PUBLICIDADE

Chakras: entenda o significado e como estimular cada um deles

Descubra as cores e os alimentos para harmonizar cada um dos sete pontos vitais

Nosso corpo funciona a partir de diversos mecanismos e transformações. Células e tecidos nascem e morrem, o sangue circula, a respiração enche e esvazia nossos pulmões. Os pensamentos se modificam, os sentimentos trocam de intensidade à medida que a vida acontece. Somos um fluxo constante.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para que nosso corpo funcione bem, é necessário, entre diferentes aspectos, que estejamos bem fisicamente e mentalmente. Isso porque não somos uma máquina em que apenas aspectos fisiológicos importam. Por isso, é necessário prestar atenção também ao nosso campo energético.

Talvez você nunca tenha chegado a essa conclusão, mas nosso corpo é formado por átomos e esses elementos estão sempre em movimento, formando assim nossa energia vital. Existem diferentes pontos de energia no nosso corpo, que podem ser caracterizados como Chakras, esse termo significa roda em sânscrito, pois esses campos seriam semelhantes a círculos de energia pelo nosso corpo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Apesar de não conseguirmos visualizar nitidamente nossos chakras, eles estão presentes do topo da cabeça até o fim da coluna. De acordo com a terapeuta Maria Helena Giani Ramos, naturopata e acupunturista, nosso corpo conta com cerca de 114 chakras, porém existem 7 chakras principais. Cada um desses centros de energia também está diretamente ligado a uma glândula, órgão ou membro físico do corpo. Esses pontos têm o objetivo de absorver, incorporar e emanar energia. Cada um deles está possui funções, cores e até mesmo sons distintos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Chakra Raiz

Meditação- Foto Getty Images
Meditação- Foto Getty Images

O Chakra Raiz, ou Chakra Básico, fica localizado na base da espinha. Sua cor é vermelho e seu elemento é a terra. De acordo com Maria Helena, este ponto tem relação com estabilidade, coragem, paciência e confiança. Irritação fora de hora, tensão exagerada e insegurança são sinais do desequilíbrio deste chakra. "Quando o Básico está desenergizado, pode haver queda de libido e problemas hormonais. O excesso de energia, por outro lado, pode trazer a compulsão sexual", explica a terapeuta

Para equilibrar: use roupas em tons de vermelho e acrescente um pouco dessa cor também na decoração de casa ou do escritório. Coma alimentos de cor vermelha ou que tenham contato direto com o a terra, caso da mandioca ou da batata-doce. Andar descalço e fazer atividades relacionadas à terra, como jardinagem, também ajudam a retomar o equilíbrio deste ponto.

2. Chakra Esplênico

O Chakra Esplênico fica logo abaixo do umbigo, é o canal do órgão sexual. Sua cor é laranja e seu elemento é água. "Ele está relacionado ao desejo e às mudanças. Também dizemos que este é o chakra do prazer", afirma Maria Helena. Ciúmes, impotência, indecisão, problemas sexuais e na bexiga indicam que este chakra carece de atenção. Se há equilíbrio, entretanto, a facilidade para assimilar novas ideias ganha destaque.

Para equilibrar: pratique atividades que envolvam água, como natação e hidromassagem. Use roupas e decoração de cor laranja e inclua alimentos deste tom na sua dieta.

3. Chakra do Plexo Solar

Meditação- Foto Getty Images
Meditação- Foto Getty Images

É o chakra da autoridade e do autocontrole, está diretamente relacionado com as emoções. Ele fica na região da umbigo e tem como elemento o fogo. "Imagine uma mandala em amarelo incandescente nesta região sempre que sentir algum tipo de desconforto no estômago. O chakra do umbigo é o mais vulnerável e costuma absorver com mais intensidade todo o tipo de energia, inclusive as ruins", afirma a especialista do Minha Vida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pessoas com este chakra desequilibrado vivem com medo, raiva e problemas digestivos. Quando muito energizado, ele desperta a necessidade de emoções e prazeres imediatos.

Para equilibrar: use tons de amarelo. Outra sugestão, para os momentos em que a falta de vitalidade passa a prejudicar a rotina, cobrir o umbigo - sim, deixe de lado a blusa que deixa parte da barriga à mostra. Nas situações extremas, recomendamos até o uso de uma fita sobre o umbigo ou camisetas pretas, porque esta cor tem a capacidade de reter as energias, ensina a especialista.

4. Chakra Cardíaco

Fica no coração, como sugere o nome, e está associado a duas cores: verde (cura) e rosa (amor). Seu elemento é o ar. Segundo Maria Helena, este chakra está diretamente ligado ao corpo e à saúde física. Pessoas que tem esse canal equilibrado vivem com mais harmonia, compaixão e paz, costumam ser também mais altruístas. Aqueles com esse chakra mal energizado têm instabilidade emocional e problemas de circulação e cardíacos, além de serem muito egoístas.

Para equilibrar: roupas e decoração nas cores verde ou rosa, de acordo com a carência momentânea. Alimentos nessas cores e atividades relacionadas ao ar, como correr com a brisa batendo no rosto, também ajudam a devolver o equilíbrio para este ponto vital.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

5. Chakra Laríngeo

Situado na garganta e representado pela cor azul claro, o chakra laríngeo é o centro energético da comunicação. "O ano de 2011 é regido por Mercúrio, astro ligado à comunicação. Por isso, o equilíbrio deste chakra é indicador de sucesso neste período", afirma a especialista. Esse chakra equilibrado revela pessoas sinceras e criativas. Depressão e dificuldade para se expressar, além de problemas na tireóide, são sinais de que algo vai mal.

Para equilibrar: experimente roupas e decoração em tons de azul claro. Também vale procurar se expor um pouco mais, conversando com um amigo ou com um terapeuta.

6. Chakra Frontal

Ele é mais conhecido como o terceiro olho - aquele ponto no meio da testa, entre as sobrancelhas. Azul índigo é a cor deste chakra, representado por todos os elementos. Energizar esse chakra revitaliza o sistema nervoso e a visão. Dispersão, dores de cabeça constantes, problemas de visão e pesadelos indicam que a energia não está circulando bem nesta área. Por outro lado, concentração, imaginação fértil e boa capacidade intuitiva são pistas de que o chakra frontal está em ordem.

Para equilibrar: experimente roupas e decoração de cor azul índigo no seu dia a dia. Num momento de crise, faça uma massagem no ponto onde está o chakra: com a ponta de um dos dedos, pressione a área, fazendo pequenos e vigorosos movimentos circulares. Não se assuste caso sinta uma espécie de vertigem ou tontura, é natural que isso aconteça conforme as energias voltam a circular.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

7. Chakra Coronário

Esse chakra fica localizado no topo da cabeça e está atrelado à sabedoria e memória. Quando ele está em harmonia e aberto contribui para que o indivíduo tenha um equilíbrio entre o que pensa e fala. Sua cor é lilás e tem como objetivo nos conectar com o divino. Esse chakra está diretamente atrelado à glândula pineal.

Para equilibrar:Uma boa forma de equilibrar esse chakra é por meio da meditação, mantendo pensamentos equilibrados e bondosos. É óbvio que não é sempre que somos capazes de ter bons pensamentos. Por isso, diante das adversidades, é necessário que cada um olhe para dentro de si e perceba que também é responsável pelas atitudes que têm diante de seus sentimentos. Isso quer dizer que, se algo não está bom, é importante tentar entender de onde vem essa aflição e procurar ajuda para lidar com ela, ao invés de ignorá-la.