir dores, tonturas e até mesmo desmaiar, dependendo das causas do problema.. Em outras ocasiões, ela é só um sinal físico e a pessoa nada sente.

Falta de ar ou dificuldade intensa para respirar, dor que piora com exposição ao frio, sonolência, confusão mental, tosse com febre e expectoração escura podem estar associadas com a causa da cianose.

Tipos

Existem três tipos de cianose, a doença da pele de cor azulada:

  • Central: quando o sangue já chega desoxigenado
  • Periférica: quando ocorre desoxigenação em excesso pelos tecidos periféricos, podendo ser tanto generalizada como local
  • Mista: a associação dos mecanismos da cianose central com a periférica.

Causas

As principais causas da pele de cor azulada são:

Doenças cardíacas

  • Insuficiência cardíaca
  • Defeitos cardíacos presentes no nascimento (congênito) ou parada do coração.

Doenças pulmonares

Outras causas

  • Overdose de drogas (narcóticos, benzodiazepinas, sedativos)
  • Exposição a ar ou água fria
  • Toxinas, como o cianeto
  • Afogamento
  • Baixo teor de oxigênio no ar inspirado.

Exemplo de baixos teores de oxigênio no ar inspirado é a pele de cor azulada que surge nas alturas. Aos 5.400 metros de altura, a oferta de oxigênio para o sangue é somente a metade da que é oferecida ao nível do mar. Portanto, quanto mais no alto estivermos, menor a saturação da hemoglobina e, quanto mais nos aproximarmos do nível do mar, maior será a oferta de oxigênio. Essa é a razão pela qual os alpinistas de grandes alturas só conseguem fazer esforço recebendo um suplemento de oxigênio.

A pele de cor azulada é sempre causada por um déficit de oxigenação do sangue e um acúmulo consequente de gás carbônico.

O problema visto apenas em uma parte do corpo pode ser causado por um coágulo sanguíneo que bloqueia o suprimento de sangue para uma perna, pé, mão ou braço.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Dependendo da causa, a pele com cor azulada pode se desenvolver subitamente, junto com falta de ar e outros sintomas. Cianose associada à dispneia, início abrupto, dor intensa em membro, congestão pulmonar e dor no peito deve ser um caso de consulta de urgência em pronto atendimento.

Pele com cor azulada por exposição prolongada ao frio deve-se aquecer as extremidades. Porém, o mais indicado e seguro é, com o aparecimento do sintoma, consultar o médico para anamnese e exame clínico detalhado para determinar a causa do sintoma e através de orientação médica conduzir cada caso.

Diagnóstico de Pele com cor azulada

O diagnóstico da pele com cor azulada é dividido nas seguintes etapas:

História clínica detalhada

Inicialmente, o médico terá uma história clínica detalhada, irá perguntar sobre quando a coloração azul começou a ser desenvolvida e se apareceu de repente ou se piorou ao longo do tempo. Perguntará ainda se lábios, unhas e língua ficam azuis e quando isso acontece, sobre exposição repentina ao frio ou a uma altitude elevada, sobre qualquer manuseio com agrotóxicos ou venenos ou qualquer ingestão de medicamentos, sobre sintomas como dificuldade de respiração, inchaço no tornozelo, febre, tosse, dor no peito etc.

Exame físico

Isso inclui ouvir os sons de respiração e sons do coração. O médico avalia a pressão arterial e a força do pulso. Se o pulso é fraco ou a pressão arterial é baixa, pode haver um choque circulatório. Esse paciente precisa ser imediatamente estabilizado com fluidos e drogas dadas através de injeções na via venosa antes de investigação suplementar à causa da doença. Outras características clínicas incluem febre (em caso de infecções), retardo do crescimento em crianças com doença cardíaca cianótica etc.

Pode haver pressão venosa jugular elevada bem vista no pescoço em pacientes com insuficiência cardíaca.

Exame respiratório

Exame respiratório mostra uma expansão de peito como é visto na asma e bronquite crônica. A percussão pulmonar (um teste especial, usando os dedos que são tocados suavemente sobre o tórax) emite um som maçante em casos de pneumonia e derrame pleural. Há sons de crepitação sobre os pulmões.

Exame cardiovascular

Exame cardiovascular mostra sons cardíacos anormais. Pode haver sopros e outros sons significantes de defeitos cardíacos.

Exames

Os exames usados para diagnóstico da causa da cor da pele azulada são:

  • Gasometria arterial e saturação de oxigênio arterial por oximetria de pulso. Esses testes são realizados para avaliar a quantidade de oxigênio no sangue arterial
  • Hemograma completo para ajudar a detectar características como contagem baixa de glóbulos vermelhos e hemoglobina baixa (anemia) ou alta contagem de glóbulos vermelhos (policitemia) etc. Altas contagens de células brancas do sangue são indicativas de infecções
  • Raio X do tórax pode ser sugerido para detectar patologias pulmonares como derrame pleural
  • Eletrocardiograma é recomendado para detectar anormalidades do ritmo cardíaco.

Fontes e referências

  • Bruno de Lima Naves, angiologista e cirurgião vascular, diretor de publicações da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV) (CRM-MG 13.800)
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não