PUBLICIDADE

Informação saudável emagrece

Escolha o que você come e o que você lê para alcançar a sua meta

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Até mesmo quando você não quer pensar nos quilinhos a mais, é difícil esquecê-los. Ao fazer suas compras, você dá de cara com prateleiras repletas de produtos light. Quando folheia sua revista semanal, depara com artigos ressaltando os riscos de uma alimentação desbalanceada. Navegando pela internet em um passeio descompromissado, acaba encontrando temas relacionados ao seu cardápio. Parece que, hoje em dia, o mundo todo conspira para que você leve uma vida mais saudável. (Use as microondas para facilitar a sua vida)Hoje, o que conta a favor da dieta é a quantidade de informação disponível sobre alimentação, indicando hábitos certos e errados. Alguns estudos e pesquisas identificam fatores que levam à maior ingestão calórica e alimentar, além de desvendar o que colabora para a diminuição da fome.

"Eles influenciam na hora de tomar decisões em relação ao que se come" , afirma a responsável pela equipe nutricional do Minha Vida, Roberta Stella.(13 maus hábitos que azaram a sua dieta)

A nutricionista lembra também que, atualmente, a indústria alimentícia desenvolve uma variedade grande de produtos com menos calorias que suas versões tradicionais. Então por que não aproveitar a onda boa para pôr, não só os ponteiros da balança em dia, mas também os da saúde? (Faça uma avaliação nutricional gratuita e descubra seu peso ideal)

Modernidade: sua nova aliada
Usando as vantagens da modernidade, é mais fácil atingir suas metas. Mas não se iludir é importante. Segundo a especialista do Minha Vida, perder peso não era, não é e nunca será uma tarefa fácil, já que exige mudanças de comportamento. O ato de se alimentar corretamente precisa de uma reforma geral, não somente na escolha dos alimentos, mas na postura, na atitude e no pensamento de quem deseja emagrecer , afirma. (Confira todas as regrinhas para não errar na reeducação alimentar)

As facilidades atuais, no entanto, fazem uma boa diferença. Nos supermercados, por exemplo, você pode lançar mão de alimentos que contenham nutrientes relacionados ao aumento da saciedade e prolongar a volta da fome por mais tempo.

Bons representantes desta modalidade são os iogurtes com fibras e os pães com diversos tipos de sementes. Substituir a manteiga pelo creme vegetal light e trocar queijos por seus tipos menos calóricos são mais exemplos para usar as ofertas atuais como braço direito da alimentação saudável.

Até mesmo diante das tentações dos restaurantes do tipo fast food, é possível montar refeições adequadas às recomendações nutricionais. As redes de fast food inseriram no cardápio saladas, grelhados, frutas e sucos, a fim de oferecer opções mais saudáveis aos consumidores. Isso facilita bastante o dia-a-dia de quem não quer sair da linha , ressalta Roberta. (Faça substituições inteligentes)

Destaque para a internet
Mais uma aliada dos dias de hoje é a internet. A principal característica da internet é o acesso rápido às informações e a comodidade de acessá-las em qualquer lugar. Sem contar que é possível interagir com pessoas que têm o mesmo objetivo que o seu, resultando em um estímulo mútuo , enumera a nutricionista do Minha Vida.

Para quem, além de compartilhar experiências, quer ter o acompanhamento e seguir as recomendações de um profissional, as ferramentas do mundo virtual também se destacam. Sites como o Minha Vida disponibilizam programas alimentares montados de acordo com as preferências alimentares de seus assinantes. (Entenda mais sobre nossos programas alimentares)

Na prática, depois de checar seu IMC (Índice de Massa Corpórea) ideal, e apontar seus hábitos e gostos na hora de se sentar à mesa, você recebe o menu diário, com tudo que pode comer para conquistar sua meta. Se surgir alguma dúvida, basta entrar em contato com os especialistas em nutrição do próprio portal. É importante o assinante ter familiaridade com o serviço e com os profissionais que dão suporte. Quanto mais conhecimento você tiver sobre as ferramentas, melhor saberá usufruir plenamente os serviços disponibilizados , incentiva Roberta.

Vale lembrar que a internet não substitui a necessidade de uma visita ao médico ou nutricionista. Ela é um veículo de informação que serve como estímulo primário na busca de uma qualidade de vida melhor , esclarece a nutricionista.

Mais um ponto que exige atenção quando o assunto é internet diz respeito à qualidade das informações. O conselho de Roberta Stella é atentar para a diferença entre o que é dito por profissionais qualificados e o que é opinado por pessoas leigas, pois a internet é um espaço livre. Verificar se a informação é reproduzida por bons profissionais ou baseada em fontes confiáveis, como órgãos governamentais e de saúde, é uma boa tática , encerra

texto6Ds