PUBLICIDADE

Xampu a seco: usar muito faz mal?

Muito usado no inverno, o xampu a seco é uma solução para não molhar os cabelos; veja qual a frequência ideal

Principalmente durante o inverno, devido às baixas temperaturas, muitas pessoas optam pela facilidade de usar o xampu a seco. Eles atuam e funcionam de maneira a inibir a oleosidade, eliminando aquela aparência molhada e engordurada dos cabelos sujos ou bastante oleosos. O resultado é um efeito transitório de cabelos limpos, com volume e leveza em poucos minutos. No entanto, usá-lo com muita frequência pode prejudicar os cabelos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O uso do xampu a seco em algumas situações em que é necessário economizar tempo pode ser uma solução temporária para deixar aparentemente os cabelos limpos, sem molhar. Além do mais, o produto também ajuda para quem quer fazer a escova durar mais alguns dias. No mercado cosmético, os produtos deste segmento geralmente possuem versões para os principais tipos de cabelos e costumam apresentar em sua composição microesferas naturais que absorvem o excesso de oleosidade dos fios e eliminam aquele aspecto pesado dos fios sujos.

Saliento, porém, que este recurso, embora prático, não deve ser usado frequentemente. Isso porque o xampu a seco nunca substitui uma correta lavagem e não deve ser aplicado diariamente, já que pode provocar irritação e lesões no couro cabeludo pelo acúmulo de resíduos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Essa alternativa deve ser provisória e esporádica, sendo aconselhada apenas para ocasiões e condições específicas, como total falta de tempo e em indivíduos acamados. Além disso, é importante atenção na aplicação quanto a distância correta a fim de evitar excesso de produto por ponto, o que pode gerar aspecto opaco aos cabelos, retirando excessivamente o brilho dos cabelos, além de dificultar a na hora de pentear dos fios.

Por que lavar o cabelo é importante?

A limpeza clássica é sempre a melhor indicação, pois além de estimular a circulação sanguínea, realiza uma higiene profunda e completa, removendo todos os resíduos do couro cabeludo às pontas dos fios. Pessoas com problemas de caspa ou feridas no couro cabeludo devem evitar este tipo de produto, porque normalmente agrava o quadro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A lavagem tradicional e recorrente com xampus e condicionadores específicos para cada tipo de cabelo é o ideal para manter a saúde dos cabelos e do couro cabeludo. Além disso, em vários casos é ainda recomendada até mesmo à higienização diária

No entanto, é válido ressaltar que a hidratação dos cabelos não está relacionada à lavagem. Este processo, a hidrofobicidade, não se dá somente à base de água e, sim da capacidade de retenção da mesma nas fibras capilares e isto é obtido por meio de ativos que possibilitam a retenção de água nas fibras. Por isso, para se ter cabelos saudáveis, a lavagem convencional e constante é essencial para remover todas as impurezas e controlar a proliferação de fungos e bactérias, que são inerentes e absorvidas no dia no dia.

O acúmulo de sujeira também propicia a queda e pode ser um grande facilitador do surgimento de alguma patologia, tanto para o couro cabeludo, quanto para a fibra capilar. Todos estes fatores se não passarem pelos cuidados citados irão comprometer a saúde e a beleza dos cabelos.

A indicação do xampu é individual e dependerá ainda do estado em que se encontra o cabelo e o couro cabeludo. Ela também inclui os hábitos de cada um, como, por exemplo, fazer uso de muita química, proteger os fios da radiação solar, alimentação equilibrada, alterações hormonais, medicamentos entre outros.