PUBLICIDADE

Roacutan: para que serve e efeitos colaterais do remédio

Devido aos riscos do tratamento, o uso de Roacutan deve ser feito com o acompanhamento de um especialista

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

O que é Roacutan?

O Roacutan é o nome comercial da substância isotretinoína, um retinoide de ação antiseborreica derivado da vitamina A, específico para o tratamento oral de acne grave, acne rosácea e quadros de acne resistente a outras formas de tratamento, como pomadas de uso tópico. Essa substância possui a capacidade de reduzir a atividade das glândulas sebáceas e a inflamação local, resultando em um maior controle da acne.

Além de sua ação contra as espinhas e cravos, a isotretinoína tem mostrado resultados eficazes nos tratamentos contra o envelhecimento cutâneo, pois a substância previne os danos causados pelos raios UV, evitando, dessa forma, a degradação do colágeno.

"Neste caso, deve-se levar em consideração se o uso da isotretinoína para essa finalidade realmente trará mais benefícios ou prejuízos à saúde, devido aos efeitos adversos que normalmente surgem durante o tratamento", aponta Heloísa Olivan, bioquímica e cosmetologista do Instituto Olivan.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ação do Roacutan na pele

Os quadros de acne, habitualmente, se desenvolvem devido à superprodução de sebo na pele pelas glândulas sebáceas, além da concentração de células mortas nos folículos pilosos da pele, resultando no acúmulo de bactérias e inflamação - o que gera espinhas e cravos.

Nesse sentido, a isotretinoína age diretamente na glândula sebácea através da ligação a receptores específicos para retinoides, diminuindo a produção de sebo da cútis. Com menos oleosidade, o risco de obstrução dos poros diminui consideravelmente. Após algumas semanas de uso, a redução do processo inflamatório que dá origem à acne é visível.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tratamento com Roacutan

Em função das contraindicações e possíveis efeitos colaterais, o uso da isotretinoína só é indicado quando tratamentos anteriores à base de produtos tópicos e antibióticos não se mostram eficazes para combater a acne. Nesse contexto, o médico dermatologista avaliará a gravidade de cada caso.

Inicialmente, segundo a doutora Heloisa Olivan, deve ser realizada uma avaliação da condição geral da saúde do paciente. Dados de hemograma, como glicemia, função hepática e níveis de colesterol e triglicérides são primordiais. Ademais, ressalta a especialista, hábitos de vida, como dieta e comprometimento com a rotina de pele, idade e peso, são pontos importantes que devem ser considerados antes do início do tratamento.

A dose de Roacutan será calculada após consulta médica com base no peso da pessoa, sendo que o tempo médio de duração do tratamento é de seis meses. Porém, a depender da gravidade do caso e das características específicas do paciente, o tratamento pode durar um ano ou menos de seis meses.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Atualmente, a isotretinoína oral é considerada segura para pacientes a partir dos 12 anos de idade. Porém, de acordo com a dermatologista Fabiana Seidl, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o tratamento em menores de 21 anos deve ser realizado com o consentimento dos pais ou responsáveis.

A partir de quanto tempo os resultados começam a aparecer?

Os primeiros resultados do tratamento podem ser observados cerca de 8 a 16 semanas após o início do uso do Roacutan, com tendência de melhora gradual no quadro. Segundo Heloisa Olivan, a grande maioria dos pacientes apresenta excelente resposta em longo prazo, com efeitos que permanecem após a finalização do tratamento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No entanto, mesmo após o fim do uso do medicamento, alguns pacientes ainda precisam ser mantidos com outros tratamentos tópicos.

"A boa notícia é que, após o uso da isotretinoína, esses tratamentos menos agressivos, que antes não funcionavam, passam a ter ótima resposta. Em geral, cerca de 90% dos pacientes ficam satisfeitos com os resultados", afirma a especialista.

Após 15 a 20 semanas de tratamento, cerca de 40% dos pacientes apresentam cura definitiva da acne.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Após o tratamento, a acne pode retornar?

Embora as chances sejam baixas, cerca de 2% dos casos são mais resistentes ao tratamento com Roacutan. Nesse contexto, o médico dermatologista pode prolongar o uso da isotretinoína por mais um a três meses. O ideal é que seja dado um intervalo de, pelo menos, cinco meses para repetir o tratamento.

Entretanto, a especialista Heloisa Olivan explica que as recidivas parecem ser mais frequentes quando as doses diárias ou totais mais baixas são utilizadas, além de outros fatores, como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Leia mais: 9 cuidados para a pele não sofrer com o uso de máscara

Cuidados durante o tratamento

A ação da isotretinoína no organismo exige que o paciente se comprometa a realizar exames mensais, como hemograma completo, para monitorar as taxas das enzimas hepáticas e também os níveis de triglicerídeos e colesterol no sangue.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Deve-se evitar a doação de sangue durante e até o primeiro mês após o término do tratamento para prevenir a exposição acidental e risco potencial para fetos de gestantes que se submetem a transfusões, conforme esclarece Heloisa Olivan.

Ademais, manter uma rotina adequada de cuidados com a pele, priorizando uma boa limpeza e hidratação, além do uso do protetor solar e ingestão de bastante água são essenciais para um resultado mais efetivo do uso de Roacutan. É primordial seguir todas as recomendações médicas a fim de evitar os efeitos colaterais que podem surgir.

Para o caso de ressecamento das narinas, o dermatologista Ademar Schultz recomenda a aplicação de gotas de soro fisiológico ou uma fina camada de vaselina nas bordas internas do nariz. O uso de lágrimas artificiais, previamente indicadas pelo médico, também pode ajudar com o ressecamento dos olhos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Hábitos de vida saudáveis

Além desses cuidados, a doutora Heloisa Olivan também ressalta a importância de manter uma rotina alimentar saudável e cortar o consumo de bebidas alcoólicas durante o tratamento. Desde que a isotretinoína pode alterar as taxas de colesterol no organismo, o consumo de alimentos gordurosos, açucarados e ricos em carboidratos também deve ser evitado.

É recomendável ainda não realizar qualquer tipo de procedimento abrasivo na pele durante o uso de Roacutan, como peelings, esfoliações e tratamentos a laser, pois o medicamento pode alterar a cicatrização da pele e até piorar o quadro. A depilação com cera também não é recomendada durante e pelos seis meses após o tratamento, pois ela pode favorecer quadros de dermatite e a formação de cicatrizes na pele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por fim, em relação ao coronavírus, a doutora Heloisa Olivan afirma que "não se identificou, até o momento, relação de uso de isotretinoína em pacientes com acne e riscos de infecção ou de alteração na evolução dos quadros de COVID-19".

Leia mais: 10 hábitos de cuidados da pele que podem PIORAR a acne

Reações e efeitos colaterais do Roacutan

A princípio, pioras agudas no quadro de acne são ocasionalmente visíveis no período inicial do tratamento, chamadas de flare up, segundo a doutora Fabiana Seidl. Isso ocorre pois o Roacutan estimula a pele a expelir o excesso de sebo de dentro de suas glândulas sebáceas. Geralmente, essa piora não necessita de ajuste de dose.

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com isotretinoína são pele, lábios, olhos e nariz ressecados, além de dor muscular, náusea e dor de cabeça. Além disso, conforme explica Heloisa Olivan, pode haver a ocorrência de:

De acordo com a especialista, a anemia é uma reação que acontece em cerca de 10% dos pacientes em tratamento com isotretinoína, assim como a elevação das enzimas hepáticas.

Ademais, embora sejam raros, já foram relatados casos de hipertensão intracraniana benigna, distúrbio gastrointestinal e reações alérgicas graves, que necessitam de atendimento médico imediato e interrupção do tratamento.

Roacutan causa depressão?

A depressão é um dos efeitos colaterais presentes na bula do Roacutan. Porém, não existem evidências epidemiológicas, farmacológicas e clínicas que comprovem a relação entre o uso da isotretinoína e o aparecimento ou agravamento da depressão e outros transtornos emocionais.

Um estudo publicado no Journal of American Academy of Dermatology (Jaad), em 2019, afirma que não se pode ainda estabelecer uma ligação causa-efeito definitiva entre o uso de isotretinoína e sintomas psiquiátricos.

"Grande parte dos pacientes com acne grave já apresenta sintomas psicológicos, baixa autoestima e outros fatores de risco para quadros depressivos, o que pode contribuir para a correlação entre o medicamento e a depressão", explica a doutora Heloisa Olivan.

Contraindicações do Roacutan

Sendo um medicamento teratogênico, a isotretinoína é contraindicada para mulheres grávidas ou com risco de engravidar durante o tratamento, pois a substância pode ocasionar graves malformações no feto, além de afetar seu sistema nervoso e cardiovascular - independente da quantidade administrada na mulher.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o risco de um bebê nascer com malformação congênita por influência do Roacutan chega a 30%. Há também o risco elevado de aborto espontâneo, parto prematuro ou morte do bebê.

Mesmo para mulheres com histórico de infertilidade ou que dizem não apresentar atividade sexual, medidas contraceptivas eficazes são necessárias durante todo o tratamento e até 60 dias após a utilização da isotretinoína.

Segundo a legislação brasileira, antes de iniciar o tratamento com Roacutan, é preciso assinar um termo de consentimento sobre os riscos relacionados à gravidez.

Ademais, segundo os especialistas Ademar Schultz e Heloisa Olivan, a isotretinoína também é contraindicada para pacientes com:

Riscos do uso indevido de Roacutan

A administração do Roacutan só deve ser feita com prescrição e acompanhamento rígido de um médico dermatologista, que saberá a dose e o tempo de tratamento adequados para cada paciente. O uso indiscriminado da substância, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, deixa o paciente exposto a diversos efeitos colaterais graves.

Leia também: Uso de Roacutan em desafios online envolve riscos à saúde

Onde encontrar?

O Roacutan pode ser encontrado em drogarias ou farmácias na forma de cápsulas de 10mg ou 20mg e é apenas vendido com prescrição médica e retenção da receita pelo estabelecimento.