Meningite: entenda a doença infecciosa e saiba como detectá-la

POR DANILO SALA - PUBLICADO EM 19/12/2012

Meningite: entenda a doença infecciosa e saiba como detectá-la

Sintomas incluem dor de cabeça, febre, rigidez na nuca e manchas na pele

Meningite: saiba como acontece a doença infecciosa

Em épocas de tempo frio e seco, é comum a incidência de gripes, resfriados. O que muita gente esquece é que o período também é propício para doenças mais graves, como a meningite. Hoje vamos entender como ela é transmitida e saber como é possível identificá-la.

Nosso sistema nervoso central é uma estrutura com uma responsabilidade enorme. Afinal, é ele que comanda todas as atividades do nosso corpo. E por serem órgãos tão delicados, possuem uma proteção natural, uma membrana chamada meninge. Mas, eventualmente, bactérias, vírus ou fungos podem atingi-la, causando uma inflamação. Esta é a meningite.

Embora os sintomas parecidos em todos os tipos, a meningite mais preocupante é causada pela bactéria meningococo. A transmissão pode acontecer pelo convívio próximo com pessoas infectadas, especialmente crianças abaixo dos dois anos de idade.

A detecção do agente infeccioso é feita através de um exame que analisa o líquido que recobre a meninge, extraído da espinha. Só aí é possível direcionar o tratamento. Se for uma bactéria, o antibiótico deve ser logo introduzido. Se for um vírus, bastam os cuidados prescritos para as viroses em geral. Meningite é uma doença séria, por isso, quanto antes for feito o diagnóstico, melhor.

Já para a meningite meningocócica , a prevenção é bem menos efetiva. Por haver vários grupos dessas bactérias, as vacinas existentes não conseguem garantir imunidade a todas elas. O ideal é evitar ambientes abafados onde há aglomeração de pessoas e não usar talheres ou copos usados por outras pessoas.

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.