PUBLICIDADE

Máscara preta de carvão caseira: será que a receita é segura?

Feita com cola branca escolar e carvão, a mistura caseira virou febre na internet. Entenda os riscos

black mask - Foto: Divulgação
black mask - Foto: Divulgação

A máscara preta removedora de cravos virou febre na internet, ganhando vídeos de pessoas testando sua eficácia em muitos lugares do mundo. O produto original, da marca Shills, fabricado em Taiwan, é feito à base de pó de carvão ativado, extrato de grapefruit, alecrim, vitamina E, zinco e extrato de calêndula.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mas, como vocês sabem, brasileiros são pessoas muito criativas e não tardou para que surgissem algumas criações de receitinhas caseiras que tentam reproduzir esse produto. O problema é que esses ingredientes podem ser prejudiciais à saúde e, inclusive, piorar o aspecto da pele.

Como a máscara funciona

Originalmente, a máscara age em conjunto com outros tratamentos dermatológicos, removendo a camada mais superficial da pele e, por seu efeito secativo e seus ativos, irá remover parte dos cravos superficiais, de forma passageira.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Os componentes da sua fórmula têm ação anti-inflamatória, que consequentemente irão diminuir a acne (que envolve a presença de cravos e a oleosidade). A máscara preta possui ação cicatrizante, antioxidante e hidratante", diz a dermatologista Barbara Faria-Correa Gomes.

Por ser essencialmente poroso, o produto age diretamente na oleosidade. "Ele atua na pele promovendo uma absorção das partículas de gordura dos cravos e por meio de um efeito de esfoliação", diz a dermatologista Analupe Webber, da Sociedade Brasileira de Dermatologia - Secção RS.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para usá-lo em casa com segurança, Barbara ressalta que é importante investir em um dermocosmético de qualidade, fabricado por uma empresa reconhecida. "Porém, isso não substitui os tratamentos dermatológicos", reforça ela.

Porque usar o carvão ativado?

Esse pode ser um ingrediente bem diferente para um produto cosmético, mas há fundamento nessa escolha. "O carvão ativado origina-se da queima de certas madeiras em temperatura controlada e tem a característica de ser um material poroso com alto teor de absorção de toxinas em geral, sendo utilizado na área da saúde há muito tempo como tratamento de ingestão de produtos tóxicos. Na pele, pode ter efeito de aumentar a circulação sanguínea, remover células mortas, impurezas e toxinas", explica Analupe.

Existe alguma forma de reproduzir o efeito da máscara?

Para as dermatologistas, o melhor é sempre buscar um tratamento específico com um profissional. "A acne é uma doença multifatorial. Espinhas, poros dilatados e pele oleosa fazem parte dessa condição de saúde. Então, o paciente precisa ser avaliado, investigado e tratado em consulta médica, para a partir de então se propor as rotinas domiciliares e os tratamentos clínicos", conta Barbara.

"O melhor tratamento para cravos é o tratamento da oleosidade da pele através de produtos de aplicação tópica, contendo ácidos ou ingredientes antioleosidade prescritos pelo seu dermatologista. Estes vão agir na remoção suave e gradual de células mortas da pele e reduzir sua produção de sebo, o que vai trazer a melhora da oleosidade e de cravos em geral", complementa Analupe.

Receita caseira pode ser perigosa

Uma das receitinhas mais famosas pela internet envolve a mistura de carvão ativado com um pouco de cola branca, dessas escolares, sabe? "Além do carvão ativado remover a oleosidade natural da pele, deixando a pele ressecada, a cola não é um produto testado e recomendado para uso na pele, que pode apresentar uma dermatite de contato", orienta Analupe. Portanto, não é recomendado o uso da máscara de carvão com cola.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)