Tumor na hipófise

Visão Geral

O que é Tumor na hipófise?

Um tumor pituitário é um crescimento anormal na glândula pituitária, a parte do cérebro que regula o equilíbrio hormonal do organismo.

Causas

A maioria dos tumores pituitários não é cancerosa (benigna). Cerca de 20% das pessoas têm tumores pituitários. No entanto, muitos desses tumores não causam sintomas e nunca são diagnosticados durante a vida do indivíduo.

A glândula pituitária é uma glândula endócrina do tamanho de uma ervilha, localizada na base do cérebro. A pituitária ajuda a controlar a liberação de hormônios de outras glândulas endócrinas, como as glândulas tireoide e suprarrenal. A pituitária também libera hormônios que afetam diretamente os tecidos corporais, como ossos e glândulas mamárias. Esses hormônios incluem:

  • Hormônio adrenocorticotrópico (ACTH)
  • Hormônio do crescimento (GH)
  • Prolactina
  • Hormônio estimulante da tireoide(TSH)

Conforme o tumor cresce, as células da pituitária que liberam hormônios podem ser danificadas, causando hipopituitarismo.

As causas dos tumores pituitários são desconhecidas. Entretanto, algumas são parte de um distúrbio hereditário denominado neoplasia endócrina múltipla I (NEM I).

Outros tipos de tumores que podem ser encontrados na mesma parte do crânio que o tumor pituitário:

  • Craniofaringiomas
  • Cistos
  • Germinomas
  • Tumores que se espalharam a partir de um câncer em outra parte do corpo (tumores metastáticos)

Exames

Seu médico realizará um exame físico. O médico identificará qualquer problema de visão dupla e campo visual, como a perda da visão periférica ou da capacidade de enxergar em determinadas áreas.

Os exames das funções endócrinas incluem:

  • Níveis de cortisol: Teste de supressão de dexametasona
  • Teste de cortisol na urina
  • Níveis de hormônio estimulante dos folículos (FSH)
  • Níveis do fator de crescimento insulínico 1 (IGF-1)
  • Níveis de hormônio luteinizante (LH)
  • Níveis de prolactina sérica
  • Níveis de testosterona/estradiol
  • Níveis de hormônios da tireoide: -Teste de T4 livre
  • Exame TSH

Entre os exames que ajudam a confirmar o diagnóstico, incluem-se:

  • Exame formal do campo de visão
  • RM do crânio

Sinônimos

Tumor - pituitário

Mais sobre Tumor na hipófise

Consulte o médico se desenvolver quaisquer sintomas de um tumor pituitário.

Sintomas

Sintomas de Tumor na hipófise

A maioria dos tumores pituitários produzem uma quantidade excessiva de um ou mais hormônios. Como resultado, podem ocorrer sintomas de uma ou mais das condições abaixo:

Os sintomas causados por pressão de um tumor pituitário maior podem incluir:

  • Dor de cabeça
  • Letargia
  • Secreção nasal
  • Náusea e vômitos
  • Problemas de olfato
  • Perturbações da visão-Visão dupla
  • Pálpebras caídas
  • Perda do campo visual

Raramente, esses sintomas podem ocorrer subitamente e podem ser graves.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Tumor na hipófise

Em geral, tumores pituitários não são cancerígenos e, consequentemente, não se espalham para outras áreas do corpo. No entanto, conforme crescem, eles podem pressionar nervos importantes e vasos sanguíneos.

Normalmente, é necessária cirurgia para remover o tumor, especialmente se o tumor estiver pressionando os nervos ópticos, o que pode causar cegueira.

Na maioria das vezes, os tumores pituitários podem ser removidos pelo nariz e pelos seios. No entanto, alguns tumores não podem ser removidos dessa forma e precisam ser removidos através do crânio (transcraniana).

A radioterapia pode ser utilizada para reduzir o tamanho do tumor, seja juntamente com a cirurgia ou em indivíduos que não podem ser submetidos à cirurgia.

Os medicamentos abaixo podem reduzir determinados tipos de tumores:

  • Bromocriptina ou cabergolina são a terapia de primeira linha para tumores que liberam prolactina. Essas drogas diminuem os níveis de prolactina e reduzem o tumor.
  • Às vezes, octreotida ou pegvisomanto são utilizados para tumores que liberam hormônio do crescimento, especialmente quando a cirurgia não tem probabilidade de resultar em cura.

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

A complicação mais grave é a cegueira. Isso pode ocorrer se o nervo óptico for gravemente danificado.

O tumor ou sua remoção podem causar desequilíbrios hormonais permanentes. Pode ser necessário repor os hormônios afetados.

Expectativas

Se o tumor puder ser removido cirurgicamente, o prognóstico é de satisfatório a bom, dependendo se o tumor será totalmente removido.

Prevenção

Prevenção

Fontes e referências

  • Melmed S, Kleinberg D. Anterior pituitary. In: Kronenberg HM, Melmed S, Polonsky KS, Larsen PR. Williams Textbook of Endocrinology. 11th ed. Philadelphia, PA: Saunders Elsevier; 2008:chap 8.
ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não