Sangramento intermenstrual

Visão Geral

O que é Sangramento intermenstrual?

Sangramento intermenstrual é qualquer sangramento vaginal não relacionado com a menstruação normal. Este tipo de sangramento pode incluir manchas de pequenas quantidades de sangue entre os períodos – que podem exigir o uso constante de absorventes.

A menstruação normal ocorre a cada 21 a 35 dias e marca o início de um novo ciclo reprodutivo. Um período menstrual pode durar apenas alguns dias ou mais de uma semana. O fluxo pode ser pesado ou leve e ainda considerado normal. Ciclos tendem a ser mais longos antes dos 20 anos e depois dos 40 anos, e a intensidade também pode mudar com o passar da idade.

O sangramento vaginal é considerado anormal se ocorrer:

  • Quando você não está esperando o período menstrual
  • Quando o fluxo menstrual é mais leve ou mais pesado do que o esperado
  • Em um momento inesperado, como antes de 9 anos de idade, durante a gravidez ou após a menopausa.

Causas

O sangramento intermenstrual tem muitas causas possíveis. Por si só, não indica necessariamente uma condição séria.

Durante a gravidez, um sangramento pode significar complicações graves, como gravidez ectópica ou aborto espontâneo. Nesses casos, sempre se deve procurar ajuda médica.

Outras causas de sangramento intermenstrual incluem:

  • Ovulação, que pode provocar hemorragia no meio do ciclo
  • Síndrome dos ovário policístico
  • Interrupção ou início de pílulas anticoncepcionais
  • O DIU também pode aumentar as chances de sangramento intermenstrual
  • Infecção pélvica dos órgãos genitais (vagina, colo do útero, útero, trompas de Falópio, ou ovários)
  • Doenças sexualmente transmissíveis (DSTs)
  • Estresse
  • Doença inflamatória pélvica.

Outras causas menos comuns de sangramento vaginal anormal que pode ser mais grave incluem:

  • Abuso sexual
  • Um objeto na vagina
  • Miomas uterinos
  • Problemas estruturais, como prolapso uretral ou pólipos
  • Câncer do colo do útero, útero, ovários ou vagina
  • Estresse emocional extremo e exercício excessivo. Mas excesso de exercício mais frequentemente causa a ausência de menstruação (amenorreia)
  • Outras doenças, tais como diabetes ou hipertiroidismo.

Sangramento intenso durante as primeiras semanas após o parto ou após um aborto pode ocorrer porque o útero não se contraiu ao tamanho pré-gestacional ou porque ainda há tecido fetal no útero.

Se você tem 40 anos ou mais de idade, o sangramento intermenstrual pode significar que você está entrando no climatério.

As causas mostradas aqui são comumente associadas a este sintoma. No entanto, é necessário buscar ajuda médica para obter um diagnóstico preciso.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Se você estiver grávida, contate o médico imediatamente se notar sangramento vaginal.

Em geral, sempre que apresentar sangramento vaginal inesperado, marque uma consulta médica. As seguintes situações também são um alerta:

  • Mulheres na pósmenopausa
  • Meninas que não têm quaisquer outros sinais de puberdade ou com menos de oito anos de idade.

As seguintes situações são provavelmente normais, mas você marcar uma consulta médica se quiser:

  • Recémnascidas podem ter algum sangramento vaginal durante o primeiro mês de vida. O sangramento excessivo ou que dura mais tempo deve ser verificado
  • Adolescentes que começaram a ter períodos podem experimentar ciclos irregulares durante os primeiros anos
  • Iniciar o uso de pílulas anticoncepcionais
  • Mulheres no climatério.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar as causas de sangramento intermenstrual são:

  • Clínico geral
  • Ginecologista

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando os sintomas começaram?
  • Quais outros sintomas você tem?
  • Quais medicamentos você toma ou ingeriu recentemente?
  • Como é ou foi esse sangramento? Parecido ou diferente da menstruação normal?
  • O sangramento é constante?
  • Você está na pós-menopausa?
  • Você está grávida ou suspeita de gravidez?

Fontes e referências

  • Fabio Laginha, ginecologista e mastologista, coordenador da Clínica da Mulher do Hospital 9 de Julho, de São Paulo.
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não