PUBLICIDADE

Sete ciladas de Natal que colocam sua dieta em risco

Panetone e frutas cristalizadas devem ser consumidos com atenção

Dezembro é, sem dúvida, o mês do terror para quem está fazendo dieta. Como se não bastasse o dia da ceia, parece que passamos todo esse período em clima de festa - e as guloseimas não param de saltar aos nossos olhos, seja no supermercado ou na cesta presenteada pela empresa. É comum passar da conta e só perceber o estrago quando começa janeiro e os pontos na balança não pararam de subir. Pensando nisso, conversamos com especialistas que listaram as ciladas que assombram o cardápio em dezembro e ensinam como consumi-las sem prejudicar o emagrecimento ou a alimentação saudável:

Panetone com atenção

Panetone - Foto Getty Images
Panetone - Foto Getty Images

Considerado uma das estrelas do Natal, o panetone pode ser encontrado com diversos recheios. Entretanto, para aqueles que pensam que só os trufados ou com chocolate são os vilões da dieta, aqui vai uma má notícia: qualquer panetone é muito calórico, rico em gorduras e açúcar e precisa ser consumido com moderação. De acordo com a nutricionista Izabella Fratezi, consultora da Galgani Farmácia de Manipulação, em Belo Horizonte, uma fatia de panetone de frutas cristalizadas (80g) tem em média 280 calorias - valor maior que o de uma fatia de pizza de mussarela, por exemplo, que tem 228 calorias. Já o chocotone tem cerca de 330 calorias. "Uma forma de incluí-lo na dieta é substituindo o pão francês no café da manhã, preferindo sempre as versões light, que podem chegar a 210 calorias", diz a especialista.

Maneire nas frutas secas

damascos e ameixas secas - Foto Getty Images
damascos e ameixas secas - Foto Getty Images

Sejam desidratadas ou liofilizadas, as frutas secas são ricas em fibras, vitaminas e sais minerais, funcionando como uma ótima sobremesa ou lanche. "Apesar de serem saudáveis, elas não podem ser consumidas sem moderação, já que têm o açúcar mais concentrado e acabam sendo mais calóricas do que as frutas frescas", diz a nutricionista Thatyana Freitas, da clínica Stesis, em São Paulo. Outro problema das frutas secas é o risco de exagerar, já que elas são pequenas e podem induzir ao consumo excessivo. "O ideal é comer de duas a três unidades por dia, nos lanches ou mesmo como sobremesa."

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Administre as cestas de natal

cesta de natal - Foto Getty Images
cesta de natal - Foto Getty Images

Famílias grandes provavelmente já passaram pelo dilema de receber duas ou mais cestas de Natal e não saber o que fazer com tanta comida. As carnes não cabem no freezer, os enlatados não encontram espaço na prateleira. "Evite comer tudo de vez e considere dispensar alguns alimentos", afirma a nutricionista Thatyana. oar uma das cestas ou mesmo parte delas, ficando apenas com o que será usado na própria ceia de Natal, vale como dica solidária. "Quando há muitos alimentos calóricos disponíveis e em grande quantidade, ocorre o consumo excessivo e desregrado, atraindo os quilos extras", afirma a nutricionista Izabella. Uma alternativa é guardar os alimentos não perecíveis e ir consumindo nos meses seguintes, sempre sem exageros.

Se você está na dúvida a respeito dos alimentos que devem ser priorizados na cesta de Natal, pode contar com a ajuda do contador de pontos do Dieta e Saúde. Ele possui um banco de alimentos com tabela nutricional e pode indicar se aquele produto tem ou não espaço na sua dieta, bem como mostrar as combinações mais adequadas para o seu plano alimentar de forma simples e objetiva.

Dê adeus ao torrone

torrone - Foto Getty Images
torrone - Foto Getty Images

Esse doce é preparado com avelãs, amendoins e um creme feito de açúcar, mel e gelatina. Os torrones possuem um alto valor calórico - cada 50g contêm 250 calorias. "Não tem como comer torrones sem sair da dieta", diz a nutricionista Izabella. "O ideal é evitar exageros, se lembrando de todas as outras guloseimas que você irá comer nas festas, ou então trocá-lo por uma fruta."

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Não esqueça as calorias das oleaginosas

pote de amêndoas - Foto Getty Images
pote de amêndoas - Foto Getty Images

Apesar de serem ricas em gorduras saudáveis, as oleaginosas são muito calóricas. "A boa notícia é que, assim como as frutas secas, elas podem ser consumidas todos os dias, desde que seja com moderação", conta a nutricionista Izabella. Comer entre uma e três castanhas ou amêndoas por dia é suficiente.

Fruta cristalizada é uma bomba

frutas cristalizadas - Foto Getty Images
frutas cristalizadas - Foto Getty Images

"Devido ao processo de fabricação e a técnicas usadas para conservá-las, as frutas cristalizadas contêm muito açúcar, sendo portanto mais calóricas do que as frutas naturais", diz a nutricionista Thatyana. Por isso, prefira as frutas para o lanche e deixe as cristalizadas para consumir com o panetone.

Patê industrializado tem sódio

Patê com torrada - Foto Getty Images
Patê com torrada - Foto Getty Images

Os patês que costumam vir em cestas de natal contém muito sódio, conservantes e flavorizantes, além de alta quantidade de gorduras. "Toda essa combinação é ótima para intoxicar o corpo e elevar o risco de doenças cardiovasculares", diz Thatyana Freitas. O melhor é preparar um patê em casa, consumindo no lanche com palitos de cenoura e pepino, ou então com mini-torradas integrais. Segue uma receita de patê sugerida pela especialista:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ingredientes:

1 caixinha de creme de leite de soja

200g de peito de peru

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Salsa picada

Modo de preparo:

Bata no liquidificador o creme de leite com o peito de peru. Tempere com ervas a gosto e um fio de azeite. Enfeite com a salsa e sirva gelado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Frutas em calda com moderação

pêssego em calda - Foto Getty Images
pêssego em calda - Foto Getty Images

Com o cozimento da fruta, grande parte das vitaminas hidrossolúveis (como a vitamina C) se perde. "Além disso, a calda é muito rica em açúcar e extremamente calórica", explica Izabella Fratezi. A fruta em calda possui quase o dobro de calorias da fruta fresca e, por isso, deve ser consumida com moderação. "Mesmo se retirarmos a calda, parte dela já está retida dentro da fruta, por isso o melhor é optar pela versão in natura", diz a nutricionista Thatyana.