Seios caídos: veja as opções de cirurgias plásticas para melhorar a aparência dos seios | Minha Vida
PUBLICIDADE

Seios caídos: veja as opções de cirurgias plásticas para melhorar a aparência dos seios

Flacidez é a principal causa do problema, que causa insatisfação principalmente após os 40 anos

É muito comum encontrar mulheres que se queixem de seios caídos. Este problema é muito frequente, especialmente entre mulheres acima dos 40 anos de idade, em decorrência, principalmente, do envelhecimento. Outras causas comuns, como uma grande perda de peso e a pós-gravidez, também levam diversas mulheres a procurarem ajuda médica para reparar o problema. Geralmente, a cirurgia é o caminho mais indicado para corrigir a aparência dos seios, num processo chamado de mamoplastia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De todas as indicações cirúrgicas para correção dos seios caídos, a principal é o descontentamento da paciente com o aspecto das mamas. Existem seios caídos levemente, mas que, ainda assim, são visualmente bonitos. Isso significa que o simples fato de as mamas estarem caídas não necessariamente é um motivo para que a mulher seja submetida a procedimento cirúrgico que, como tal, pode representar um risco para sua saúde e que pode gerar cicatrizes que, muitas vezes, não possuem aspecto agradável. Além disso, deve-se levar ponderar se realmente vale a pena permanecer pelo resto da vida com essas cicatrizes em prol dos benefícios que a cirurgia pode conferir ao aspecto das mamas.

Como saber se o meu caso deve ser corrigido com cirurgia?

Somente um profissional especializado pode afirmar quando o caso de seios caídos exige reparação cirúrgica. A avaliação médica dirá se a queda da mama vai além do sulco mamário, se há perda de volume na parte de cima da mama (polo superior mamário) e se há deslocamento para baixo da aréola. Cada caso, no entanto, deve ser avaliado de maneira particular pelo cirurgião plástico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Existem dezenas de técnicas de plástica de mama e cada uma delas tem uma indicação. Assim, é correto afirmar que não existe uma fórmula mágica para a mamoplastia, assim como não existe consenso sobre qual a melhor técnica para corrigir possíveis problemas na aparência dos seios. O ideal é particularizar cada conduta conforme o desejo da paciente e aspecto da mama, atendo sempre às reais necessidades da paciente e focando em sua saúde e bem-estar.

A cirurgia para cada tamanho de seio

Quando falamos em seios caídos e grandes, às vezes, apenas o lifting de mama (também chamado de mastopexia) não é suficiente. Pode ser necessário associar a inclusão de um implante de silicone nos seios para ajudar no volume e consistência. Ou, quando o desejo é também diminuir o tamanho das mamas ao mesmo tempo em que se retira a flacidez, o lifting mamário pode ser feito em associação com a mamoplastia redutora.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mas não pense que seios caídos de tamanho menor são mais simples de serem resolvidos. Às vezes, basta uma inclusão de pequeno implante de mama para corrigir a queda; em outras situações, é necessária a cirurgia completa.

Enfim, existem dezenas de técnicas de mastopexia e todas tem o mesmo objetivo: ajudar nos seios caídos. Até o momento, esse tipo de cirurgia é a melhor conduta para esses casos. Portanto, se esse é um problema que está incomodando, o ideal é procurar um cirurgião plástico especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), que será capacitado para avaliar seu caso.