PUBLICIDADE

Você sabe usar o protetor solar em cápsulas?

Fotoprotetor oral não substitui o filtro solar, mas previne câncer de pele e combate manchas e outros efeitos nocivos do sol

Foi-se o tempo em que proteção solar era algo para se pensar somente no dia de ir à praia ou à piscina. Hoje a palavra de ordem é usá-la todos os dias, mesmo para quem fica em ambientes fechados, já que a radiação artificial, proveniente de lâmpadas e equipamentos eletrônicos, também pode prejudicar a pele. O dermatologista Sergio Schalka, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, conta que a nova legislação brasileira sobre protetores solares, que vigora desde julho de 2012, alterou a classificação deste produto, adicionando normas para proteção contra radiação UVA, proibindo produtos com FPS abaixo de seis ou com termos do tipo bloqueador solar. Completando este ciclo, pesquisadores e cientistas descobrem, a cada dia, mais maneiras de evitar problemas relacionados à exposição à luz solar. A fotoproteção oral, uma pílula que você consome, é um desses inventos, mas protege a pele de um jeito diferente. Quer saber como funciona? Complete o quiz para saber todas as respostas.

1/6

Como age o fotoprotetor oral?

2/6

A fotoproteção oral substitui o protetor solar tópico?

3/6

Quais são as substâncias responsáveis pela fotoproteção?

4/6

Com que frequência deve ser tomado o fotoprotetor oral?

5/6

Ele pode ser comprado sem receita?

6/6

Que outros benefícios ele traz?