PUBLICIDADE

Cálcio pode aumentar gasto calórico em meninos

Estudo mostra a relação entre consumo do nutriente e índice de gordura corporal

Meninos que seguem uma dieta com alimentos ricos em cálcio, como os laticínios, parecem gastar mais calorias quando estão descansando do que as crianças que ingerem o nutriente em menores quantidades, segundo estudo realizado pela Universidade do Alabama, nos Estados Unidos.

O estudo, publicado no Journal of Pediatrics, avaliou 315 crianças com idades entre sete e doze anos, analisando a relação entre o consumo de cálcio, os níveis de gordura corporal e o gasto calórico durante o descanso. Os resultados mostraram que quanto mais cálcio as crianças ingeriam, menor era o nível de gordura corporal e maior o metabolismo de descanso.

Ao avaliar meninos e meninas separadamente, os pesquisadores descobriram que a relação só seria significativa para garotos. O pesquisador José Fernandez disse que a restrição podia ter a ver com os hormônios reprodutivos, já que o estrógeno, hormônio feminino, é conhecido por encorajar o acúmulo de gordura, enquanto a testosterona, que é um hormônio masculino, propicia a formação de tecido corporal magro. Porém, essa explicação ainda não está bem comprovada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para os especialistas, o cálcio ajuda a regular o metabolismo, tendo efeitos sobre o acúmulo de gordura, influenciando o uso de calorias no descanso. Por isso, os resultados do estudo representam mais um incentivo para se buscar a ingestão das quantidades recomendadas do nutriente, que é de 1000mg diários para adultos e de 1200 mg a 1500mg diários para crianças, jovens, adolescentes e idosos.

Além de ser o responsável pela formação do esqueleto sadio, o cálcio previne doenças cardíacas, beneficia o sistema imunológico, auxilia na transmissão neurológica. O mineral também está associado ao risco diminuído de pressão alta e de câncer de intestino e de cólon