PUBLICIDADE

Flacidez no pescoço: veja tratamentos que reduzem o problema

Apesar de a região ser mais sensível, existem tratamentos para reduzir o envelhecimento da região

Atualmente existe uma diversidade muito grande de cremes e tecnologias focados em tratar o envelhecimento do rosto. Mas não é só a pele da face que costuma revelar a idade: o pescoço também sofre com o passar dos anos, apresentando uma pele mais flácida, devido a queda do colágeno, entre outros fatores. Por sorte, o processo pode ser prevenido. "Determinados cuidados são essenciais e retardam o seu envelhecimento. Dentre eles, usar protetor solar e evitar a exposição solar é importante, já que o sol danifica as fibras dérmicas e elásticas", descreve Maria Aldora Cruz, dermatologista do Centro de Tratamento Estético do Rio de Janeiro (CETERJ).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No entanto se a prevenção já não foi feita e a flacidez nessa área está começando a despontar, é possível tratar. Só que os tratamentos para a região são um pouco diferentes: "por não ter glândulas, a pele do pescoço é diferente e alguns tratamentos podem deixar a pele da região mais sensível. Além disso, por estar próximo à tireoide, devemos ter mais cuidado", contextualiza a dermatologista Helena Costa, membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia.

Mas não se preocupe, mesmo com essas restrições, é possível sim reverter a flacidez no pescoço com tratamentos estéticos. Veja algumas opções a seguir:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Lifting cervical

Médico examinando pescoço de idosa - Foto: Getty Images
Médico examinando pescoço de idosa - Foto: Getty Images

A cirurgia de lifting coloca a pele no lugar, retirando o excesso, quando ele é feito no pescoço, é chamado de cervical, e normalmente acompanha o lifting facial. "As incisões são realizadas atrás das orelhas, rente à linha do cabelo, por isso as cicatrizes ficam bem escondidas e com o passar do tempo quase imperceptíveis", explica o cirurgião plástico André Eyler, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Sociedade Americana de Cirurgia Plástica.

De modo geral, a intervenção cirúrgica é feita quando a flacidez é muito aparente, havendo acúmulo de pele (chamado popularmente de "pescoço de peru") ou muita gordura localizada, o que prejudica o contorno da mandíbula. Se houver excesso de gordura, ele pode ser aliado à lipoaspiração.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Resultados esperados: Depois do lifting cervical é possível notar uma grande melhora: "recuperação do contorno da mandíbula e eliminação da flacidez cervical. Enfim, uma redefinição dos contornos do pescoço", resume Eduardo Sucupira, especialista da Clínica Essendi e membro titular da SBCP. Mas os resultados normalmente costumam aparecer após o fim do inchaço no local, normalmente após entre três e seis meses.

Laser CO2 fracionado

Mulher recebendo aplicação de laser no pescoço - Foto: Getty Images
Mulher recebendo aplicação de laser no pescoço - Foto: Getty Images

O laser CO2 fracionado é um dos mais indicados para o tratamento da flacidez no pescoço. Mas é preciso tomar alguns cuidados: "intensidade do laser no pescoço não deve ser tão alta quanto a usada no rosto", alerta a dermatologista Maria Aldora Cruz, dermatologista do Centro de Tratamento Estético do Rio de Janeiro (CETERJ). Por isso o laser fracionado é uma escolha mais usada, pois raio é dividido em feixes menores, que desgastam partes específicas da pele, e não o tecido por completo. Com esse desgaste, a pele se regenera com menos flacidez e rugas. Mas por agir só em algumas regiões, a recuperação é bem mais rápida.

Resultados esperados: Nas primeiras sessões já é possível notar diferença na textura da pele, que aumenta conforme o tratamento é continuado. "Em até seis sessões, com intervalos de seis a oito semanas, é possível perceber melhor a evolução da pele na região", ressalta a especialista.

No entanto, pessoas com peles mais propensas à manchas (principalmente as mais morenas) podem apresentar marcas na região, portanto é preciso tomar cuidado

Botox

Ampolas de botox e injeção - Foto: Getty Images
Ampolas de botox e injeção - Foto: Getty Images

A toxina botulínica é muito usada para o rejuvenescimento do rosto, pois deixa a musculatura menos tensa na região. "Mas a aplicação exige cuidado e requer muita habilidade e experiência do médico especialista, porque se feito fora do ponto indicado pode causar alterações, como repuxamento de um dos lados, além de problemas motores", ressalta o médico Nelson Rosas, diretor médico do CETERJ.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De modo geral, o botox costuma ser eficiente em alguns casos. "Ele melhora pescoços que tendem a contrair muito o músculo platisma (que vai do queixo até o colo), causando pregas verticais e alteração do contorno facial", diferencia a dermatologista Helena Costa, membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia.

Resultados esperados: A aplicação da toxina bolutínica trará uma melhora na flacidez da região, principalmente em pessoas que apresentam excesso de pele na região, o chamado "pescoço de peru". No entanto, o efeito do botox costuma durar por em média seis meses, tempo em que o corpo costuma absorver a substância.

Peeling

Mulher recebendo peeling químico no pescoço - Foto: Getty Images
Mulher recebendo peeling químico no pescoço - Foto: Getty Images

O peeling é um tratamento muito útil para o envelhecimento da pele, inclusive do pescoço. "O peeling faz com que as camadas da pele sejam renovadas e substituídas por outras novas, de melhor qualidade e com menos rugas e flacidez", considera o cirurgião plástico Sucupira.

No entanto, é preciso ter cuidado com os peelings feitos nessa região, não podendo apostar nos muito profundos, já que a região é mais sensível. O ideal é dosar de forma específica a concentração dos ácidos usados, que podem ser o ácido retinoico, o ácido glicólico ou o ácido salicílico. Portanto, faça seu peeling com um profissional de confiança, de preferência um dermatologista.

Resultados esperados: Os peelings promovem melhora da textura da pele e dos efeitos do fotoenvelhecimento, de acordo com a dermatologista Maria Aldora, e os resultados já podem ser sentidos após a primeira ou segunda sessão. Mas até oito sessões podem ser necessárias, dependendo da profundidade do processo ou dos resultados, com intervalos de até 60 dias, para devida recuperação da pele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Luz intensa pulsada

Mulher recebendo luz intensa pulsada no pescoço - Foto: Getty Images
Mulher recebendo luz intensa pulsada no pescoço - Foto: Getty Images

A luz intensa pulsada pode ser usada para a flacidez no pescoço, pois é capaz de estimular a produção de colágeno da pele, o que promove um aspecto mais jovem. Mas não é considerada um tratamento de primeira linha. "A pele fora da face sempre apresenta maior dificuldade de regeneração, além disso, os efeitos da técnica na remodelação do colágeno são limitados e, na maioria das vezes, requerem a combinação de técnicas para se obter resultados satisfatórios e seguros", resume o cirurgião plástico Sucupira. De modo geral, ela é mais usada quando há algum outro problema associado, como manchas ou vasinhos.

Resultados esperados: A luz intensa pulsada melhora a firmeza na área do pescoço, clareia manchas e melhora de áreas avermelhadas pela exposição crônica ao sol. Em geral, os primeiros resultados aparecem após a segunda ou terceira sessão, mas até seis sessões podem ser necessárias para se atingir o objetivo esperado.

Radiofrequência

Mulher recebendo radiofrequência no pescoço - Foto: Getty Images
Mulher recebendo radiofrequência no pescoço - Foto: Getty Images

A radiofrequência também é uma opção para quem sofre com flacidez no pescoço. A técnica usa o aquecimento da pele para estimular a produção de colágeno, mas precisa ser feita com cuidado. "É importante evitar aplicar esse tratamento próximo à área da tireoide", explica a dermatologista Helena Costa. Além disso, esse tipo de tratamento é mais eficaz em pacientes que ainda tem uma boa qualidade da pele.

Resultados esperados: De modo geral é possível notar a melhora da pele, que se torna mais evidente em pessoas com uma flacidez ainda inicial na região. Normalmente são feitas de quatro a oito sessões com até um mês de intervalo.

Cremes

Mulher passando creme no pescoço - Foto: Getty Images
Mulher passando creme no pescoço - Foto: Getty Images

Os cremes também são aliados no tratamento do envelhecimento do rosto. Os cremes nutritivos, com ativos como vitaminas C e E e revesveratrol, podem ser os mesmos usados no rosto. "Já os cremes com ácidos devem ser usados em concentrações diferentes no pescoço, já que a pele desta região é mais sensível", explica a dermatologista Maria Aldora. Os ácidos usados normalmente são o retinóico e o glicólico. Cremes com retinol, substância que é convertida em ácido retinoico no corpo, também é bastante utilizada. Os cremes muitas vezes são usados inclusive para a prevenção. Nesses casos, eles costumam ter proteção solar entre seus benefícios.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Resultados esperados: O uso de cremes tem resultados mais lentos e progressivos, levando alguns meses para apresentar resultados. Mas os cremes manipulados com ácidos trazem resultados mais rápidos, em até 10 dias, mas precisam ser usados com mais cautela.