PUBLICIDADE

Veja os danos que a piscina causa aos cabelos e como se proteger

Conheça cada um dos tratamentos e entenda como eles prejudicam os fios

Ah! O verão... A estação mais quente do ano lembra praia, sol, mar, piscina. As pessoas tendem a se expor a tudo isso, muitas vezes sem se dar conta de que, além da pele, esses agentes podem causar danos aos cabelos. O vento, o sol, o sal do mar: todos eles, em maior ou menor grau, isolados ou em conjunto, danificam a cutícula que recobre os fios dos cabelos, provocando desidratação. Isso pode levar ao surgimento de pontas duplas e o tão temido frizz.

Mas um dos agentes mais nocivos para os fios é o cloro da piscina! Por isso, neste artigo discutiremos os tratamentos alternativos ao cloro disponíveis para piscinas e os cuidados necessários para os cabelos em todas essas situações.

O tratamento convencional da água da piscina é o cloro granulado e algum algicida, como o sulfato de cobre. Os algicidas são produtos utilizados para eliminar as algas, que podem se acumular nas piscinas, dando um aspecto esverdeado lodacento. O pH deve ser mantido alcalino e é necessária uma certa quantidade de cloro residual na água para que ela fique livre de microorganismos, como bactérias e fungos, além das já citadas algas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Neste contexto, os cabelos sofrem desidratação por conta do sol, cloro e vento. Além disso, pessoas loiras ou que fizeram descoloração nos cabelos, correm o risco de ficar com os cabelos esverdeados, por uma reação que ocorre com o sulfato de cobre.

Porém, hoje nem todas as piscinas são tratadas apenas com essa combinação. A seguir veremos as alternativas ao cloro e o que pode ocorrer nos cabelos com o contato com cada uma delas.

Ozonização

O ozônio é um produto natural formado a partir do oxigênio, que tem uma capacidade de oxidação bem alta. Apesar disso, é importante saber que o cloro não é totalmente dispensado neste tipo de tratamento. É claro que, por estar reduzido, há menor agressão para a pele, mucosas e cabelos, em comparação com uma piscina tratada exclusivamente com o cloro. No entanto, é bom lembrar que o sol e o vento ainda estarão presentes e os cuidados com os cabelos devem ser mantidos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ionização

Já a ionização, que não deve ser confundida com o método descrito acima, é um processo elétrico que muitas vezes não dispensa o cloro para tratar a parte orgânica, como no caso do ozônio. Esse processo elimina a necessidade de utilizar algicidas, mas não o cloro. Além disso, este processo deixa um excesso de metais na água, a saber: prata e cobre. Isso também pode, embora em menor grau, causar aquela temível coloração esverdeada em cabelos descoloridos.

Salinização

Na salinização, a água é tratada com uma quantidade extra de cloreto de sódio, o conhecido sal de cozinha. Uma corrente elétrica quebra essa molécula em íons de sódio e cloro, portanto existe cloro residual nesta água. O teor de cloro é reduzido e eliminado aos poucos, mas mesmo assim há cloro. Além disso, é uma água hipertônica, ou seja, à semelhança da água do mar, existe uma maior chance de desidratação dos fios, por perda de água.

Ultravioleta

Por fim, o ultravioleta é uma forma pouco efetiva de tratamento da água, sendo apenas bactericida. Ainda é necessário cloro ou ozônio para oxidar as matérias orgânicas presentes na água, tais como: urina, pele morta, suor, excreções etc.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cuidados gerais

Como vimos, todos os tratamentos da água da piscina, em maior ou menor grau podem agredir os fios. Recomendo, em primeiro lugar, o uso de protetor solar específico para os cabelos, lavagem dos cabelos com água corrente após os banhos e a imediata reaplicação do filtro pós enxague. Além disso, utilizar bonés e chapéus, leave-ins, máscaras nutritivas e condicionadores durante as férias. É importante também fazer hidratação dos cabelos regularmente no salão, com um bom profissional, antes e depois das férias.

Quanto aos cabelos descoloridos, vale molhá-los com água corrente, antes e depois dos banhos de piscina. Mantê-los bem hidratados é fundamental, pois é a porosidade que facilita a reação de esverdeamento. Caso isso ocorra, recomendo utilizar leite integral nos fios e procurar um bom profissional. Receitas caseiras com aspirina, suco de limão e vinagre podem até resolver o aspecto esverdeado, mas corre-se o risco de danificar ainda mais os fios.