PUBLICIDADE

Exposição aos raios UV pode estar ligada a doenças autoimunes

Segundo estudo, a radiação ultravioleta favorece miopatias inflamatórias

Radiação solar ultravioleta (UV) pode ser associada com o desenvolvimento de certas doenças autoimunes, em especial nas mulheres, de acordo com um estudo realizado por cientistas do National Institute of Environmental Health Sciences (Estados Unidos), publicado na revista científica Arthritis & Rheumatism.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A pesquisa constatou que mulheres que viviam em áreas com níveis mais elevados de exposição aos raios UV estavam mais suscetíveis a apresentar uma doença rara conhecida como dermatomiosite, do grupo das chamadas miopatias inflamatórias, que provoca a inflamação dos músculos voluntários e causa lesões na pele. O problema é avaliado como autoimune porque o sistema imunológico do corpo ataca o músculo, a pele e, por vezes, outros tecidos.

De acordo com os pesquisadores, as mulheres são mais suscetíveis do que os homens a desenvolverem muitas doenças autoimunes, mas as razões para isso ainda são desconhecidas. Entretanto, a partir dessas análises, as diferenças no modo como homens e mulheres respondem a radiação UV pode desempenhar um papel importante na descoberta das causas do desenvolvimento de certas doenças autoimunes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O estudo avaliou mais de 350 pacientes com a doença e determinou seus autoanticorpos. Pacientes com doenças autoimunes produzem uma série de autoanticorpos para diferentes condições. Sendo que um autoanticorpo especificamente associado a dermatomiosite é chamado de anti-Mi-2 auto, cuja produção aumenta com a exposição aos raios UV.