PUBLICIDADE

A importância do consumo de verduras, legumes e frutas

Uma alimentação rica em vitaminas e nutrientes sempre é aliada da boa saúde

O Conselho Regional de Nutricionistas - 3ª Região (CRN-3), atuante nos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, entre outras atividades, busca incentivar a prática alimentar saudável, divulgando a necessidade do consumo diário de verduras, legumes e frutas nas refeições.

Esses alimentos constituem parcela essencial para a composição de uma dieta equilibrada devido ao elevado teor de micronutrientes, fibras e compostos bioativos com propriedades funcionais.

Baixo consumo de alimentos naturais

De acordo com dados do Ministério da Saúde (MS), o consumo de frutas, hortaliças e verduras ainda é bastante baixo no Brasil.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo pesquisa encomendada pelo MS (realizada pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico [Vigitel], em parceria com o Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo, nas capitais dos 26 Estados do país e no Distrito Federal, divulgado em abril de 2008), apenas 17,7% da população brasileira atende às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) de comer cinco porções diárias destes alimentos.

A maior regularidade de consumo foi encontrada em São Paulo, que apresentou 23% da amostra com esse comportamento, sendo que as mulheres têm mais esse costume (27%), enquanto os homens representam 18%.

Já consumo de carnes com gorduras aparentes faz parte do dia-a-dia de 32,8% da população e 29% dos adultos são sedentários. Além disso, em geral, as brasileiras têm cuidado mais da saúde: alimentam-se melhor, fumam menos, são menos sedentárias, bebem menos, têm menos excesso de peso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Importância do consumo de alimentos saudáveis

Evidências epidemiológicas mostram associação inversa entre o consumo de frutas, legumes e verduras e o risco de doenças cardiovasculares e determinados tipos de câncer.

A verificação da ocorrência de transição epidemiológica ao mesmo tempo em que ocorre a transição nutricional tem destacado a dieta como um importante fator de promoção e manutenção da saúde, tendo papel determinante nas deficiências nutricionais e doenças crônicas não transmissíveis.

Em termos culturais, o baixo consumo deste grupo alimentar tem origens socioantropológicas e, por isso, a perspectiva de socialização de informação para apoio dos indivíduos na seleção de alimentos é fundamental.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A presidente do CRN-3, Dra. Olga Maria Silverio Amancio, ainda enfatiza que ações como essa do CRN-3, destinadas a chamar a atenção da população para a necessidade do aumento do consumo diário de frutas, verduras e legumes, estimulam hábitos alimentares mais saudáveis.

Segundo a profissional, uma alimentação saudável tem por característica três princípios básicos:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Leia mais sobre alimentação saudável

18 maneiras de seguir uma alimentação saudável

Conheça 15 dicas para ter uma alimentação saudável

11 ideias de alimentação saudável para quem mora sozinho

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Alimentação saudável: cardápio, dicas, importância, como ter