PUBLICIDADE

Skinbooster: o que é, para que serve e quais os benefícios para a pele

O procedimento tem como objetivo repor a elasticidade e a hidratação da pele

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Uma pele jovem tende a ser mais lisa e elástica pela alta quantidade de ácido hialurônico produzida pelo corpo. Com o passar dos anos, a produção do ácido diminui, resultando na redução da elasticidade da pele - o que contribui para o surgimento de rugas e linhas de expressão.

O skinbooster é um procedimento injetável e dermatológico, feito com ácido hialurônico de baixo peso molecular com o objetivo de promover a hidratação profunda da pele, além do rejuvenescimento facial, melhora das rugas finas, firmeza e reposição da perda da elasticidade cutânea.

Embora seja um ácido hialurônico (mesmo princípio ativo dos preenchedores), o principal objetivo do skinbooster não é preencher, mas sim deixar a pele revitalizada e rejuvenescida por meio da hidratação profunda.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como funciona?

O skinbooster é uma técnica realizada em consultório por meio de cânulas e agulhas bem finas para injetar o ácido hialurônico no local de aplicação. A fim de gerar maior conforto e tornar o procedimento tolerável, é feita a aplicação de anestésico tópico (creme anestésico) na região.

O procedimento deve ser realizado por dermatologistas com qualificação para evitar complicações vasculares. Alguns hematomas ou equimoses podem surgir, mas geralmente são leves e discretos. Áreas em que a pele é mais fina, como o pescoço e ao redor dos olhos, tendem a fazer hematomas mais facilmente.

Quais os benefícios do skinbooster?

O "booster" (impulsionador, em inglês) age de forma a impulsionar uma hidratação profunda. Dentre os benefícios do procedimento estão:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Riscos e contraindicações do skinbooster

Por ser um procedimento injetável, existem contraindicações, como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para as gestantes ou lactantes é recomendado evitar o procedimento. No geral, os riscos mais frequentes do skinbooster são edemas (inchaço), vermelhidão e pequenos sangramentos, que podem levar ao aparecimento de hematomas leves ou manchas roxas (que normalmente desaparecem em alguns dias).

Onde pode ser aplicado?

O skinbooster é indicado para regiões ressecadas ou craqueladas, que precisam de mais hidratação. O procedimento pode ser feito na região do rosto (lábios, áreas com rugas, ao redor dos olhos), no pescoço, no colo e nas mãos.

Cuidados pós-tratamento

A técnica de skinbooster é bem tranquila, mas requer alguns cuidados:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Existe skinbooster caseiro?

O skinbooster é um produto industrializado e não há nenhuma forma de realizá-lo em casa. Porém, para melhorar o aspecto da pele é possível tomar cuidados simples, como levar um estilo de vida saudável e não negligenciar os cuidados com a pele:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Referências

Beatriz Lassance, médica e cirurgiã plástica e membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e do American College of LifeStyle Medicine;

Letícia Bortolini, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia;

Mariana Corrêa, médica dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica;

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Roberta Almada, médica dermatologista e residente médica em dermatologia UNISA/SP