Pele mista, oleosa e seca: o que cada uma precisa no inverno?

Descubra qual é o seu tipo de pele e como garantir seus cuidados no inverno

A pele, o maior órgão do corpo humano, é formada por várias camadas e tem como função principal nos proteger contra agressões externas, causadas pelo sol, vento, poluição e até por bactérias. Mas, apesar de ser uma barreira protetora, ela também precisa de cuidados, principalmente quando falamos da pele do rosto, que fica mais exposta durante todo o dia.

A atenção é necessária porque a pele tem poder de absorção, portanto, pode sofrer com irritação. Já com as temperaturas mais baixas, a epiderme tende a ficar mais ressecada, uma vez que a transpiração diminui e o ar fica mais seco. Ou seja, os cuidados com cada tipo de pele se tornam ainda mais essenciais nessa época do ano.

Veja abaixo as características de cada tipo de pele e seus respectivos cuidados durante o inverno. Lembre-se sempre que, independentemente do seu tipo, o médico dermatologista deve ser consultado antes de iniciar os cuidados diários.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pele mista: como o nome indica, este tipo de pele mistura características de dois tipos diferentes de pele. Geralmente, apresenta foco de oleosidade na zona T, que engloba testa, nariz e queixo, e poros irregulares - alguns mais abertos e outros mais fechados. Já as demais partes do rosto podem ter aspecto seco ou normal.

Por essa particularidade de textura, a pele mista deve ser higienizada com um sabonete líquido, principalmente na zona T, onde é mais oleosa. No frio, a indicação é evitar produtos em barra e com ácidos que causam sensibilidade e/ou ressecamento.

Em seguida, a indicação é passar um hidratante, que para a pele mista deve ter textura em gel, pois diminui as chances de obstrução dos poros e não aumenta a oleosidade. Uma boa indicação é o Gel Hidratante Facial Protex® Hidratação Diária, que conta com a tecnologia ReduCNE?, que combate a bactéria (P. acnes) causadora de cravos e espinhas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Vale lembrar que, caso sua pele tenha um aspecto mais seco fora da zona T, é preciso espalhar bem o gel hidratante nessa região. Ao finalizar a hidratação, é hora do protetor solar. Ele não deve ser dispensado no inverno, pois o sol continua emitindo sua radiação. Então, mais ou menos 15 minutos após aplicar o hidratante, passe um protetor oil free para ajudar no controle dos focos de oleosidade.

Pele oleosa: a maior oleosidade se dá em razão da hiperprodução das glândulas sebáceas, que proporcionam um aspecto mais brilhante. Pelo mesmo motivo, a pele oleosa tem poros mais dilatados, o que facilita a colonização de bactérias que causam a acne. Por isso, a rotina de skincare deve incluir: limpeza, esfoliação, hidratação e proteção.

Para o primeiro passo, opte por um sabonete líquido facial, como Protex® Anti Cravos e Espinhas, que limpa profundamente, impedindo que os poros fiquem obstruídos e, graças à tecnologia ReduCNE?, combate a bactéria P. acnes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já a esfoliação, que deve ser feita somente uma vez por semana, ajuda a limpar a pele morta e eliminar impurezas. Mas, atenção: fazê-la em excesso pode deixar a pele mais sensível, o que já acontece naturalmente no inverno, então não exagere, ok?

Em seguida, é o momento de hidratar. Engana-se quem pensa que a pele oleosa não precisa de hidratação porque já produz mais oleosidade; um fator não anula o outro, ou seja, este tipo de pele também precisa de hidratação, inclusive no inverno.

Portanto, assim que finalizar a limpeza, o próximo passo deve ser a hidratação. Aqui, a indicação continua sendo utilizar hidratantes de textura leve, como o Gel Hidratante Facial Protex® Hidratação Diária, que mantém a ação do sabonete e controla o aparecimento de espinhas. Finalize com um protetor solar sem óleo em sua composição, evitando o aumento da oleosidade.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pele seca: este tipo de pele pode apresentar maior ressecamento, vermelhidão, falta de brilho, aspecto áspero e descamação em todo o rosto, não apenas no inverno, uma vez que as glândulas sebáceas não produzem uma quantidade ideal de oleosidade.

Neste caso, portanto, uma boa rotina de cuidados no inverno inclui: limpeza com sabonete mais neutro, de preferência um que não faça muita espuma; hidratação com cremes com ingredientes mais potentes, como óleos, manteiga de karité, ureia, ácido hialurônico e pantenol; e para finalizar, claro, proteção solar.

Vale lembrar que, pela manhã, a pele seca pode ser higienizada somente com água fria e em seguida receber a hidratação.

Caso a irritação na pele seja constante, aplicar água termal ou micelar ao longo do dia pode aliviar a sensação incômoda. É importante frisar que, geralmente, a pele seca também é sensível, por isso deve ser acompanhada de perto por um dermatologista.

Dicas saudáveis para todos os tipos de pele

Apesar de cada pele ter características próprias e exigir cuidados específicos, alguns hábitos são bons para a saúde de qualquer tipo de pele - do rosto e do corpo como um todo. Isso inclui a atenção com a temperatura do banho, que tende a subir quando as temperaturas caem. Afinal, água quente prejudica o manto hidrolipídico da pele, o que causa maior ressecamento, irritação e em peles oleosas pode ser responsável pelo efeito rebote. Portanto, tente manter a água em uma temperatura fria ou morna.

Além disso, a hidratação de dentro para fora é essencial! Então é preciso adequar o consumo de água, ingerindo em média dois litros por dia, uma vez que sua carência atinge o corpo como um todo, inclusive a pele. Sendo assim, incluir alimentos com mais água na dieta favorece a saúde da pele.