PUBLICIDADE

Corte até 170 calorias dos alimentos com atitudes simples

Hábitos como diluir o suco natural e tirar a pele do frango emagrecem o cardápio

Muita gente pensa que cortar as calorias do cardápio vale só para quem faz dieta. Puro engano. Quem quer manter o peso e ter uma alimentação saudável também precisa estar atento ao que entra no cardápio. E nem estamos falando de itens como maionese, refrigerante ou biscoito. Até um suco de frutas, rico em açúcar, entra na lista de "pegadinhas". O problema maior são as calorias "escondidas" em certos alimentos, aquelas que você nem percebe que consome, mas que faz uma enorme diferença para a balança e para sua saúde.

Mas segundo a nutricionista Roseli Rossi, da clínica Equilíbrio Nutricional, em São Paulo, muitas calorias são consumidas por simples falta de informação. "Trocar o leite integral pela versão desnatada, preferir alimentos light e até diluir o suco natural são maneiras simples de economizar calorias", conta. Confira abaixo as dicas de uma equipe de profissionais para deixar os alimentos com até 170 calorias a menos. Já pensou na economia que você pode fazer durante um único dia?

Dilua o suco natural

Suco de laranja - Foto Getty Images
Suco de laranja - Foto Getty Images

Por serem naturais, muitas pessoas acreditam que sucos de frutas podem ser consumidos sem qualquer moderação. Mas a realidade é bem diferente. "Em média, um suco com três laranjas contém 200 calorias", explica a nutricionista Roseli. Por isso, ela recomenda diluir a bebida para reduzir o teor calórico. "Se feito com duas laranjas e 100 ml de água, por exemplo, as calorias caem para 140". Outras sugestões é optar por frutas menos calóricas, como a melancia ou o melão, que são ricos em água, ou por sucos de frutas, como o abacaxi ou caju, que levam maior quantidade de água.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Corte os acompanhamentos do café

Café com chantili - Foto Getty Images
Café com chantili - Foto Getty Images

Uma xícara de café puro oferece cerca de duas calorias. Em outras palavras, ele não é uma ameaça à dieta de ninguém. O problema são seus acompanhamentos. Adicionar um envelope de açúcar à bebida aumenta esse valor para 25 calorias. Já uma colher de chantili adiciona outras 50 calorias ao café. "Assim, o mais indicado é fazer uso de adoçantes e ignorar qualquer outro complemento. E para os que não resistem ao bom e velho café com leite, prefira a versão desnatada", aconselha Roberto Navarro.

Controle o óleo usado para refogar alimentos

Legumes na frigideira - Foto Getty Images
Legumes na frigideira - Foto Getty Images

Antes de sair despejando óleo na panela para refogar os alimentos, saiba que cada grama de gordura possui nove calorias, conta a nutricionista Roseli. "Isso significa que com pouco mais de uma colher de sopa, você facilmente acrescenta 90 calorias à comida", diz. Segundo a especialista, o segredo é refogar tudo com água em fogo baixo ou com uma colher de café de margarina sem sal. A refeição continua gostosa e mais saudável.

Dispense os temperos prontos

Tempero pronto - Foto Getty Images
Tempero pronto - Foto Getty Images

Cada colher de sopa de molhos prontos contém, em média, 20 calorias. Considerando, então, que usamos pelo menos duas colheres para temperar os alimentos, a refeição ganha facilmente 40 calorias. Acompanhado delas, ainda, está o sódio. "Cada cubinho apresenta cerca de 2.000 mg de sódio, o que já equivale ao valor mínimo diário recomendado", alerta Roseli Rossi. Prefira, então, temperos naturais de ervas que não chegam a totalizar 5 calorias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tire a pele do frango

Frango assado - Foto Getty Images
Frango assado - Foto Getty Images

"Uma atitude simples, como tirar a pele do frango corta cerca de 70 calorias do seu prato", aponta a nutricionista Amanda Epifanio, do Citen (Centro Integrado de Terapia Nutricional), em São Paulo. Mais importante ainda é a diminuição do teor de colesterol que há na pele das aves. Enquanto um pedaço de frango de 100 g com pele contém 80 mg de colesterol, um pedaço sem oferece 55 mg de colesterol. A especialista alerta, entretanto, que os valores apresentados só valem quando você tira a pele antes do preparo. E se o medo é perder o sabor, aposte em temperos como a salsinha, a hortelã e o alecrim, ou mesmo em caldos naturais, como o de laranja.

Prefira as versões light

Bolo de chocolate - Foto Getty Images
Bolo de chocolate - Foto Getty Images

Com o tempo, criamos o hábito de pegar sempre os mesmos produtos no supermercado. Mas ao lado dos tradicionais, geralmente há uma outra opção do mesmo alimento: a versão light. Para você ter uma ideia de como essa mudança simples faz toda a diferença: uma pacote de pipoca tradicional contém 500 calorias, contra 360 da versão light. Já um potinho de 180 g de iogurte natural conta com 160 calorias, contra 56 da versão light. O mais surpreendente, porém, é o bolo de chocolate. Enquanto que a versão light chega a consideráveis 230 calorias, a versão tradicional conta com 500 calorias.

Escolha o melhor corte da carne

Cortes de carne vermelha - Foto Getty Images
Cortes de carne vermelha - Foto Getty Images

Quanto mais gordurosa a carne, mais calorias ela terá. Assim, tomando por referência uma porção de 100 g, o patinho, a maminha e o músculo da carne de boi contêm, em média, 7 gramas de gordura. O lagarto, o filé mignon e o coxão mole ou duro já apresentam 9 gramas de gordura. Opções como o acém, o contra-filé e o cupim chegam aos 12 g de gordura. Mas as grandes vencedoras são a picanha, com 20 g, a maminha, com 26 g e a costela, com 28 g de gordura. Para entender como isso se reflete nas calorias, a nutricionista Amanda compara a parte magra do filé mignon com a parte magra do bife de alcatra. A diferença em um pedaço de 100 g é de 100 calorias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Experimente assar

Hamburguer - Foto Getty Images
Hamburguer - Foto Getty Images

Você pode estranhar o sabor de início. Mas percebendo a queda no número de calorias da versão frita para a versão assada dos alimentos, certamente irá se tornar um adepto desse modo de preparo. Trocar a batata frita pela assada, por exemplo, corta 60 calorias. Investir na versão assada do hambúrguer, por sua vez, elimina 50 calorias do prato, aponta Amanda Epifanio.