PUBLICIDADE

Exposição ao formol aumenta riscos de esclerose

Substância encontrada em xampus e cosméticos pode desencadear doença que paralisa o corpo

Manipular ou inalar por muito tempo fórmulas compostas por formol em laboratórios ou salões de beleza pode ser a porta de entrada para uma doença grave, incurável e ainda pouco conhecida: a esclerose lateral amiotrófica. Pessoas como o famoso físico britânico Stephen Hawking e o jogador de basebol Lou Gehrig tornaram a doença mais conhecida ao se revelarem portadores dela.

Conhecida como "Mal de Lou Gehrig", esse tipo de esclerose é uma doença que paralisa o corpo aos poucos até levar a morte. O que torna a enfermidade ainda mais cruel é que a cognição ou a consciência do indivíduo permanecem sadias. Avassaladora, a doença geralmente leva o paciente a óbito em, no máximo, cinco anos.

Pesquisadores da Sociedade Americana do Câncer iniciaram um estudo para descobrir se havia alguma relação entre o uso do formol e o aparecimento de tumores, mas acabaram constatando que a substância não era o maior causador de tumores, mas certamente o principal responsável pela esclerose lateral amiotrófica.

O estudo teve duração de quinze anos e avaliou um milhão de pessoas. O grupo foi submetido à exposição de produtos químicos diversos, dentre eles, o formaldeído, mais popularmente conhecido como formol. Entre os participantes, 617 homens e 539 mulheres morreram de esclerose lateral amiotrófica durante o período das análises.

Os pesquisadores descobriram que as pessoas expostas ao formol tinham 34% mais chances de ter a doença do que as outras que foram expostas a outros produtos químicos. Entre aquelas expostas ao formol por mais de 10 anos, as chances de apresentar a enfermidade eram quatro vezes maiores do que uma pessoa comum.

O formaldeído, também conhecido como metanol ou formol, é um gás extremante tóxico e com grande poder de combustão. É largamente utilizado na indústria de cosméticos, presente não apenas em xampus, mas também em outros produtos. Por sua composição tóxica, o gás pode comprometer o sistema respiratório e causar graves problemas neurológicos, além de lesões na pele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)