PUBLICIDADE

Sexo: exercícios pélvicos podem aumentar o prazer a dois?

Movimentar a região pode melhorar o orgasmo e contribuir para o controle urinário e fecal

Alguns casais podem não saber, mas os músculos do assoalho pélvico desempenham papel importante na função sexual de homens e mulheres, podendo facilitar até mesmo o orgasmo.

Os músculos do assoalho pélvico, também conhecidos como períneo estão localizados na parte inferior da pelve, e se estendem do osso púbis até o cóccix de lado a lado.

Como os músculos do assoalho pélvico agem

Nas mulheres o períneo equivale a área que vai do clitóris até o anus. Ele é composto por vários músculos, dentre eles os bulbocavernosos e os isquicavernosos. Eles são responsáveis por promover a ereção do clitóris e reduzir a abertura vaginal, aumentando assim o contato da vagina com o pênis durante a relação sexual.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além de serem importantes no orgasmo, estes músculos realizam o controle urinário e fecal, participam de forma significativa no parto e sustentam todos os órgãos pélvicos.

Nos homens, o períneo equivale a área que vai do saco escrotal até o ânus. Neles os músculos bulbocavernosos envolvem o pênis e sua contração auxilia na manutenção da ereção. Já os isquiocavernosos tracionam a base do pênis e isso aumenta sua angulação.

Da mesma forma, vale lembrar que as queixas associadas às alterações destes músculos incluem a disfunção erétil, ejaculação precoce (nos homens), a frouxidão vaginal, o vaginismo e a vulvodínia (nas mulheres).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como exercitar os músculos do assoalho pélvico

Os músculos do assoalho pélvico podem ser exercitados em qualquer situação cotidiana.

A seguir é possível conferir duas formas de exercitá-los, mas é importante lembrar que a literatura científica ressalta que o exercício supervisionado pelo fisioterapeuta pélvico possui mais eficácia. Então em caso de dúvida ou de alguma disfunção sexual, urinária, fecal ou no pós-parto não hesite em procurar um especialista.

1. Contrai e solta

Sente com pés apoiados no chão e as pernas levemente afastadas. Incline o tronco um pouco para frente. Contraia rapidamente a musculatura do assoalho pélvico sem usar o abdômen para ajudar e sem prender a respiração. Descanse três segundos entre uma e outra.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Faça dez repetições, três vezes ao dia.

2. Contração sustentada

Na mesma posição, contraia a musculatura do assoalho pélvico e segure a contração, sem ajuda do abdômen e sem prender o ar. Conte quanto tempo você consegue sustentá-la. Faça uma contração e descanse pelo mesmo período. (Ex: se ela durou seis segundos, descanse também seis segundos até a próxima).

Faça dez repetições, três vezes ao dia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quando não fazer os exercícios do assoalho pélvico

Não é indicado fazer os exercícios do assoalho pélvico quando estiver urinando, pois pode prejudicar o esvaziamento completo da bexiga.