4 benefícios dos suplementos vitamínicos para idosos

Alterações fisiológicas alimentares fazem com que pessoas da terceira idade tenham maior risco de carência de micro e macronutrientes

Mudanças típicas da chegada da terceira idade interferem no estado nutricional dos idosos, que constituem um grupo de risco de carência de macro e micronutrientes. Isso ocorre por causa de alterações fisiológicas naturais, como a diminuição do metabolismo basal, a redistribuição da massa corporal, as alterações no funcionamento digestivo e até a diminuição da sensibilidade à sede, e também pela ingestão alimentar reduzida - causada por mecanismos como perda de apetite, redução do paladar e do olfato e prejuízos na saúde oral1.

Neste contexto, muitas pessoas idosas decidem tomar suplementos vitamínicos, o que é uma boa ideia, desde que haja acompanhamento médico para evitar os riscos de efeitos adversos pela combinação com medicamentos2. Vale lembrar que suplementos, tais como os da linha Pharmaton, não são remédios, mas sim auxiliares na busca por uma vida saudável. O organismo aproveita o que lhe falta e expele aquilo de que não precisa3.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O uso de suplementos vitamínicos é recomendado para que os níveis dos nutrientes sejam normalizados e, consequentemente, não haja prejuízo na qualidade de vida dos idosos4,5. Conheça, a seguir, os quatro principais benefícios da suplementação vitamínica para as necessidades da terceira idade.

Diminuição do risco de fraturas

A quantidade insuficiente de cálcio e vitamina D, associada à perda de densidade óssea na velhice, aumenta o risco de fraturas que causam dor, têm custo elevado e debilitam. Este risco pode ser reduzido por meio do consumo da quantidade adequada desses nutrientes, o que se consegue pela suplementação4.

Combate a processos inflamatórios

São notórias na terceira idade as mudanças na metabolização das proteínas e nas respostas àquelas que conseguem entrar no sistema, o que faz com que esse nutriente fique em baixa no organismo. Proteínas em níveis satisfatórios combatem e aliviam os sintomas de processos inflamatórios associados a doenças crônicas e agudas típicas do envelhecimento5.

Manutenção de pele, olhos e sistema nervoso saudáveis

Estudos afirmam que idosos têm uma tendência maior a desenvolver a dificuldade de absorção de vitamina B12, levando à deficiência desse nutriente. Ela é importante para a manutenção de pele, olhos e sistema nervoso saudáveis. Manter o volume de vitamina B12 adequado no organismo ajuda a evitar o risco de anemia e de problemas neurológicos, como perda de memória e demência2.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Auxílio na formação de glóbulos vermelhos

Pouco antes da chegada da terceira idade, já pelos 50 anos, a concentração de vitamina B6 pode começar a diminuir. Fazer a sua suplementação é importante, pois ela é necessária para a formação de glóbulos vermelhos do sangue ? eles são responsáveis pelo transporte de oxigênio dos pulmões para os tecidos6.

Referências:

1 - Borrego, Carolina de Campos Horvat et al. Efeito da utilização de complemento alimentar em idosos atendidos em um ambulatório na cidade de São Paulo. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v16n2/09.pdf

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

2. AgeUK. Vitamins for older people. Disponível em: https://www.ageuk.org.uk/information-advice/health-wellbeing/healthy-eating/vitamins-for-older-people/#

3. BULA PHARMATON

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

4.OMS (Organização Mundial da Saúde). Envelhecimento ativo: uma política de saúde. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/envelhecimento_ativo.pdf

5. Bauer, Jürgen et al. Evidence-Based Recommendations for Optimal Dietary Protein Intake in Older People: A Position Paper From the PROT-AGE Study Group. Disponível em: http://www.jamda.com/article/S1525-8610(13)00326-5/pdf

6. NIA (National Institute on Aging, do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA). Dietary Supplements. Disponível em: https://www.nia.nih.gov/health/dietary-supplements#recommendations