PUBLICIDADE

Campanha <EM>Fique Sabendo</EM> oferece testes gratuitos para diagnóstico de HIV

Sífilis e hepatites também fazem parte da testagem oferecida pelos postos de São Paulo

Começa hoje, dia 25, a maior campanha de incentivo à testagem anti-HIV, em todo o estado de São Paulo. Até dia 5 de setembro, mil unidades de saúde de 162 municípios vão oferecer o diagnóstico do vírus da AIDS, além de sífilis e hepatites B e C.

A campanha que leva o nome de Fique Sabendo faz parte das comemorações dos 25 anos do Programa de Combate a AIDS no estado de São Paulo. Desenvolvida pelo Centro de Referência e Treinamento em DST/AIDS e pelo Instituto Adolfo Lutz, a campanha tem apoio do Ministério da Saúde e de municípios paulistas.

O diagnóstico precoce da AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis é muito importante para que o tratamento tenha eficácia, evitando complicações e assegurando melhor qualidade de vida às pessoas infectadas , ressalta a diretora do Programa Estadual, Maria Clara Gianna.

Por meio do serviço telefônico criado no Brasil para esclarecer dúvidas sobre as doenças sexualmente transmissíveis, o Disque DST/AIDS, os interessados podem obter mais informações sobre o exame e conhecer os locais disponíveis para realizar a coleta. O telefone é 0800 16 25 50. O horário regular de atendimento é das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. Durante a campanha, o serviço estará disponível também aos sábados, das 8h às 17h.

Além do incentivo à testagem, a campanha visa informar a população sobre as formas de prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, divulgar a rede de serviços disponíveis e encaminhar as pessoas diagnosticadas com HIV aos serviços especializados.

Estudantes podem fazer o teste dentro das universidades
Durante a semana de 25 a 29 de agosto, estudantes, professores e funcionários da Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Paulista (Unip) podem fazer o teste anti-HIV dentro das próprias instituições.

O estande do Fique Sabendo estará no campus Butantã da USP na terça-feira, dia 26, e no campus Vergueiro da Unip na quinta-feira, dia 28. O estande ficará montado pela manhã e à tarde, oferecendo teste rápido de HIV. O resultado fica pronto meia hora depois da coleta do sangue.

A iniciativa é da Caravana da UNE (União Nacional dos Estudantes), que percorrerá os 27 estados brasileiros para debater políticas públicas relacionadas à saúde, educação e cultura junto aos universitários.

A Caravana já levou a testagem anti-HIV a duas universidades: Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, e Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Independentemente do diagnóstico, todas as pessoas passam por aconselhamento sobre medidas preventivas e riscos das DST. Os soropositivos são encaminhados aos serviços de saúde e, se necessário, recebem medicamentos anti-retrovirais.