PUBLICIDADE

Detox para unhas realmente funciona?

Moda entre as famosas, procedimento pode trazer dano às unhas, pois as deixa muito finas e expostas a problemas

Muitas famosas têm recorrido ao detox de unhas para recuperar a saúde delas. Mas será que esse tipo de procedimento realmente funciona? Para responder essa pergunta, em primeiro lugar é importante definir o que seria esta desintoxicação. As mulheres têm o hábito de, além de aparar e limpar as unhas, retirar as suas cutículas, lixá-las e pintá-las com esmaltes. Muitas também são adeptas das unhas postiças, da esmaltação em gel e de unhas de gel ou unhas de porcelana. Todas essas técnicas podem, com o passar do tempo, contribuir para a fragilidade ungueal, devido ao excesso de produtos químicos utilizados. Quando isso ocorre, as unhas ficam mais finas e porosas, desfolham e quebram com maior facilidade. A solução que os salões de beleza encontraram para atender a essa demanda é o tal "detox". Lá, esse procedimento é indicado para as clientes que se queixam de unhas quebradiças, descamando e/ou com cutículas ressecadas.

No que consiste o detox de unhas?

Esse processo consiste em retirar as impurezas químicas deixadas nas unhas pelo uso excessivo de esmaltes, cola para unhas postiças, adesivos e outros produtos. Segundo os salões, ele deve ser realizado pelo menos a cada 15 dias ou todo o mês, podendo ser feito em casa. A técnica consiste em lixar a parte superior das unhas e utilizar um esfoliante na sequência. Em seguida, enxaguar as mãos e hidratá-las com um creme hidratante. Após o procedimento é orientado à cliente que fique pelo menos de três a cinco dias longe dos esmaltes.

Mas isso de fato ajuda na saúde das unhas?

Lixar a superfície das unhas, algo que faz parte da rotina do ?detox?, não é uma boa prática, pois pode contribuir para a maior fragilização da unha, assim como torná-la mais fina e, portanto, sujeita a doenças como a micose.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mas então porque o detox de unhas parece funcionar? A grande verdade é que se você hidratar a cada 15 dias as suas unhas e ficar três a cinco dias sem esmaltar, ela irá se recuperar muito bem. O esmalte contém em sua composição agentes que podem digerir a queratina, proteína que forma as unhas. Com isso, surgem alterações na superfície das unhas, esbranquiçadas, conhecidas dos dermatologistas como "pérolas de queratina". É por isso, que apesar de tudo, o detox aparentemente funciona.

Qual a melhor forma de proceder se quero ter unhas saudáveis?

Em primeiro lugar não remova toda a cutícula, pois a saúde das suas unhas depende dela. O papel da cutícula é proteger a "fábrica" das unhas e impedir a entrada de agentes químicos, bactérias e fungos. A hidratação diária as torna praticamente transparentes e quanto menos você as remove, mais finas e delicadas elas ficarão. O ideal é apenas remover o excesso com uma cureta, instrumento apropriado para o cuidado das unhas. O alicate e a espátula devem ser usados com bastante parcimônia, sem excessos.

O corte das unhas deve ser arredondado nas mãos, porque isso as protege de quebrarem no dia a dia, e quadrado nos pés, para evitar que encravem. Lixar é melhor do que cortar com tesoura ou alicate e vale a pena fazer esse procedimento após o banho, pois o trauma é minimizado com o amolecimento das unhas pela água.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Evite lixar a superfície das unhas, como já explicamos, e sempre que o esmalte começar a descascar, remova todo o excesso utilizando removedor (de preferência sem acetona) e aproveite essa oportunidade para ficar uns dois a três dias sem esmalte. Nessa ocasião, hidrate bem as unhas e as cutículas. Esse é o melhor detox que você pode fazer nelas!