PUBLICIDADE

Queiloplastia estética: como é feita a cirurgia nos lábios

O procedimento aumenta ou diminui os lábios, alterando a forma e redefinindo o contorno da região.

Por Dmytro Zinkevych / Shutterstock
Por Dmytro Zinkevych / Shutterstock

Queiloplastia, nome científico para a cirurgia de correção dos lábios, é a técnica que promove o rejuvenescimento e a reconstrução labial, permitindo o aumento ou diminuição do volume. É possível aperfeiçoar características naturais, alterando a forma e redefinindo o contorno da região.

Esse tipo de procedimento cirúrgico pode ser realizado visando melhor perfeição estética ou funcional, quando se faz necessário a correção de alterações congênitas ou adquiridas, fazendo uma reconstrução da cavidade bucal. Dentre eles, a fissura labial, causada ou não por traumas, que se agrava na vida adulta.

Outro problema que pode ser resolvido é o da perda extensa de massa labial. É significativa a melhora na qualidade de vida, bem estar, com repercussão na autoestima do paciente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Queiloplastia estética

Se o objetivo é estético, a partir da maioridade, é possível adquirir lábios mais carnudos e exuberantes, desde que conjugue com as outras características e regiões faciais, para criar uma harmonia facial. Portanto, visando lábios simétricos e um efeito mais natural e equilibrado.

Deve-se levar em consideração que a boca não é um elemento isolado. Nesse contexto, quem dá o aval final é o médico, que vai realizar um estudo detalhado de toda a face do paciente

Por isso lábios excessivamente volumosos nem sempre representam um fator de sensualidade. Muitas vezes pode ser um indício de desarmonia facial, sendo necessário dar menor destaque aos lábios, para que sejam simétricos e em harmonia com o rosto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como é feita a queiloplastia

Por L Julia / Shutterstock
Por L Julia / Shutterstock

Quando o objetivo é a diminuição dos lábios, deve-se eliminar parte da mucosa da face interna dos lábios, retirando uma faixa da mucosa. Após a remoção da quantidade adequada de mucosa, faz-se uma sutura na região.

Já se a pretensão é aumentar os lábios, estes devem ser projetados no sentido da direção externa, visando cobrir parte da pele. A área vermelha ganha evidência pois, além de deixá-los maiores, aprimora sua cor natural.

O procedimento de aumento labial ocorre por meio de enxertos ou implantes. A cirurgia plástica é realizada com técnica cirúrgica de projeção da mucosa e músculo orbicular labial.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os enxertos são feitos somente quando se constata área doadora considerável do paciente, por meio da lipoenxertia, com gordura do próprio paciente. Já os implantes são com substâncias como silicone ou ácido hialurônico.

Apesar de ser utilizada anestesia local, o procedimento exige todos os exames comuns de qualquer cirurgia. As condições de saúde não devem ser negligenciadas, para afastar qualquer tipo de complicação mais séria, durante o procedimento ou no pós operatório.

Nos primeiros dias do pós-cirúrgico, é considerado normal lábios com um processo de leve inchaço. O desconforto é suportado com compressas geladas. Caso haja inflamações, são prescritos anti inflamatórios e antibióticos pelo cirurgião plástico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)