Mitos e verdades sobre o uso de vitamina C para a pele

Você sabia que é importante escolher a vitamina C certa para ter os efeitos de prevenção do envelhecimento da pele? Veja mitos e verdades sobre esse ativo consagrado

Quem deseja ter uma pele radiante ao longo dos anos precisa, necessariamente, dedicar um tempo para cuidar dela todos os dias. Além da limpeza, hidratação e proteção solar, chega o momento em que é necessário investir em produtos antienvelhecimento. E é aí que a vitamina C tópica entra em cena: potente antioxidante, ela é a queridinha de quem deseja evitar o envelhecimento precoce da pele. No entanto, muitos mitos rondam esse composto, por isso explicamos abaixo o que é verdade e o que é um mito quando se trata desse ativo.

É antioxidante: verdade. A vitamina C pura, também chamada de ácido L-ascórbico, é um potente antioxidante que neutraliza os radicais livres e evita o envelhecimento da pele. Além disso, a ação desta vitamina promove o reforço da barreira cutânea, que é capaz de proporcionar maior hidratação e levar a uma aparência mais jovem e revigorada.

Outro trunfo atribuído a ela é a capacidade de acelerar a renovação da pele, processo que se torna mais lento conforme os anos passam. O resultado do uso diário de vitamina C tópica é, portanto, uma pele rejuvenescida e revitalizada. No entanto, para que esses benefícios ocorram, é necessário escolher uma vitamina C de qualidade. O Hyaluron-Filler Vitamin C Booster de Eucerin é um exemplo, pois graças à sua embalagem única, a oxidação da vitamina C pura é adiada, preservando sua total capacidade de ação na pele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Vitamina C pura é a melhor: verdade. A vitamina C pura é melhor do que suas versões derivadas ou estabilizadas. Para entender melhor, é preciso compreender que a vitamina C se oxida facilmente em contato com a água, com o ar ou com altas temperaturas. Pensando nisso, houve uma grande busca para se conseguir a estabilização desse ativo, no intuito de adiar seu processo natural de oxidação e, portanto, que ele não perdesse suas propriedades.

No entanto, apesar de a estabilização garantir a validade da vitamina C por mais tempo, descobriu-se que a versão pura - e mais instável - é a que traz os grandes benefícios à pele. É por isso que é importante escolher um dermocosmético que contenha vitamina C pura - e não derivada ou estabilizada, pois assim a pele receberá o melhor ativo.

Mas como manter a vitamina C pura em sua melhor performance, para que ela possa agir retardando o envelhecimento da pele? Para isso é preciso que se tenha uma embalagem que garanta que ela não vá se oxidar precocemente, além de mantê-la sem contato com a água ou o ar desde a fabricação até chegar nas mãos do consumidor final.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É por isso que o Hyaluron-Filler Vitamin C Booster de Eucerin é uma excelente vitamina C, pois sua embalagem exclusiva isola e preserva a vitamina C pura, e só permite que ela seja ativada quando a embalagem é aberta, ou seja, já na mão do consumidor final. Com isso, a pessoa usa o ativo sem que ele tenha perdido suas preciosas propriedades antioxidantes.

Não pode ser associada a outros compostos: mito. A vitamina C não precisa necessariamente ser usada isolada, mas também pode ser associada a outros ativos. Eucerin, por exemplo, inovou ao trazer para o mercado o Hyaluron-Filler Vitamin C Booster que, além da embalagem inovadora e que atrasa a oxidação do ativo, conta com ácido hialurônico e licochalcona A, compostos que potencializam a ação da vitamina C.

O ácido hialurônico de cadeia curta presente no dermocosmético atua em sinergia com a vitamina C por permear as camadas mais profundas da pele e estimular o ácido hialurônico e colágeno endógenos, ou seja, naturais do organismo. Juntamente com a ação da vitamina C, o resultado são rugas reduzidas por meio da estimulação da produção de colágeno e da ação do próprio ácido.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já a licochalcona A, por sua vez, também é um potente ativo antioxidante, com ações calmante e anti vermelhidão, contribuindo para um melhor uso da vitamina C presente no produto. O resultado dessa combinação é uma pele mais revitalizada e radiante à partir de sete dias.

Quanto mais, melhor: mito. A vitamina C deve ser usada em concentrações ideais para a pele. A concentração de 10% presente em Hyaluron-Filler Vitamin C Booster de Eucerin, por exemplo, é excelente e permite que a vitamina C permeie a pele. Quando em altas doses - acima de 20% - a vitamina C não traz benefícios maiores e ainda pode causar irritações na pele. Quando a concentração é muito alta, a eficácia é reduzida, pois ela deixa de ser absorvida nas quantidades necessárias.

Sair ao sol usando vitamina C é perigoso: mito. Erra quem pensa que o sol e a vitamina C não combinam e que, por ser um ácido, a vitamina C poderia provocar queimaduras como outros tipos de ácidos. Ao contrário, a vitamina C pode inclusive limitar o dano provocado pelo sol por causa de sua potente ação antioxidante. Mas atenção: mesmo usando a vitamina C, usar filtro solar diariamente é absolutamente indispensável, afinal, ele foi desenvolvido exclusivamente para este fim.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Só vale para peles jovens: mito. A vitamina C, apesar de realmente ser muito prescrita no início da vida adulta como tratamento tópico para prevenir o envelhecimento precoce da pele, é eficaz em qualquer idade e pode inclusive ser associada a diversos outros ativos no caso de peles mais maduras. Converse com seu dermatologista sobre essa opção tão eficaz e simples de ser aplicada.