PUBLICIDADE

Tatuagem para olheiras: o que é, como é feita e riscos

Procedimento promete efeito natural, mas não é indicado pelos dermatologistas

As olheiras são eternas inimigas de muita gente. Essas áreas escurecidas e de aspecto estranho ao redor dos olhos podem ter várias causas e, inclusive, às vezes são genéticas. A princípio, elas não indicam nenhum problema de saúde, mas o esforço para escondê-las é comum.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O pepino nos olhos já ficou para trás. Além das técnicas caseiras, há procedimentos dermatológicos que prometem acabar com as olheiras. Entre eles, estão o peeling, a aplicação de laser, o preenchimento com ácido hialurônico, a drenagem linfática, a luz pulsada e a micropigmentação.

Em busca de um efeito duradouro, algumas pessoas estão recorrendo à tatuagem na região das olheiras. Adotada pela Gretchen, essa técnica promete deixar um efeito natural, mas não é recomendada pelos dermatologistas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O que é

A tatuagem para cobertura de olheiras é uma técnica estético-reparativa. Ela é feita como uma tatuagem convencional, usando a mesma máquina, agulha e tipo de tinta dos desenhos decorativos feitos na pele. A principal diferença é a região, que é mais sensível, aparente e exige cuidados.

O tatuador Rodolpho Torres realiza a camuflagem há cinco anos. Além das olheiras, ele ainda usa o método para cobrir estrias, cicatrizes, manchas de vitiligo e até refazer aréolas. Há 2 anos e meio, seu estúdio só faz esse tipo de cobertura.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A técnica de camuflagem, no entanto, não é aprovada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia Brasileira, pois, de acordo com a entidade, pode causar riscos à saúde.

Como a camuflagem é feita?

Rodolpho conta que o segredo está na aplicação, regulagem e mistura de tintas especiais que desenvolveu. O principal desafio é não deixar contraste entre a área tatuada e a pele do resto da face.

Segundo ele, esses ajustes não tornam o procedimento diferente de uma tatuagem convencional para quem está sendo tatuado. Como a região tem uma pele fina e sensível, o profissional aplica uma pomada anestésica.

Resultado

A cicatrização de uma tatuagem convencional passa pela criação de uma casca fina sobre a pele que vai caindo aos poucos. Em geral, esse período pode durar até um mês. Depois que isso acontece, é possível ver o resultado.

Segundo Rodolpho, a tinta não muda de cor ao longo do tempo, apenas desbota como qualquer tatuagem. Mas ele garante que isso não faz com que os pigmentos destoem ou com que manchas se criem.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já a dermatologista Tatiana Gabbi, da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) explica que o procedimento pode até piorar as olheiras caso a pigmentação fique mais clara ou mais escura do que o resto da pele, por exemplo. "O pigmento que é introduzido pode alterar durante o tempo e a pele fica com outra pigmentação. Assim, a olheira da pessoa pode ser ressaltada com o passar dos anos", explica.

Contra-indicações

Qualquer pele que pode fazer uma tatuagem convencional está liberada para camuflar as olheiras no estúdio de Rodolpho.

A dermatologista, porém, ressalta que algumas pessoas podem ter alergia à tinta e nem saber. "Infelizmente, na maioria das vezes essa descoberta é feita na prática. Ou seja: o indivíduo só descobre que reage ao pigmento da tatuagem porque teve reação", completa.

A camuflagem de olheiras com tatuagem não é recomendada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Tatiana Gabbi explica que a região do olho abrange estruturas importantes que podem ser lesadas pelo procedimento, como o globo ocular.

Apesar de não ser muito alto, o risco de cegueira provocada pela técnica existe. "Isso é possível em todo procedimento que é feito na região com introdução de substâncias particuladas", afirma a médica, que completa: "A tinta é uma substância particulada e pode impactar alguma artéria terminal e levar a este quadro".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ela ressalta que há outros procedimentos testados e utilizados na redução das olheiras. Entre eles, há a aplicação de lasers, que pode ficar proibida para quem já fez a tatuagem.

Tatuagem x micropigmentação

Há quem confunda a tatuagem de olheiras com a micropigmentação. Apesar de ambas usarem agulhas motorizadas, elas são são diferentes tanto na prática quanto nos efeitos.

A tinta da micropigmentação não é feita para fixar por tanto tempo na pele, enquanto a tatuagem deve durar para sempre. Porém, Tatiana ressalta que isso não é uma constante absoluta. "Já vi casos de micropigmentação que ficaram permanentes e muitas tatuagens que desbotaram ao longo de anos", conta a dermatologista.

Preço

Rodolpho não revelou o preço que cobra na tatuagem das olheiras, mas explicou que o investimento é próximo ao valor de uma pequena cirurgia plástica.

Antes e depois

Antes e depois da tatuagem para olheiras. Foto: Divulgação Rodolpho Torres
Antes e depois da tatuagem para olheiras. Foto: Divulgação Rodolpho Torres

Famosos que já camuflaram olheiras com tatuagem:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)