Como cuidar da pele em grandes cidades e evitar os efeitos nocivos da poluição?

A dermatologista Silvana Lessi Coghi indica limpeza, hidratação e fotoproteção

Para quem gosta do ritmo agitado, viver em grandes cidades pode parecer um paraíso, mas não é bem assim. Os altos níveis de poluição, por exemplo, são super comuns nessas regiões e prejudiciais para o corpo, incluindo a pele.

O que acontece é uma espécie de inflamação crônica nas células da pele a partir do contato com partículas oxidantes presentes no ar poluído. Com isso, ao longo do tempo, é provocado o envelhecimento precoce, que se caracteriza pelo aumento de flacidez, rugas e manchas.

E não para por aí: lidar com estresse e passar muito tempo sob a luz artificial também são fatores bem comuns na vida urbana e têm impactos negativos na pele. O primeiro deles pode provocar acne, enquanto o segundo está relacionado ao aparecimento de manchas devido ao uso exacerbado de computadores, tablets, celulares etc.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Evite os efeitos nocivos

Assim, quando se vive em metrópoles, é importante saber cuidar da pele e protegê-la dos mais diversos riscos. Uma das principais recomendações é lavar o rosto com sabonete próprio para este fim duas vezes ao dia, uma pela manhã e outra à noite. Para tornar a remoção de impurezas ainda mais eficaz no fim do dia, pode-se usar um demaquilante ou uma loção de limpeza antes do sabonete.

Com repasse a cada três horas, a utilização de protetor solar é outro hábito capaz de evitar o envelhecimento precoce. Ele não deve ser aplicado com a pele suja e, portanto, exige uma higienização prévia. Os mais modernos até contêm antioxidantes, como as vitaminas C e E, que diminuem as inflamações provocadas nas células por fatores externos.

Se o objetivo é manter a saúde da pele, a hidratação também não pode ser deixada de lado, devendo ser feita com um hidratante específico para o nível de oleosidade da região. Por isso, a rotina de cuidados com a pele precisa ser elaborada individualmente para cada pessoa após a avaliação de um dermatologista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ainda é necessário lembrar que uma alimentação balanceada afeta todo o organismo. Logo, beber de dois a três litros de água por dia ajuda a manter a pele saudável, assim como comer uma grande variedade de frutas, verduras, legumes e priorizar a carne branca.

Considerando que a pele é o maior órgão do corpo humano e funciona como uma barreira contra a entrada de microrganismos, bactérias, fungos e muitas outras doenças, é fundamental ter todos esses cuidados, afinal, somente estando saudável, ela será capaz de realizar a sua função de forma eficiente.