PUBLICIDADE

Terapia das pedras quentes traz relaxamento e também deixa a pele mais bonita

Calor das pedras ajuda a melhorar a circulação, relaxa os músculos e melhora processos inflamatórios

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

A terapia com as pedras quentes (que podem ser vulcânicas, sedimentares ou intrusivas) une a termoterapia e a massoterapia em manobras específicas (fricção, deslizamentos) utilizando tamanhos e formatos de pedras de acordo com os locais de aplicação. A técnica é muito interessante para ser aplicada em dias mais frios ou com temperatura agradável.

Podendo ser feita em todo o corpo, algumas pedras estarão dispostas em pontos estáticos e outras em movimento. Os pontos estáticos são os chacras, círculos de energia espalhados pelo corpo, que ajudam no equilíbrio do corpo e da mente. Na terapia com pedras quentes há uma troca de energia entre as pedras e o corpo do indivíduo que está recebendo a massagem. Entende-se que o desequilíbrio dos chacras pode acarretar dores, estresse, cansaço mental, cansaço físico, insônia, irritabilidade e até mesmo depressão.

Um dos objetivos principais é direcionar a termoterapia e a fricção causada pela massagem em favor da musculatura, melhorando a regeneração celular, aumentando a circulação corporal total, agindo positivamente sobre o sistema linfático, produzindo relaxamento, sensação de bem-estar, minimizando processos inflamatórios e atuando diretamente sobre o maior órgão do corpo, a pele. Lembrando que o calor traz benefícios ao sistema circulatório, aumentando o calibre dos vasos sanguíneos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Relação das pedras quentes com a estética

Historicamente a terapia com pedras quentes auxiliava na indução do estado alpha (entre o estado dormindo e acordado), trazendo um processo de relaxamento que ajudava os monges antigos a controlar a fome quando entravam em jejum. Por esse fato, é comum ouvirmos muito que a técnica colabora no processo de perda de peso.

Pela melhora que o calor e a fricção trazem ao tecido e pelo benefício de diminuição do processo inflamatório, bem como a regeneração celular, podem ser visualizados efeitos secundários, porém positivos, sobre a textura da pele, melhorando seu aspecto. Os deslizamentos profundos e superficiais também aumentam a informação sensorial sobre a pele, provocando a sensação de bem-estar e o relaxamento, ajudando também no carreamento de líquidos corporais e atuação sobre o sistema circulatório.

Temperatura ideal

A temperatura das pedras deve ser agradável e superior à temperatura corporal, porém suportável ao indivíduo e não tão alta a ponto de trazer danos à superfície da pele e às mãos do profissional. Deve-se observar o mesmo parâmetro para as pedras que estarão estáticas, pois seu calor estará concentrado no ponto estipulado, a princípio. É muito comum que se aplique a terapia sobre todo o corpo; os pontos mais comuns são nas costas, pés, mãos, musculaturas anteriores e posteriores de pernas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)