PUBLICIDADE

8 alimentos que parecem veganos, mas não são

Bebidas, como o vinho, e doces, como a goma de mascar, podem ter ingredientes de origem animal em sua composição

O veganismo é definido como um estilo de vida que, na medida do possível, exclui o consumo de produtos com uso de origem animal - seja na alimentação, no vestuário, nos cosméticos ou nos medicamentos.

No caso da dieta vegana, qualquer tipo de alimento que contenha carnes, ovos, laticínios ou mel em sua composição é excluído do cardápio. Entretanto, nem sempre esses ingredientes são descritos de forma explícita na embalagem. Por isso, confira as dicas dadas pela nutricionista Priscilla Mazza de oito alimentos que podem ser confundidos como veganos, mas que, na verdade, possuem conteúdo animal. Confira:

1. Vinho

A clássica bebida feita a partir da uva também pode não ser considerada vegana. Ao verificar a composição, é preciso confirmar se a clarificação (agente filtrante) não é feita por ovos (albumina), gelatina, caseína ou isinglass (bexiga de peixe). O ideal é que pessoas veganas optem por vinhos que usam bentonite (mix de argilas) no processo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

2. Pão francês

Uma boa parte das padarias brasileiras utiliza gordura vegetal na hora de preparar o pão francês. Porém, há casos em que se usa banha na composição com o objetivo de dar mais crocância ao alimento. Dessa forma, é importante conferir em cada estabelecimento qual o método utilizado.

3. Gelatina

A gelatina é composta por colágeno, geralmente extraído da pele, dos tendões, dos ossos e das cartilagens de animais mamíferos. Por isso, doces que contenham esse componente na embalagem não são considerados veganos. Para consumir a sobremesa sem origem animal, é possível optar pelo ágar-ágar, um tipo de gelatina vegetal.

4. Granola

Muito utilizada no café da manhã ou no lanche da tarde, esse mix de cereais nem sempre se encaixa na dieta vegana. Algumas marcas utilizam mel, corante de origem animal ou até mesmo clara de ovo na composição. Assim, é importante verificar a embalagem antes de consumir o produto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

5. Molho inglês

Também chamado de molho worcestershire, o molho inglês é um condimento muito utilizado no preparo de saladas e pratos diversos. Pessoas adeptas do veganismo devem verificar se a marca escolhida leva anchova, um tipo de peixe, em sua composição.

6. Chocolate 70%

Na maioria das vezes preparadas sem lactose, barras de chocolate 70% podem, mesmo assim, ter leite como um de seus ingredientes. Um dos componentes mais utilizados é o leite em pó integral instantâneo, de origem animal.

7. Bebidas sabor morango

Para dar a tonalidade rosa à bebida, muitas marcas fazem uso do corante de carmim de cochonilha, um inseto mexicano, na hora da coloração de sucos e vitaminas. Por isso, é sempre aconselhado verificar a embalagem ou optar por marcas veganas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

8. Goma de mascar

A goma de mascar é um dos muitos doces que leva gelatina de origem bovina como um de seus ingredientes. Logo, na maioria dos casos, ela não pode ser considerada um alimento vegano.